Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
23 pág.
AV2 Anatomia Aplicada a enfermagem

Pré-visualização | Página 1 de 4

Plan1
	A classificação Glasgow promove uma avaliação por score numérico na categorização das alterações neurológicas. Seu resultado é dado após a soma da pontuação de três parâmetros estipulados e a subtração do quarto parâmetro, tendo uma pontuação que varia entre 1 e 15. Com isso, na classificação Glasgow, temos como alternativa verdadeira:... Resposta: Resultado menor ou igualà 8: TCE grave					 
	A disfunção do plexo mioentérico em que o esfíncter esofágico não relaxa normalmente conforme o alimento se aproxima dele. Fazendo com que, o alimento se acumula no esôfago, causando distensão e dor torácica. O tratamento mais efetivo envolve secção da camada muscular circular na região inferior do esôfago ou laceração dessa camada por expansão de um balão posicionado nessa região. Resposta: Acalasia
A disfunção do plexo mioentérico em que o esfíncter esofágico não relaxa normalmente conforme o alimento se aproxima dele. Fazendo com que, o alimento se acumula no esôfago, causando distensão e dor torácica. O tratamento mais efetivo envolve secção da camada muscular circular na região inferior do esôfago ou laceração dessa camada por expansão de um balão posicionado nessa região. 
	A escala de coma de Glasgow (ECG) é um método destinado a analisar o nível de consciência, com o intuito de definir o estado neurológico, de pacientes com lesões cerebrais agudas. O uso desse recurso logo após um trauma é frequente, tendo como finalidade auxiliar no prognóstico da vítima e prever eventuais sequelas. De acordo com a ECG, ao se avaliar um paciente, são levadas em consideração pelo menos as respostas.. Resposta: ocular, verbal e motora
	A laparoscopia ginecológica tem como função observar o aparelho reprodutor feminino e identificar as doenças a ele associadas. O procedimento é feito _________. O especialista pode avaliar como se encontra a região externa do útero, ovários, tubas uterinas e o interior da cavidade pélvica. Resposta: Com uma incisão no umbigo e duas outras na região inguinal. 
	A percussão, a última técnica a ser aplicada no exame físico, é um procedimento baseado nas vibrações características do próprio corpo. Os sons produzidos apresentam intensidade. Timbre e tonalidade na dependência da estrutura anatômica percutida. No exame físico, a técnica da percussão traduz em sons a aplicação de uma força física, que pode proporcionar informações de processos patológicos no tórax e no abdômen. O som produzido pela percussão do estômago cheio de ar (vísceras vazias) é chamado de: Resposta: Timpanismo
	AJH 68 anos, fumante desde os 15 anos de idade, apresenta dificuldade respiratória. O diagnóstico foi realizado por manifestações clínicas, radiografia (raio-x) de tórax, tomografia computadorizada torácica e espirometria. Diagnóstico: DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica) enfisema tipo panlobular que é caracterizado por apresentar: Resposta: Todos os espaços aéreos dentro do lóbulo estarem essencialmente aumentados, mas existe pouca doença inflamatória.
	Alguns bebês prematuros produzem pouca quantidade de surfactante denominada de SARI. O que ocorre no pulmão desses bebês em função disso? Resposta: Em função disso, a tensão superficial do líquido alveolar aumenta, e os alvéolos podem se colabar mais facilmente.
	Ao realizar a ausculta pulmonar de um adulto com suspeita de asma brônquica, o enfermeiro identificou sons sussurrantes/musicais. Mais agudos e de maior duração, audíveis na inspiração e ao longo da expiração, que não se modificavam com a tosse, característicos de: Resposta: Sibilos
	Após acidente automobilístico, paciente foi levado para uma unidade de emergência, exames de imagem revelam lesão em um nervo craniano, foi observado uma perda no movimento lateral do olho. Qual o nervo possivelmente foi lesionado? Resposta: Abducente 
	Após acidente por FAP (projétil por arma de fogo), paciente foi levado para uma unidade de emergência, exames de imagem revelam lesão em um nervo craniano, que não emerge do tronco encefálico. Qual o nervo possivelmente foi lesionado de acordo com as opções abaixo? Resposta: óptico
	Após um acidente de moto e com relato de 3 procedimentos cirúrgicos com o objetivo de tentativa de correção do úmero direito, aos 36 anos, o prontuário da paciente informa procedimento de osteotomia e osteossíntese rígida complicada de síndrome compartimental e infecção, seguida de pseudartrose do foco de osteotomia. Aos 38 anos foi constatado infecção óssea. A equipe de enfermagem foi alertada para administrar técnicas assépticas no manuseio das lesões com exposição óssea. Por se tratar de uma infecçãoóssea, podemos afirmar que a paciente desenvolveu: Resposta: Osteomielite
	Após um acidente de trabalho, foi observada uma alteração no processo de fonação, em que o paciente apresenta dificuldades de articular e pronunciar corretamente as palavras, enrolando a língua e tendo a compreensão de sons prejudicada por terceiros. O termo que melhor descreve esta característica é: Resposta: disartria
	Após um assalto na região, um paciente é atendido com sangramento na região abdominal, provocado por uma "bala perdida". Exames por imagens revelam lesão na veia mesentérica superior. Qual a perda funcional devido à ruptura deste vaso? Resposta: Drena o sangue do intestino delgado (veias jejunais e ileais e veia pancreaticoduodenal) e dois terços do intestino grosso (veia ileocólica, veia cólica direita e veia cólica média).
	As alterações relacionadas à idade não costumam provocar sintomas em pessoas saudáveis. Essas alterações contribuem para a diminuição da capacidade de idosos em praticar atividades intensas, principalmente em atividades aeróbicas, como corrida, luta, atletismo, entre outras atividades. Contudo, as diminuições na função cardíaca relacionadas à idade podem ser uma causa mais importante para tais limitações. Na questão respiratória, pode ser observada: Resposta: a diminuição da capacidade de expansão e retração do pulmão
	Doença esquelética caracterizada pelo comprometimento da resistência óssea, predispondo o indivíduo a um risco de fratura. Estamos falando de: Resposta: Osteoporose
	Doente com história de tentativa de correção de tíbia esquerda aos 45 anos, em outra instituição, com osteotomia e osteossíntese rígida complicada de síndrome compartimental e infecção, seguida de pseudartrose do foco de osteotomia. Aos 56 anos foi realizados novos exames devido a queixas dolorosa da paciente, e foi constatado infecção óssea. A equipe de enfermagem foi alertada para administrar técnicas assépticas no manuseio de feridas operatórias ou lesões com exposição óssea, monitorar as condições dessas feridas e lesões, monitorar os sinais vitais e dieta para a paciente. Por se tratar de uma infecção óssea podemos afirmar que a paciente desenvolveu... Resposta: Osteomielite 
	Em relação ao sistema respiratório, podemos observar células alveolares tipo 1 (epiteliais escamosas pulmonares), que têm como função formar a parede dos alvéolos pulmonares; e as células alveolares tipo II, que secretam líquido que mantém úmida a superfície entre as células e o ar. Qual o nome deste líquido secretado pelas células alveolares do tipo II? ... Resposta: líquido surfactante
	Em um acidente ocorrido na rodovia 232 km 20, um motociclista, ao tentar realizar uma ultrapassagem em faixa proibida, foi trancado pelo veículo que estava tentando ultrapassar, levando o motociclista a cair na margem da rodovia. Um galho de um arbusto atingiu sua artéria femoral profunda direita, perfurando-a, causado uma isquemia em qual parte do corpo?... Resposta: Membro inferior direito
	Em uma unidade de emergência, paciente dá entrada com lesão por PAF, exames por imagens revelam lesão na veia mesentérica superior. Qual a perda funcional devido a ruptura deste vaso? .. Resposta: Drena o sangue do intestino delgado (veias jejunais e ileais e veia pancreaticoduodenal) e dois terços do intestino grosso (veia ileocólica, veia cólica direita e veia cólica média).
	Familiares de dona Márcia, paciente internada por um mês,
Página1234