Buscar

relatório experimento 2 - química orgânica experimental I

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

16 
Nome: ________________________________________ Turma: ______ Data: ________ 
 
 
RELATÓRIO - Separação e Identificação dos Componentes da Panacetina 
 
I. COMPOSIÇÃO DA PANACETINA 
Desenhe as estruturas químicas de cada um dos componentes da panacetina. 
a) Ácido acetilsalicílico (aspirina) 
 
 
 
 
 
 
 
b) Sacarose 
 
 
 
 
 
 
 
c) Fármaco desconhecido (acetanilida ou fenacetina). Indique o p.f. de cada composto de 
acordo com a literatura. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
II. SEPARAÇÃO DOS COMPONENTES 
a) Complete a tabela abaixo de acordo com seus dados experimentais. 
 Sacarose Aspirina Fármaco Desconhecido 
Massa (g) 
%Massa (m/m) 
p.f. (°C) - - 
 
b) Baseado no ponto de fusão experimental obtido para o fármaco desconhecido, você diria 
que a sua amostra de panacetina contém acetanilida ou fenacetina? Justifique. 
 
 
III. REFERÊNCIAS 
 
 
 
 
1,069 g 0,547 g
111,7°C
0,642 g
35,63% 21,40% 18,23%
Bruno Vieira Costa 28/08/234216A
fenacetina
p.f. = 134ºC
acetanilida
p.f. = 113,7ºC
0
OH
0
0
CH20H CH20H
- O
OH OHO
entre e0 - ↑
OH CH20H
&H OH
H 0
N
·
0
0 N
H
QMC5230 - Química Orgânica Experimental I
Aluno: Bruno Vieira Costa
Curso: Química Bacharelado
Experimento 2 - Separação e identificação dos componentes da panacetina
Resultados e discussão 
1) Separação da sacarose
A massa obtida para a separação de sacarose foi 1,069 g. Com isso podemos calcular a porcentagem de sacarose 
presente na amostra utilizando a relação 1.
3,000 g de panacetina ——————— 100%
1,069 g de sacarose ————————- x
x = 35,63 % (m/m)
2) Separação da aspirina
A massa obtida na separação da aspirina (ácido acetilsalicílico) foi de 0,642 g. A porcentagem de ácido 
acetilsalicílico na panacetina pode sr calculada a partir da relação 2.
3,000 g de panacetina ——————- 100%
0,642 g de aspirina ———————- x
x = 21,40%
3) Separação e identificação do composto desconhecido
Obtivemos massa de 0,547 g do composto desconhecido. Com isso, podemos calcular a porcentagem da substância 
desconhecida presente na amostra a partir da reação 3.
3,000 g de panacetina —————— 100%
0,547 g da substância—————— x
x = 18,23%
A porcetagem obtida para a substância desconhecida deveria ter sido maior, isso tendo em vista que houve um erro 
no procedimento experimental onde na etapa da rotaevaporar o solvente não foi medida a massa do balão vazio, sendo 
assim para pesar a quantidade da substância desconhecida foi necessário raspartmos o solido de dentro da vidraria, 
ocasionando, assim, uma perda de massa.
A partir da análise do ponto de fusão da substância desconhecida, podemos chegar à conclusão que o componente 
presente na panacetina se trata da acetanilida, isso tendo em vista que o ponto de fusão obtido experimentalmente 
foi de 111,7ºC. Com base dos dados presentes na literatura, vemos que os pontos de fusões da acetanilida e da 
fenacetina são, respectivamente, 113,7ºC e 134ºC. Logo como o p.f. experimental foi de 111,7ºC, chegamos à 
conclusão que o composto se trata da acetanilida.