Buscar

Video 460 - Discurso_ Pode se encontrar alegria em servir a deusMP3_160K mp3 (1)


Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 9 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 9 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 9 páginas

Prévia do material em texto

Discurso_ Pode se encontrar alegria em servir a Deus
Speaker2: [00:00:37] Drosera roti de um folha. Não entendeu? Quer que repita? Drosera Roti de um folha. Nunca ouviu falar. Não é o único. Certo dia, andava uma abelha no jardim a voar, à procura de uma linda flor onde pudesse encontrar pólen. E ela encontrou esta linda flor, normalmente de um vermelho muito vivo. E o que é que a nossa abelha fez? Pousou naquela linda flor. Mas a abelha tinha um problema. Sabe qual era? Ela não sabia o que é uma Drosera. Obtido um folha. Mas o que é uma Drosera rota da folha? Bem, a Drosera Rota é de um folha. É uma planta que dá uma linda flor, muito atraente, mas é uma planta carnívora. Isto quer dizer que quando a nossa abelha pousou na traseira de uma folha. E a abelha, em vez de almoçar, foi o almoço da Drosera rota e de um folha. Mas por que é que nós estamos a falar da Drosera Rota e de um Folha? Porque hoje em dia milhões de pessoas estão à procura não de pólen, mas de alegria. E elas pensam que o mundo de Satanás tem alguma coisa a oferecer, porque o mundo de Satanás é atraente. Vamos falar apenas de uma das muitas coisas que o mundo usa para atrair as pessoas. Vamos falar da nova moralidade. Mas o que é a nova moralidade? Bem, certo professor de religião, de religião. Note o que ele disse a respeito da moralidade sexual.
Speaker2: [00:02:40] Ele diz assim Não há lei associada com o sexo. Repito absolutamente nenhuma lei. Não há nada que devem ou não devem fazer. E eu do facto que o mundo pensa não. E as pessoas podem fazer o que quiserem para ser alegres. Não há limites, não há fronteiras, não há nada proibido. Mas o que é que a Bíblia diz? Quer ver? Vamos abrir a nossa Bíblia em Gálatas no capítulo seis. Gálatas, capítulo seis e vamos ler o versículo 07h08. E não do clã, diz Gálatas seis, 07h08. Não se enganem. Não se deixem enganar como a nossa abelha. Com Deus não se brinca, pois o que a pessoa semear, isso também colherá. Porque aquele que semeia visando a carne, como por exemplo, para satisfazer os seus desejos sexuais, o que vai colher colherá da carne, não alegria. Mas o que o apóstolo Paulo diz? Destruição. Mas aquele que semeia, visando o Espírito, colherá do Espírito vida eterna. Então o apóstolo Paulo é muito claro é alguém que acredita na nova moralidade, é atraído pela nova moralidade. O apóstolo Paulo diz Não vai encontrar alegria. Vai encontrar problemas. O apóstolo Paulo estava a exagerar. Não. Quando nós encontramos jovens de 12, 13 anos grávidas, elas não vão ser alegres. Quando nós encontramos pessoas com doenças sexualmente transmissíveis, não encontraram a alegria. Quando a famílias são desfeitas porque um cônjuge ou os dois cônjuges foram infiéis por causa da nova moralidade.
Speaker2: [00:04:48] Não é alegria. O apóstolo Paulo não estava a exagerar o que o mundo tem a oferecer. Pode parecer atraente, mas é mortífero. Mas, apesar de haver muitas outras coisas que o mundo usa para atrair, é claro que o mundo não pode oferecer nada de alegria. Mas será que nós poderíamos ser atraídos por esta nova moralidade? Bem, nós podemos pensar Bem, eu já conheço o que a Bíblia diz. Eu conheço os princípios da Bíblia. Será que mesmo assim podíamos ser atraídos pela Drosera Rosa e da folha? Sim ou não? Imagine o seguinte. Imagine uma telenovela. Já uma vez uma telenovela. Dizem que é preciso ver uma e já chega. O resto é tudo igual. Mudam as pessoas, mas a história. Tudo é a mesma coisa. Então imagine esta nova telenovela que eu acabei de inventar. Eu ainda não tenho nome. Se quiser depois dar o nome eu aceito. Imagine que nesta novela tem uma jovem senhora, linda, linda, linda, linda de morrer, muito bonita. Mas não é só. É muito bonita, mas é muito simpática, muito carinhosa com as crianças, muito amável com os idosos, muito carinhosa. É aquilo que nós em Portugal chamamos um doce de criatura. Esta jovem senhora é casada, mas é casada com um homem muito mais velho do que ela. Mau como as cobras. Feio como a noite. E quando nós olhamos aquela jovem senhora casada com aquele homem, o que nós pensamos? Oh, coitada, ela merecia uma coisa melhor, não é? Não é que parece que nos ouvem? Não é que chega à cidade um homem alto, simpático, jovem, musculoso, olhos verdes e não só, muito bonito, mas muito carinhoso, muito simpático e muito honesto.
Speaker2: O que é que nós começamos a pensar? Olha, este é que era bom para ela. E não é que eles se encontram? E não é que eles se apaixonam? E não é que nós começamos a viver o romance com aquela música de fundo? E não é que um dia eles encontram se atrás da igreja? E não é não. É que eles resolvem fugir da cidade. E nós pulamos do sofá e dizemos Yes! Calma aí. O que aconteceu? Quando nós ficamos tão entusiasmados por aquilo que aconteceu, o que é que nós acabamos de aprovar? Acabamos de provar adultério porque aquela jovem senhora, apesar do marido ser mau como as cobras, feio como era marido. E quando o diabo vê que nós estamos a baixar os nossos padrões de moral, ele sabe que estamos a ser atraídos pela Drosera Rota e não falha. É interessante como o diabo trabalha e como nós precisamos de ter cuidado para nós não sermos atraídos por este mundo. Mas se este mundo não dá alegria. Será que é possível sermos alegres? E se é possível sermos alegres, onde vamos encontrar alegria? Bem, são duas perguntas muito válidas e vamos ver a resposta na Bíblia num único texto.
Speaker2: [00:08:27] Filipenses, capítulo quatro, Filipenses, capítulo quatro e note o versículo quatro. E não tem resposta às duas perguntas. É possível ser alegre? E se sim, onde encontrar alegria? E diz assim Filipenses quatro quatro. Alegrem se sempre no Senhor. Novamente direi Alegrem se. A primeira pergunta está respondida. Está, não é? É possível ser alegre? O apóstolo Paulo diz até duas vezes. Alegres. Alegres. Então é possível sermos pessoas alegres. Mas a pergunta é Onde eu estou? O apóstolo Paulo também responde. Ele não diz Alegrem se no mundo, mas ele diz Alegrem se no Senhor. É apenas por servir a Jeová que nós vamos ter a alegria duradoura e eterna. Bonito texto, não é? Filipenses quatro quatro. É fácil de decorar. Entendeu o texto? Sim. Sim ou não Entendeu? É que alguma coisa que não entendeu. Não posso continuar só para saber. Posso. Sabe porque é que eu estou a perguntar? É porque muitas pessoas quando lêem este texto, dizem alegrem se! Dá para entender? Mas qual é a segunda palavra que lá está? Sempre. Como? Você está sempre alegre. Um. Sempre, sempre, sempre, sempre, sempre, sempre. Você não tem problemas, pois não? Pois não? Não tem. Então como é que é possível estar sempre alegre? O que é que o apóstolo Paulo queria dizer com isso? Enganoso. Não, porque em Tessalonicenses ele diz outra vez Estai sempre alegres. Então, o que quer dizer estar sempre alegres? Sabe.
Speaker2: [00:10:45] Olá, Então tinha dúvidas no texto? O que quer dizer? Como é que nós podemos com os problemas que temos, estarmos sempre alegres? Bom, vamos ver dois exemplos na Bíblia de pessoas que apesar de problemas, estavam sempre alegres. O primeiro exemplo é o exemplo da pessoa mais alegre que já viveu na Terra. Vamos ver em Hebreus, no capítulo 12, no versículo dois. Hebreus 12 dois E note o que lá diz E quem é essa pessoa? Mais alegre. Hebreus 12 dois E diz assim. Olhando atentamente para o agente principal e aperfeiçoador da nossa fé Quem é que estamos a falar? Jesus. Agora note, pela alegria que se lhe apresentou, Ele suportou a morte numa estaca de tortura, desprezando a vergonha, e sentou se à direita do trono de Deus. O que é que este texto diz? Bem, o texto diz que Jesus estava a sofrer numa estaca de tortura. Mas como é que ele estava? O texto diz Alegre. Como? Como é que é possível alguém ter sofrido a noite inteira, ter sido cuspido? Bateram nele, sofreu a noite toda e agora está numa estaca de tortura. E o apóstolo Paulo diz pela alegria que se lhe apresentou. Como é que é possível? Vamos ver outro exemplo. Outro exemplo é só virar a página está em Hebreus também no capítulo dez e no versículo34. Hebreus dez 34. E antes de ler, convém pensar a quem é que o apóstolo Paulo escreveu esta carta? Quem foi? Quando o apóstolo Paulo escreveu esta carta, ele estava a escrever A quem? Sabe.
Speaker2: [00:13:01] Se fizer batota, sabe, não é Hebreus? Consegue ver, não é? Mas quem eram os hebreus? Bem, os hebreus eram uma congregação muito parecida a esta. Só que em vez de estarem em Londres, estavam em Jerusalém. Estes hebreus estavam, na verdade, há muito tempo. Alguns talvez tenham aprendido as boas novas da boca do próprio Jesus Cristo. Mas agora os tempos eram difíceis. Eles estavam a ser perseguidos. E note o versículo 34. Hebreus dez 34. O que o apóstolo Paulo diz, pois foram solidários com os que estavam presos. E agora Note. E aceitaram alegremente o saque de vossos próprios bens, sabendo que possuem algo melhor e duradouro. O que é que o texto diz? Eles foram saqueados e como é que estavam? Vamos ver se entendemos bem este texto. Posso lhe fazer uma pergunta? Posso. Eu vou fazer de qualquer maneira. Lá em casa você tem frigorífico ou geladeira? Tem? Tem. Tem. E tem fogão para fazer o cozido à portuguesa e a feijoada à brasileira? Tem? Tem. Ok. Dá jeito, não é bom. Lá em casa tem televisão. Não é errado ter televisão, nem televisão tem. Eu estou a perguntar porque nunca fui a sua casa e tem tudo ok. Também tenho uma aparelhagem de som para ouvir música, não é? Tem boa? Tem mobília? Tem sofá? Tem cama? Tem sim, Tem tudo isso? Tem, Ok.
Speaker2: [00:14:53] Só para saber, eu nunca fui a sua casa. Posso fazer outra pergunta? Você tem certeza que tem? E você pensa que pergunta estúpida, não é? Quando eu. Quando eu saí de casa, estava lá tudo a estava. Mas o que pode ter acontecido? Aconteceu. A culpa não é minha, é só uma ilustração. Mas o que pode ter acontecido? Alguém pode ter entrado em sua casa, sua geladeira, seu microondas, seu fogão. Desaparece tudo. Como é que você sentia se depois da reunião você chegasse a casa, encontrasse a porta partida, janelas partidas e a casa vazia? Segundo o apóstolo Paulo em Hebreus, Hebreus dez 34, como é que ficava alegre? Alegre. Mas é esta a situação dos cristãos em Jerusalém. Eles tinham sido roubados e tinham ficado. Como é que é possível estar sempre alegre? Como é que eles estavam alegres? Como é que Jesus estava a sofrer na estaca tortura e estava alegre? Para nos entendermos temos que perceber o que é a alegria que nós estamos a falar. Nós não estamos a falar de estar sempre a rir. Não é possível nós estarmos sempre a rir, pois não? Nós estamos a falar daquele senso íntimo de prazer, de saber que estamos a fazer a vontade de Jeová. Quando Jesus estava a morrer na estaca de tortura, ele não estava a sorrir ou a rir, mas ele tinha aquele senso íntimo de prazer de saber que estava a fazer a vontade do Pai.
Speaker2: [00:16:44] Quando aqueles cristãos foram roubados, podemos imaginar algumas irmãs a chorar. Mas eles estavam a ser perseguidos porque eram cristãos. Essa alegria está dentro de si. E dentro de mim ninguém pode roubar. Essa alegria não depende de coisas exteriores. Essa alegria não depende se tem ou não tem saúde. A alegria não depende se o território é bom ou não. Essa alegria é uma qualidade que pertence ao fruto do Espírito Santo de Deus. Posso lhe fazer uma pergunta? Já sabe o que eu faço. Será que você é uma pessoa alegre? Eu não estou a perguntar se está bem disposto hoje, mas é muito mais do que isso. Será que sente no íntimo este prazer de saber que está a fazer a vontade de Jeová? Que motivos é que nós temos para sermos alegres? Bem, no bonito cântico inicial, nós vimos vários motivos para nós sermos pessoas alegres, não foi? Mas vamos analisar apenas alguns, porque não temos muito tempo. Um deles está em João, no capítulo oito e no versículo 32. Quer ver o que lá diz? Em João oito 32. São palavras do próprio Jesus. E este é um motivo para nós sermos pessoas alegres. E diz assim. E conhecerão a verdade, e a verdade irá libertar vos. Qual é o motivo de nós sermos alegres, Conhecermos a verdade? Lembra se daquele dia em que alguém foi à sua porta e lhe disse as boas novas do Reino? Como é que você se sentiu quando ouviu pela primeira vez que é possível nós vivermos para sempre na Terra? Numa palavra.
Speaker2: [00:19:03] Alegria. Como é que você se sentiu quando depois aprendeu que aquela pessoa que morreu na sua família não está no inferno? Não é uma alma penada que está aí a sofrer, mas está simplesmente a descansar. Como é que você se sentiu quando soube que em breve pode voltar a abraçar essa pessoa no novo mundo? Numa palavra, alegria. E o que aconteceu a essa alegria? Bem, essa alegria transbordava em si, não é? Essa alegria fazia com que você falasse a outros. Você estava tão alegre que tinha que falar das boas novas a outras. E vinha lá a tia de Pernambuco pregava. Vinha lá o primo de Trás dos Montes, pregava Você ia ao estádio, pregava, você ia no metro, pregava. Você pregava, pregava, pregava porque estava tão alegre que queria que outros compartilhassem da sua alegria. Posso fazer mais uma pergunta? Anos passaram. Talvez já seja o publicador das boas novas. Já se batizou há muitos anos. Ainda sente a mesma alegria quando vai pregar as boas novas? Lemos que a verdade que tocou o seu coração, que o fez alegre. Não mudou. A verdade é exatamente a mesma, e a nossa alegria não depende se as pessoas ouvem ou não as boas novas. Porque a alegria é um senso íntimo de prazer.
Speaker2: [00:20:42] Portanto, este é um motivo que nós temos para sermos alegres. Conhecemos a verdade e libertou nos de muitas ideias falsas. Outro motivo. Ontem tivemos aqui no Salão do Reino, de manhã, uma saída ao campo. Estavam muitas pessoas, não é? Alguém contou quando estávamos. Alguém contou. Alguém contou quando estavam a pregar no território da congregação. Sim. Sim, sim, sim, é aquele irmão, sabe? Sabe? Não sabe? Olha que não sabe. E sabe por que eu digo que não sabe? Porque mesmo que nós possamos contar os publicadores, nós não conseguimos contar. Os anjos. Portanto, nós podíamos saber que estavam um certo número de pessoas na saída. Mas quantos anjos saíram ontem à pregação conosco? Não sei. E vocês também não sabem. Mas pensem nisto que outras pessoas no mundo podem trabalhar ombro a ombro com anjos, serem protegidos, orientados por anjos. Mais ninguém. Só nós. Só os que pregam as boas novas e que são orientados pelos anjos. Temos muitas experiências que mostram isso. Acho que só tenho tempo para uma. E anotem esta experiência que aconteceu em El Salvador nos anos 80. El Salvador era um país na América Central, em guerra civil. Nos anos 80, estes irmãos queriam pregar a uma pequena aldeia que estava debaixo do controlo dos guerrilheiros que estava contra o governo. Então a única hipótese era ir falar com o chefe dos guerrilheiros e pedir autorização para pregar as boas novas lá.
Speaker2: [00:22:41] Bom, o chefe dos guerrilheiros ouviu e disse Bem, eu admiro a vossa coragem e o facto de virem cá falar comigo. Já é corajoso. Mas eu não vou autorizar. Mas por quê? Ah, eu não vou, eu não vou, porque vocês são patrocinados pelo governo dos Estados Unidos da América. Não, não são. São. Mas nós não somos. Nós somos neutros. E eles explicaram que estes Jeová são. Não, não apoiam nenhum governo, nem Estados Unidos, nem Rússia, nem. Somos totalmente neutros com respeito aos assuntos do mundo. O chefe dos guerrilheiros olhou para o irmão e disse. Tema sua Bíblia. O irmão deu a Bíblia e ele abriu na contracapa. E estava lá feito nos Estados Unidos da América. Mas o irmão teve tempo só de uma pequena oração, daquelas orações super sónicas e. E talvez o anjo lhe tenha orientado para fazer uma pergunta ao guerrilheiro Será que me pode passar a sua metralhadora? Não, não, não. Não se preocupe. Eu sou uma pessoa de paz. Mas pode me emprestar a sua metralhadora? A sua arma. Mãe ele deu. Talvez o irmão nunca tenha visto uma arma na sua vida, mas ao ver a arma, sabe o que é que ele viu? A arma dizia fabricado. Nos Estados Unidos da América. O guerrilheirolá, o chefe dos guerrilheiros disse Bem, com essa que você me convenceu, pode ir. Com uma condição vocês não vão sozinhos. Vão com um soldado atrás de vocês armado.
Speaker3: [00:24:36] Bem.
Speaker2: [00:24:37] Ok. Os irmãos foram naquela manhã, distribuíram a caixa toda de publicações. Nunca chegaram a saber se era porque as pessoas estavam interessadas ou se porque tinha um homem armado atrás. Mas resultou. E os anjos orientaram para que aquela aldeia recebesse as boas novas do reino. Podíamos ficar aqui a manhã toda a contar experiências de como os anjos orientam e protegem os nossos irmãos na pregação. Mas é um motivo de alegria saber que nós pregamos as boas novas. Com um anjo a proteger e a orientar. Também o facto de sermos uma família. Nós tratamos por irmãos e irmãs e é muito interessante que há uns anos atrás, há alguns anos atrás, uma professora no primeiro dia de aulas, fazem sempre aquelas perguntas aos meninos, não é? O que é que faz o teu pai? O que é que faz a tua mãe? Quantos irmãos tens? E quando a professora perguntou à menina de seis anos quantos irmãos tens? Ela Naquela altura ela respondeu Tenho 6 milhões de irmãos. Bom, hoje em dia seria 8 milhões de irmãos. Mas aquela jovem pensava mesmo isso Que quer a família? Que outra organização no mundo pode dizer isso? Seja qual o país que você for. Você tem família? Não é um motivo de alegria. E mesmo quando nós sofremos perseguição ou oposição na escola, ou quem sabe um dia por causa do governo. Ou será que devemos perder a alegria? Não tem experiência de um irmão que você conhece tão bem como eu.
Speaker2: [00:26:27] Este irmão quebrou certa vez a sua integridade. Jeová. Eu soube que quebrar a sua integridade não dá alegria. Sabe de quem eu estou a falar. Quer mais uma pista? Eu dou mais uma pista. Este irmão arrependeu se do erro que fez e mais tarde tornou se parte do Corpo Governante. Sabe o que é que eu estou falando? Uh uh uh! Mais uma pista. Com esta você vai chegar. Este irmão negou o seu melhor amigo três vezes. Já sabe, né? O apóstolo Pedro. Quando o apóstolo Pedro negou Jesus a terceira vez, ele diz que chorou amargamente, arrependeu se. Anos depois, ele foi fiel a Jeová e ele agora tinha autoridade para dizer estas palavras em primeiro de Pedro. Capítulo quatro. E entre o versículo 13h14. O que ele diz quando nós somos perseguidos? Vamos perder a alegria. Note o que ele diz primeiro de Pedro quatro, 13h14. Pelo contrário, continuem a alegrar se na medida em que participam dos sofrimentos de Cristo, para que também se alegrem e fiquem cheios de alegria durante a revelação da sua glória. Se estiverem sendo desonrados por causa do nome de Cristo, são felizes porque o Espírito de glória, sim, o Espírito de Deus está a repousar sobre vocês. Assim, o facto de nós sermos perseguidos não vai terminar a nossa alegria. Vamos continuar a ser alegres, porque sabemos que estamos a fazer a vontade de Jeová. Assim, O que é que vimos esta manhã? Vamos encontrar alegria no mundo? O mundo é a Drosera.
Speaker2: [00:28:35] Como é que é Drosera obtido em folha? É atraente, mas mortífero. E quando apanha as pessoas lá não larga. Então nós não vamos encontrar no mundo. Mas o que é que nos vai dar verdadeira alegria? Houve um raciocínio muito simples de um irmão do Corpo Governante sobre a ressurreição. Você pensa na ressurreição de vez em quando? É normal, não é? Quando alguém na sua família morre ou um amigo seu morre. Mas penso que quando houver a ressurreição, você pode falar com muitas pessoas que você hoje em dia apenas lê na Bíblia. Não é? Com quem é que você gostaria de falar? De conversar? Na ressurreição? Já tem alguém? Ok. Josué. Ester. O rei Davi. Moisés. Abraão. Quem é que você gostaria de ter uma conversa? Imagine que você tem uma conversa com Moisés. Está a imaginar Moisés? Alto, cabelo branco, barba até aqui branca. E agora você tem ali Moisés à sua frente. Você tem tantas perguntas para Moisés e você parece uma metralhadora. Você dispara as perguntas todas. Porque nem isto nem tudo está na Bíblia. Bem, Moisés é a pessoa mais mansa da terra, não é? E ele vai, com muita paciência a responder a tudo. Mas, mais tarde ou mais cedo, Moisés vai lhe fazer uma pergunta. Porque é uma conversa, uma conversa. São dois sentidos, não é? Não é um interrogatório, É uma conversa. E mais tarde ou mais cedo, Moisés olha para si e diz Então e tu? Julgue.
Speaker4: [00:30:26] Não.
Speaker2: [00:30:26] Quem és? Ah, eu sou o Daniel. Ah! Muito prazer, Daniel. Quando é que tu viveste? Quando eu vivi, eu vivi nos últimos dias. E Moisés arregala os olhos. Os olhos ficam assim. Tu, tu, tu, tu, tu és visto nos últimos dias. E. Tu foste um daqueles poucos que nunca morreu. Olha, é verdade, eu sou dos poucos que nunca morre. Sim. Como é que foi? Como é que. Como é que foi viver nos últimos dias? Imagina o que é explicar a Moisés o que é um avião, o que é um computador, o que é um telefone? Ui, vai ser difícil. Moisés nunca viu nada disso. Mas mais tarde ou mais cedo, não é isso que Moisés quer ouvir. Moisés, mais tarde ou mais cedo, vai nos interromper e diz Ok, ok, eu não entendo nada do que estás a dizer. Mas o que é que tu? Fizeste nos últimos dias. Qual é a resposta que nós temos a dar a Moisés? Bem, podemos dizer Bom, eu tenho várias contas bancárias, tinha uma conta bancária com muitas libras aqui na Inglaterra, tinha outra na Europa com o euro. Moisés nem nunca viu 1 £, nem 1 €, nem sabe o que é um banco. Bem, eu tenho vários cursos universitários, fui a universidade e era doutor. Era engenheira, era arquiteta. Moisés nunca viu uma universidade. Ele nem sabe o que é um engenheiro. O que Moisés queria ouvir da sua boca. O que é que Moisés queria ouvir quando ele fez a pergunta O que é que tu fizeste nos últimos dias? Sabe a resposta? Você sabe. Então sabe o que está. A verdadeira e duradoura alegria.

Continue navegando