Buscar

SLIDE - REFORMA PSIQUIÁTRICA E ATENÇÃO PSICOSSOCIAL

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 30 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 30 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 30 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

www.cursoms.com.br
Reforma Psiquiátrica 
e Atenção 
psicossocial
Profª Rebeca V. M. Campos
www.cursoms.com.br
Reforma Psiquiátrica1
Início nos anos 70 com o objetivo de mudar a realidade dos manicômios
desinstitucionalização de moradores de manicômios criando serviços de atenção psicossocial
Direitos humanos no combate à ditadura militar
experiências exitosas de países europeus na substituição de um modelo de saúde mental 
baseado no hospital psiquiátrico por um modelo de serviços comunitários com forte inserção 
territorial.
Movimento Social da Luta Antimanicomial – mudança do modo asilar para o modo psicossocial
Fruto da mobilização de usuários, familiares e trabalhadores da Saúde
Fechamento dos manicômios
Lei nº 10.216/2001 que afirma os direitos das pessoas portadoras e transtornos mentais
Em 1989, um projeto de lei do deputado Paulo Delgado, apresentado ao Congresso Nacional, sugeria um 
novo modelo de tratamento na assistência psiquiátrica.
www.cursoms.com.br
Modo asilar X Modo Psicossocial
2
Modo asilar Modo psicossocial
Foco no orgânico, método 
medicamento, sujeito passivo 
não participante do processo, 
falta de comunicação entre os 
participantes
Entendimento global do sujeito, 
indivíduo participante do 
processo saúde-doença, 
desmedicalização, 
interdisciplinaridade, tratamento 
ampliado
Modelos piramidais ou verticais, 
hegemonia médica
Modelo horizontal, 
descentralização, equiparação 
das relações de poder
Poder e saber são inseparáveis Participação e auto-gestão
Foco no sintoma dimensão subjetiva e a 
sociocultural como influências do 
processo saúde-doença-cura.
www.cursoms.com.br
QUESTÃO 14
(PSICÓLOGO – RESMULTI/UFC 2018) Considerando o modo asilar e o modo 
psicossocial como dois modos básicos de práticas em Saúde Mental que se apresentam 
no contexto atual, assinale abaixo o item que caracteriza de forma correta composição 
dessas práticas.
A) O modo asilar dá ênfase à participação da população (além da participação da 
clientela efetiva) na esfera que diz respeito ao poder decisório da instituição.
B) Heterogestão, estratificação e interdição institucionais são metas radicais no modo 
psicossocial, por oposição à participação, autogestão e interdisciplinaridade que 
dominam no modo asilar.
C) O paradigma do modo psicossocial propõe a organização programática em forma de 
equipamentos integrais. Nesses a integralidade é considerada tanto em relação ao 
território, quanto em relação ao ato propriamente terapêutico.
D) Desospitalização, desmedicalização e implicação subjetiva e sociocultural são metas 
radicais no modo asilar, por oposição a hospitalização, medicalização e objetificação, 
que são elementos componentes desse parâmetro no paradigma psicossocial.
www.cursoms.com.br
LEI Nº 10.216/20013
Dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais 
e redireciona o modelo assistencial em saúde mental.
Art. 2º Direitos da pessoa com transtorno mental:
I - ter acesso ao melhor tratamento do sistema de saúde, consentâneo às suas
necessidades;
II - ser tratada com humanidade e respeito e no interesse exclusivo de beneficiar
sua saúde, visando alcançar sua recuperação pela inserção na família, no trabalho e na
comunidade;
III - ser protegida contra qualquer forma de abuso e exploração;
IV - ter garantia de sigilo nas informações prestadas;
V - ter direito à presença médica, em qualquer tempo, para esclarecer a
necessidade ou não de sua hospitalização involuntária;
VI - ter livre acesso aos meios de comunicação disponíveis;
VII - receber o maior número de informações a respeito de sua doença e de seu
tratamento;
VIII - ser tratada em ambiente terapêutico pelos meios menos invasivos possíveis;
IX - ser tratada, preferencialmente, em serviços comunitários de saúde mental.
www.cursoms.com.br
QUESTÃO 3
(PSICÓLOGO – RESMULTI/UFC 2020) O início do processo de Reforma 
Psiquiátrica no Brasil é contemporâneo da eclosão do “movimento 
sanitário”, nos anos 70. Mas, somente no ano de 2001, a Lei Federal 
10.216 é sancionada no país. Sobre o que dispõe a Lei 10.216? 
A) A política para a questão do álcool e de outras drogas com a 
incorporação da estratégia de redução de danos. 
B) A proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos 
mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental. 
C) A articulação entre as gestões federal, estadual e municipal, sob o 
poder de controle social, exercido através dos Conselhos de Saúde. 
D) As Linhas específicas de financiamento do Ministério da Saúde para a 
manutenção dos serviços abertos e substitutivos ao hospital 
psiquiátrico. 
www.cursoms.com.br
Apoio Matricial de acordo com Gastão 
Wagner
4
Equipes de referência e apoio especializado matricial: um ensaio sobre a 
reorganização do trabalho em saúde
• vínculo terapêutico entre equipe e usuários - novo padrão de responsabilidade 
pela co-produção de saúde. 
• gestão colegiada
• transdisciplinaridade das práticas e dos saberes – superação de aspectos 
fundamentais do modelo médico hegemônico
• Novos padrões de interrelação entre equipe e usuários. 
• Ampliação do compromisso dos profissionais com a produção de saúde e 
quebrasse obstáculos organizacionais à comunicação.
• A iniciativa em relação a cada caso e a principal responsabilidade
pelo desdobramento do projeto seriam da equipe de referência.
• Uma das funções dos profissionais de referência seria elaborar e aplicar o projeto 
terapêutico individual.
www.cursoms.com.br
QUESTÃO 13
(PSICÓLOGO – RESMULTI/UFC 2018) Os conceitos de apoio matricial e equipe de referência foram 
propostos por Gastão Wagner de Sousa Campos dentro da linha de pesquisa voltada para a reforma 
das organizações e do trabalho em saúde.
Posteriormente, essa metodologia de gestão do cuidado foi adotada em serviços de saúde mental. 
Considerando o exposto, assinale o item correto.
A) O conceito de apoio matricial pressupõe a adoção de um referencial biomédico sobre o processo 
saúde e doença.
B) O apoio matricial tem como objetivo principal ampliar as possibilidades de construção de vínculo 
entre profissionais e usuários.
C) O funcionamento dialógico e integrado da equipe de referência pressupõe tomá-la como um 
espaço coletivo, que discute casos clínicos, sanitários ou de gestão.
D) A equipe, ou profissional de referência, é aquele que tem a responsabilidade pelo fortalecimento 
de processos coletivos e pela implementação dos princípios e diretrizes da Política Nacional de 
Humanização (PNH).
www.cursoms.com.br
Campos da saúde Mental - Amarante5
SAÚDE MENTAL E ATENÇÃO PSICOSSOCIAL.
Amarante afirma que a natureza do campo contribui para um pensamento em
termos de complexidade, simultaneidade, transversalidade de saberes,
construcionismo e reflexidade. Logo, a saúde mental é um campo polissêmico e
plural na medida em que diz respeito ao estado mental dos sujeitos e das
coletividades que são condições altamente complexas.
Teórico -
Conceitual
Técnico-
Assistencial
Jurídico-
Política Sociocultural
www.cursoms.com.br
QUESTÃO 9
(PSICÓLOGO – RESMULTI/UFC 2019) 24. Segundo Paulo 
Amarante, os campos da saúde mental e da atenção 
psicossocial são processos sociais complexos que abrangem 
algumas dimensões. Quais são as dimensões referidas pelo 
autor? 
A) Científica e Bioética. 
B) Ética, Política e Interventiva. 
C) Jurídico-Política, Sócio-Assistencial e Bioética. 
D) Teórico-Conceitual, Técnico-Assistencial, Jurídico-Política 
e Sociocultural. 
www.cursoms.com.br
Política Nacional de Humanização6
Lançada em 2003, a Política Nacional de Humanização (PNH) busca pôr em prática 
os princípios do SUS no cotidiano dos serviços de saúde, produzindo mudanças nos 
modos de gerir e cuidar.
Humaniza
SUS
Produção e gestão 
de cuidados
• Trabalhadores
• Usuários 
• Gestores
Princípios
Transversalidade
• Diálogo entre diferentes especialidades
• Produção de saúde corresponsável
Indissociabilidade entre atenção e gestão
• Trabalhadores e usuários devemconhecer com a gestão 
funciona e participar ativamente do processos de 
decisão
• O usuário e sua rede sociofamiliar devem também se 
corresponsabilizar pelo cuidado de si nos tratamentos.
Protagonismo , corresponsabilidade e autonomia dos 
sujeitos e coletivos
• Um SUS humanizado reconhece cada pessoa como 
legítima cidadã de direitos e valoriza e incentiva sua 
atuação na produção de saúde.
www.cursoms.com.br
Diretrizes - HumanizaSUS6
Acolhimento
O que é?
• Reconhecer o que o outro traz como legítima e singular 
necessidade de saúde. 
• Sustentar a relação entre equipes/serviços e usuários/ 
populações. 
• É construído de forma coletiva, objetiva a construção 
de relações de confiança, compromisso e vínculo entre 
as equipes/serviços, trabalhador/equipes e usuário 
com sua rede socioafetiva.
Como faz?
• Escuta qualificada 
• Acesso oportuno dos usuários a tecnologias adequadas 
às suas necessidades
• Atendimentos com prioridades a partir da avaliação de 
vulnerabilidade, gravidade e risco.
Gestão participativa e cogestão
O que é?
• Inclusão de novos sujeitos
nos processos de análise e decisão 
• Ampliação das tarefas da gestão 
• Espaço de realização de análise dos contextos, da 
política em geral e da saúde em particular
Como faz?
Colegiados gestores, mesas de negociação, contratos 
internos de gestão, Câmara Técnica de Humanização 
(CTH), Grupo de Trabalho de Humanização (GTH), Gerência 
de Porta Aberta, entre outros, são arranjos de trabalho que 
permitem a experimentação da cogestão no cotidiano da 
saúde.
www.cursoms.com.br
Diretrizes - HumanizaSUS6
Ambiência
O que é?
Criar espaços saudáveis, acolhedores e confortáveis,
que respeitem a privacidade, propiciem mudanças
no processo de trabalho e sejam lugares
de encontro entre as pessoas.
Como faz?
A discussão compartilhada do projeto arquitetônico,
das reformas e do uso dos espaços de acordo
com as necessidades de usuários e trabalhadores
de cada serviço é uma orientação que pode melhorar
o trabalho em saúde.
Clínica Ampliada
O que é?
• Ferramenta teórica eprática
• Comtribue para uma abordagem
• clínica do adoecimento e do sofrimento,
• Considera a singularidade do sujeito e a complexidade
• do processo saúde/doença. 
• Permite o enfrentamento da fragmentação do 
conhecimento
• e das ações de saúde e seus respectivos danos
• e ineficácia.
Como faz?
Utilização de recursos que permitam enriquecimento
dos diagnósticos (outras variáveis, além do enfoque
orgânico, inclusive a percepção dos afetos produzidos nas 
relações clínicas) e a qualificação do diálogo (tanto entre 
os profissionais de saúde envolvidos no tratamento quanto 
destes com o usuário), de modo a possibilitar decisões 
compartilhadas e compromissadas com a autonomia e a 
saúde dos usuários do SUS.
Valorização do trabalhador
Defesa dos direitos dos usuários
www.cursoms.com.br
QUESTÃO 5
(PSICÓLOGO – RESMULTI/UFC 2020) A Política Nacional de Humanização utiliza a 
Clínica Ampliada como uma de suas diretrizes para a orientação das equipes que tem 
por tarefa produzir saúde. Considerando o exposto, aponte uma afirmativa que 
caracterize o dispositivo da Clínica Ampliada. 
A) Construção compartilhada de diagnósticos e terapêuticas. 
B) Desenvolvimento de bases conceituais que aprofundem na racionalidade clínica da 
Biomedicina. 
C) Inclusão da alopatia com ênfase na seguinte premissa: a produção de saúde se dá 
na experiência material do corpo. 
D) Articulação de arranjos e dispositivos que privilegiem a comunicação hierarquizada 
na equipe e na rede assistencial. 
www.cursoms.com.br
LEI No 10.708/2003 - De Volta para Casa7
Institui o auxílio-reabilitação psicossocial para pacientes acometidos de transtornos 
mentais egressos de internações.
Art. 2o O benefício consistirá em pagamento mensal de auxílio pecuniário, destinado aos pacientes 
egressos de internações, segundo critérios definidos por esta Lei.
§ 1o É fixado o valor do benefício de R$ 240,00 (duzentos e quarenta reais), podendo ser reajustado pelo Poder Executivo de acordo com a 
disponibilidade orçamentária.
§ 2o Os valores serão pagos diretamente aos beneficiários, mediante convênio com instituição financeira oficial, salvo na hipótese de incapacidade 
de exercer pessoalmente os atos da vida civil, quando serão pagos ao representante legal do paciente.
§ 3o O benefício terá a duração de um ano, podendo ser renovado quando necessário aos propósitos da reintegração social do paciente.
Art. 3o São requisitos cumulativos para a obtenção do benefício criado por esta Lei que:
I - O paciente seja egresso de internação psiquiátrica cuja duração tenha sido, comprovadamente, por um período igual ou superior a dois anos;
II - a situação clínica e social do paciente não justifique a permanência em ambiente hospitalar, indique tecnicamente a possibilidade de 
inclusão em programa de reintegração social e a necessidade de auxíliofinanceiro;
III - haja expresso consentimento do paciente, ou de seu representante legal, em se submeter às regras do programa;
IV - seja garantida ao beneficiado a atenção continuada em saúde mental, na rede de saúde local ou regional.
Art. 4o O pagamento do auxílio-reabilitação psicossocial será suspenso:
I - Quando o beneficiário for reinternado em hospital psiquiátrico;
II - Quando alcançados os objetivos de reintegração social e autonomia do paciente.
www.cursoms.com.br
QUESTÃO 16
PSICÓLOGO – RESMULTI/UFC 2018) Trata-se de uma política pública 
de reabilitação e inclusão social, que visa contribuir para fortalecer o 
processo de desinstitucionalização. Instituído pela Lei 10.708/2003, 
prevê auxílio financeiro de caráter indenizatório para pessoas com 
transtorno mental egressas de internação de longa permanência. 
Qual estratégia de desinstitucionalização corresponde a definição 
acima? Aponte a alternativa correta.
A) Programa de Volta Para Casa.
B) Programa Minha Casa é Meu Lar.
C) Serviços Residenciais Terapêuticos.
D) Projeto de Reabilitação Psicossocial.
www.cursoms.com.br
Apoio Matricial em Saúde Mental 8
Guia Prático de matriciamento em saúde mental - 2011
Matriciamento ou apoio matricial é um novo modo de produzir saúde em que duas ou
mais equipes, num processo de construção compartilhada, criam uma proposta de
intervenção pedagógico-terapêutica.
Formulado por Gastão Wagner Campos (1999), tem estruturado em nosso país um tipo de 
cuidado colaborativo entre a saúde mental e a atenção primária.
Na horizontalização decorrente do 
processo de matriciamento, o sistema
de saúde se reestrutura em dois tipos de 
equipes:
Equipe de 
Referência
Equipe de 
apoio matricial
•Uma área de saber e de prática 
profissional
Núcleo
•Um espaço de limites imprecisos 
onde cada disciplina ou profissão 
buscaria em outras o apoio para 
cumprir suas tarefas teóricas e 
práticas.
Campo
www.cursoms.com.br
Apoio Matricial em Saúde Mental 8
Quando solicitar um matriciamento
• Nos casos em que a equipe de referência sente necessidade de apoio da saúde
mental para abordar e conduzir um caso que exige, por exemplo,
esclarecimento diagnóstico, estruturação de um projeto terapêutico e
abordagem da família.
• Quando se necessita de suporte para realizar intervenções psicossociais
específicas da atenção primária, tais como grupos de pacientes com transtornos
mentais.
• Para integração do nível especializado com a atenção primária no tratamento
de pacientes com transtorno mental, como, por exemplo, para apoiar na adesão
ao projeto terapêutico de pacientes com transtornos mentais graves e
persistentes em atendimento especializado em um Centro de Atenção
Psicossocial (CAPS).
• Quando a equipe de referência sente necessidade de apoio para resolver
problemas relativos ao desempenho de suas tarefas, como, por exemplo,
dificuldades nas relações pessoais ou nas situações especialmente difíceis
encontradas na realidade do trabalho diário.
www.cursoms.com.br
Instrumentos do processos de 
matriciamento
8
Projeto Terapêutico Singular
Interconsulta
Consultaconjunta
Visita domiciliar conjunta
Contato à distância
Genograma
Ecomapa
www.cursoms.com.br
QUESTÃO 1
(PSICÓLOGO – RESMULTI/UFC 2020)De acordo com o Guia Prático de 
Matriciamento, editado pelo Ministério da Saúde (2011), as estratégias de 
matriciamento são colocadas em prática a partir de alguns instrumentos 
utilizados para facilitar esse processo e a consequente união entre os 
trabalhos realizados tanto no âmbito da atenção básica quanto no âmbito 
da saúde mental. Quais são os instrumentos do processo de 
matriciamento? 
A) Interconsulta, Visita domiciliar conjunta, Genograma e Ecomapa. 
B) Constelação familiar, Geoterapia, Acupuntura, Meditação e Yoga. 
C) Projeto terapêutico singular, terapia comunitária, interconsulta e 
consulta conjunta. 
D) Ludo, folder para conhecer a função terapêutica do medicamento 
utilizado e cartazes ilustrativos. 
www.cursoms.com.br
Instrumentos do processos de 
matriciamento8
www.cursoms.com.br
Instrumentos do processos de 
matriciamento8
www.cursoms.com.br
QUESTÃO 7
(PSICÓLOGO – RESMULTI/UFC 2019)O Projeto Terapêutico Singular (PTS) 
é um recurso da clínica ampliada, da humanização em saúde. Nesse 
sentido, como pode ser compreendido o PTS? 
A) Um núcleo que demarca uma área de saber e de prática profissional. 
B) Um processo que estabelece um profissional de referência terapêutica, 
cuja tarefa é articular o cuidado e se constituir como ponto de referência 
para o paciente e para equipe. 
C) A construção de um projeto de vida que implica em um cardápio de 
soluções padronizadas, em que os mesmos procedimentos e ações são 
indicados para as pessoas sob o mesmo diagnóstico. 
D) Um conjunto de condutas terapêuticas articuladas, para um sujeito 
individual ou coletivo, que aceita ser mantido sob vigilância, em ambiente 
controlado e com disciplina institucionalmente definida. 
www.cursoms.com.br
Instrumentos do processos de 
matriciamento8
www.cursoms.com.br
Instrumentos utilizados na 
abordagem familiar8
www.cursoms.com.br
QUESTÃO 11
(PSICÓLOGO – RESMULTI/UFC 2018) Para um cuidado integral em saúde mental a abordagem familiar é fundamental. 
Considerando o exposto, assinale o item que define corretamente as ferramentas de abordagem familiar.
A) GENOGRAMA: o Genograma Familiar é uma representação gráfica da família. Identifica suas relações e ligações dentro 
de um sistema multigeracional (no mínimo três gerações). Instrumento amplamente utilizado na Terapia Familiar, na 
formação de terapeutas familiares, na Atenção Básica à Saúde e, mais recentemente, em pesquisas sobre família.
B) ECOMAPA: objetiva a avaliação do funcionamento da família de um paciente específico. Fornece informações sobre a 
organização familiar e o posicionamento da família diante dos problemas enfrentados, possibilitando o manejo daquele 
caso específico. Essa ferramenta foca no problema, permite uma aproximação esquematizada para trabalhar com a 
família, facilita a coleta de informações e a elaboração da avaliação com construção de intervenção.
C) ENTREVISTA FAMILIAR: foi desenvolvida em 1975 por Ann Hartman e integra o conjunto dos instrumentos de avaliação 
familiar. O objetivo dessa ferramenta é identificar as relações e ligações da família com o meio onde ela vive. É uma 
representação gráfica do sistema nosológico da família. Identifica os padrões organizacionais da família e a natureza das 
suas relações com o meio, mostrando-nos o equilíbrio entre as necessidades e os recursos da família.
D) PROJETO TERAPÊUTICO DE CUIDADO À FAMÍLIA: objetiva compreender melhor o funcionamento da família estudando 
as suas relações de poder, comunicação e afeto. A família é estudada nas dimensões de inclusão, controle e intimidade. 
Essa ferramenta é bastante útil quando a família se depara com situações que provocam crises familiares e demandam 
negociações e alterações de papéis entre os seus membros. Também é utilizada na avaliação de problemas conjugais ou 
familiares, para entender como a família está lidando com alterações no ciclo da vida.
www.cursoms.com.br
Rede de atenção Psicossocial9
PORTARIA Nº 3.088/2011
Art. 4º São objetivos específicos da Rede de Atenção Psicossocial:
I - promover cuidados em saúde especialmente para grupos mais vulneráveis (criança, 
adolescente, jovens, pessoas em situação de rua e populações indígenas);
II - prevenir o consumo e a dependência de crack, álcool e outras drogas;
III - reduzir danos provocados pelo consumo de crack, álcool e outras drogas;
IV - promover a reabilitação e a reinserção das pessoas com transtorno mental e com 
necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas na sociedade, por meio do 
acesso ao trabalho, renda e moradia solidária;
V - promover mecanismos de formação permanente aos profissionais de saúde;
VI - desenvolver ações intersetoriais de prevenção e redução de danos em parceria com 
organizações governamentais e da sociedade civil;
VII - produzir e ofertar informações sobre direitos das pessoas, medidas de prevenção e cuidado e 
os serviços disponíveis na rede;
VIII - regular e organizar as demandas e os fluxos assistenciais da Rede de Atenção Psicossocial; 
e
IX - monitorar e avaliar a qualidade dos serviços por meio de indicadores de efetividade e 
resolutividade da atenção.
www.cursoms.com.br
Rede de atenção Psicossocial9
PORTARIA Nº 3.088/2011
www.cursoms.com.br
Rede de atenção Psicossocial9
PORTARIA Nº 3.088/2011
Os Centros de Atenção Psicossocial estão organizados nas seguintes modalidades:
• CAPS I: atende pessoas com transtornos mentais graves e persistentes e também com necessidades decorrentes do uso de 
crack, álcool e outras drogas de todas as faixas etárias; indicado para Municípios com população acima de vinte mil 
habitantes;
• CAPS II: atende pessoas com transtornos mentais graves e persistentes, podendo também atender pessoas com 
necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas, conforme a organização da rede de saúde local, 
indicado para Municípios com população acima de setenta mil habitantes;
• CAPS III: atende pessoas com transtornos mentais graves e persistentes. Proporciona serviços de atenção contínua, com 
funcionamento vinte e quatro horas, incluindo feriados e finais de semana, ofertando retaguarda clínica e acolhimento 
noturno a outros serviços de saúde mental, inclusive CAPS Ad, indicado para Municípios ou regiões com população acima 
de duzentos mil habitantes;
• CAPS AD: atende adultos ou crianças e adolescentes, considerando as normativas do Estatuto da Criança e do 
Adolescente, com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas. Serviço de saúde mental aberto e de 
caráter comunitário, indicado para Municípios ou regiões com população acima de setenta mil habitantes;
• CAPS AD III: atende adultos ou crianças e adolescentes, considerando as normativas do Estatuto da Criança e do 
Adolescente, com necessidades de cuidados clínicos contínuos. Serviço com no máximo doze leitos leitos para observação 
e monitoramento, de funcionamento 24 horas, incluindo feriados e finais de semana; indicado para Municípios ou regiões 
com população acima de duzentos mil habitantes; 
• CAPS I: atende crianças e adolescentes com transtornos mentais graves e persistentes e os que fazem uso de crack, álcool 
e outras drogas. Serviço aberto e de caráter comunitário indicado para municípios ou regiões com população acima de 
cento e cinquenta mil habitantes.
www.cursoms.com.br
QUESTÃO 19
PSICÓLOGO – RESMULTI/UFC 2018) Os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) são 
serviços comunitários estratégicos, destinados ao atendimento de pacientes portadores 
de transtornos mentais graves e persistentes de uma determinada
área de abrangência. Considerando o exposto, marque o item correto.
A) Os CAPS podem ser classificados e definidos de acordo com os seguintes perfis de 
usuário: mulheres, crianças/ adolescentes e usuários de álcool e de outras drogas.
B) Em 2015, através do Plano Crack, foi regulamentado o CAPS Geral,de funcionamento 
24h e capacidade de acolher pacientes agudos em leitos de internação breve.
C) A colaboração com outras políticas públicas em seu território – especialmente 
Assistência Social, Educação e Sistema de Garantia de Direitos – é também tarefa do 
CAPS.
D) Além do atendimento dos pacientes, é função do CAPS articular-se com os hospitais 
gerais que possuem leitos direcionados para atenção às pessoas com transtorno mental, 
realizando ações de matriciamento e cuidado colaborativo.
	Reforma Psiquiátrica e Atenção psicossocial
	Reforma Psiquiátrica
	Modo asilar X Modo Psicossocial
	Número do slide 4
	LEI Nº 10.216/2001
	Número do slide 6
	Apoio Matricial de acordo com Gastão Wagner
	Número do slide 8
	Campos da saúde Mental - Amarante
	Número do slide 10
	Política Nacional de Humanização
	Diretrizes - HumanizaSUS
	Diretrizes - HumanizaSUS
	Número do slide 14
	LEI No 10.708/2003 - De Volta para Casa
	Número do slide 16
	Apoio Matricial em Saúde Mental 
	Apoio Matricial em Saúde Mental 
	Instrumentos do processos de matriciamento
	Número do slide 20
	Instrumentos do processos de matriciamento
	Instrumentos do processos de matriciamento
	Número do slide 23
	Instrumentos do processos de matriciamento
	Instrumentos utilizados na abordagem familiar
	Número do slide 26
	Rede de atenção Psicossocial
	Rede de atenção Psicossocial
	Rede de atenção Psicossocial
	Número do slide 30