ConceitosBasicos_2012
24 pág.

ConceitosBasicos_2012


DisciplinaAdministração de Banco de Dados604 materiais3.236 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
(la.vivacqua@gmail.com)
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Ementa
\ue00a Conceitos básicos
\ue00a Sistemas de banco de dados
\ue00a Arquiteturas de Banco de Dados
\ue00a Normalização 
\ue00a Dependências funcionais 
\ue00a 1a, 2a, 3a formas normais
\ue00a Forma normal Boyce-Codd
\ue00a Projeto Físico de Banco de Dados
\ue00a Normalização X Desnormalização
\ue00a Índice
\ue00a Estruturas de Armazenamento
\ue00a Recomendações de ambiente
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Ementa
\ue00a Linguagem de Consulta Estruturada
\ue00a Tipos de dados
\ue00a Sublinguagem de definição de dados (DDL)
\ue00a Arquitetura interna de um SGBD
\ue00a Catálogo/dicionário de dados
\ue00a Processador de consultas
\ue00a Subsistemas de controle de concorrência e recuperação de 
falhas
\ue00a Transação
\ue00a Conceito de transação
\ue00a Proriedades ACID
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Ementa
\ue00a Transação (continuação)
\ue00a Estados da transação
\ue00a Seriação
\ue00a Execução concorrente
\ue00a Escalas de execução recuperáveis
\ue00a Niveis de isolamento definidos pela SQL
\ue00a Controle de concorrência
\ue00a Acesso concorrente ao dado
\ue00a Protocolos baseados em bloqueio
\ue00a Protocolos baseados em registro de tempo
\ue00a Deadlock
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Ementa
\ue00a Recuperação de falhas
\ue00a Classificação de falhas
\ue00a Recuperação baseada em Log
\ue00a Modificação adiada do banco de dados
\ue00a Modificação imediata do banco de dados
\ue00a Checkpoints
\ue00a Segurança e integridade
\ue00a Usuários
\ue00a Roles
\ue00a Comandos SQL 
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Bibliografia
\ue00a Sistema de Banco de Dados
\ue00a Silberschatz, Korth, Sudarshan, Editora Campus
\ue00a Sistemas de Banco de Dados
\ue00a Elmasri, Navathe, Editora Pearson
\ue00a Introdução a Sistemas de Banco de Dados
\ue00a C. J. Date, Editora Campus
\ue00a Notas de Aula - http://vivacquabd.webnode.com.br/
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Sistemas Baseados em Arquivos
\ue00a Visão geral no acesso ao dado
Sistema ASistema A
Funcionário
Pagamento
Cargo
Sistema BSistema B Funcionário
Projeto
Problemas?
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Desvantagens dos Sistemas de Arquivos 
\ue00a Redundância e inconsistência de dados
\ue00a Duplicação de informações em diferentes arquivos
\ue00a Alteração não é refletida para todos os arquivos
\ue00a Isolamento dos dados
\ue00a Dificuldade de acessar os dados
\ue00a Múltiplos formatos
\ue00a Necessidade de escrever um novo programa para realizar cada nova 
tarefa
\ue00a Segurança
\ue00a Não existe mecanismos para criar visões nem para restringir o acesso
\ue00a Atualização concorrente por vários usuários
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Sistemas Baseados em Banco de Dados
\ue00a Visão geral no acesso ao dado
SGBD DadosDados
Sistema ASistema A
Sistema BSistema B
 Quais são as grandes Funcionalidades da caixa preta ?
Como a caixa preta atende estas Funcionalidades ?
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Sistema Gerenciador de Banco de Dados
O que é:
\ue00a Coleção de dados inter-relacionados
\ue00a Conjunto dos programas para acessar os dados
\ue00a Um ambiente que é conveniente e eficiente de usar
SGBD DadosDados
Sistema BSistema B
Sistema ASistema A
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Sistema Gerenciador de Banco de Dados
Componentes:
1. Hardware
\ue00a Disco
2. Software
\ue00a SGBD \u2013 Isola os usuários dos detalhes de armazenamento e acesso
3. Dados
\ue00a Dados do usuário
\ue00a Metadados (Descrição do dado)
4. Usuários
\ue00a Programador de aplicações
\ue00a Usuário final
\ue00a Administrador (DBA)
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Administrador de Banco de Dados
\ue00a Coordena todas as atividades do sistema de banco de dados 
\ue00a O administrador de banco de dados tem um bom conhecimento dos 
recursos e necessidades de informação da empresa.
\ue00a As responsabilidades do administrador de banco de dados incluem 
(podendo variar dependendo da empresa):
\ue00a Definição de esquema
\ue00a Estrutura de armazenamento e definição de método de acesso
\ue00a Modificação de esquema e de organização física
\ue00a Concessão de autorização para acesso ao banco de dados
\ue00a Especificar restrições de integridade
\ue00a Agir como ligação com os usuários
\ue00a Monitorar o desempenho e responder a mudanças em requisições
\ue00a Estabelecer as políticas de backup e recuperação de dados
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Vantagens dos SBDS
\ue00a Redução de redundância
\ue00a eliminação de múltiplas cópias do mesmo dado.
\ue00a Eliminação de inconsistências
\ue00a consequência direta do item anterior.
\ue00a Compartilhamento dos dados
\ue00a acesso concorrente.
\ue00a Segurança de acesso
\ue00a O DBA define quem ( qual usuário ) pode acessar o que(qual tabela)
\ue00a Integridade referencial
\ue00a Independência de Dados
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Independência de Dados
\ue00a Processamento de arquivos
\ue00a Qual é o formato do dado armazenado ?
\ue00a Onde o dado está localizado ?
\ue00a Como o dado é acessado ?
\ue00a Ex: Obter o salário médio dos engenheiros da empresa
 Formato:
\ue00a campo salário do tipo decimal fixo com 6 bytes começando na posição 29 do registro
 Localização:
\ue00a arquivo \u201cfuncionário.dat\u201d localizado no diretório \u201cFunc\u201d do disco \u201cE\u201d na máquina \u201cX\u201d
 Acesso:
\ue00a arquivo de organização sequencial ordenado pela matrícula.
 
 Alteração em qualquer dos três aspectos implicam em alteração no programa!
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Independência de Dados
\ue00a É a habilidade de se usar o dado sem conhecer detalhes de 
sua representação.
\ue00a Provê imunidade as aplicações com relação as estruturas de 
armazenamento e métodos de acesso.
\ue00a Independência Lógica
\ue00a Se o dado é acessado através de uma visão, então mudanças no 
esquema conceitual não interferem com o funcionamento do programa.
\ue00a Independência Física
\ue00a Mudanças na estrutura de armazenamento tais como a criação de 
índices ou a localização dos arquivos físicos não interferem com o 
funcionamento do programa.
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Visão Macro do SGBD
Compilador
DML
Requisições
Compiladas
Requisições
\u201cEMBEDED\u201d
Requisições
\u201cAD-HOC\u201d
Otimizador
Requisições
Otimizadas
Gerente em
tempo de
execução
Dados
MetaDados
LOG
Restrições de
Segurança e
Integridade
Concorrência e
Recuperação De 
Falhas
Plano de Execução
da Consulta
Armazenamento
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Visão Macro do SGBD
\uf071 Otimizador
\uf0a7 Escolhe a melhor maneira de executar uma consulta.
\uf0a7 Diversos planos de execução são gerados e escolhido 
aquele com o menor custo.
\uf0a7 Custo estimado em função do número de operações de 
acesso a disco.
\uf071 Segurança e Integridade
\uf0a7 O SGBD deve monitorar e controlar o acesso aos 
objetos de forma a permitir que somente usuários 
autorizados tenham acesso.
\uf0a7 Garantir que restrições de integridade (referencial, 
entidade, domínio) não sejam violadas.
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Visão Macro do SGBD
\uf071 Concorrência e Recuperação de Falhas
\uf0a7 O sistema deve estar apto a detectar falhas e a recuperar 
o banco de dados ao seu último estado consistente
\uf0d8Ex: falta de energia
\uf071 Controle de Concorrência
\uf0a7 O SGBD deve permitir o acesso concorrente por 
múltiplos usuários de forma transparente e segura.
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
Arquiteturas do SGBD
\uf071 A arquitetura de um sistema de banco de dados é bastante 
influenciada pelo sistema de computador subjacente 
(arquitetura do ambiente) em que o sistema de banco de 
dados é executado:
\u2022 Centralizado
\u2022 Cliente / Servidor
\u2022 Distribuído
\u2022 Paralelo
 Administração de Banco de Dados
Prof. Luiz Vivacqua
\ue00a São sistemas executados sobre um único Sistema Computacional
\ue00a Podem ter o tamanho de um BD mono-usuário, rodando em um 
computador pessoal, até um BD multi-usuário, executando em 
máquinas de grande poder de processamento (mainframe)
Programas
Aplicação BDSGBD
Sistema
Operacional
Arquitetura Centralizada
 Administração de Banco de Dados
Prof.