A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
850 pág.
Quadro Comparativo dos Projetos do CPC 1973 e 2015

Pré-visualização | Página 14 de 50

juiz, que declinará de competência para 
o juízo de domicílio do réu. 
 
Art. 113. A incompetência absoluta 
deve ser declarada de ofício e pode ser 
alegada, em qualquer tempo e grau de 
jurisdição, independentemente de 
exceção. 
§ 1º A incompetência absoluta pode ser 
alegada em qualquer tempo e grau de 
jurisdição e deve ser declarada de ofício. 
§ 1º A incompetência absoluta pode ser 
alegada em qualquer tempo e grau de 
jurisdição e deve ser declarada de ofício. 
§ 1º A incompetência absoluta pode ser 
alegada em qualquer tempo e grau de 
jurisdição e deve ser declarada de ofício. 
§ 1o Não sendo, porém, deduzida no 
prazo da contestação, ou na primeira 
oportunidade em que Ihe couber falar 
 
Quadro comparativo do Código de Processo Civil 
Projeto de Lei do Senado nº 166, de 2010 (nº 8.046, de 2010, na Câmara dos Deputados) 
Obs.: A comparação tem como base a última coluna (Texto Consolidado). 
 
Elaborado pelo Serviço de Redação da Secretaria-Geral da Mesa do Senado Federal. • (Elaboração: 16.12.2014 – 20:39) • (Última atualização: 16.12.2014 – 20:39) 
35
Legislação 
Projeto de Lei do Senado nº 166, de 
2010 
(texto aprovado pelo Senado Federal) 
Substitutivo da Câmara dos 
Deputados 
 (nº 8.046, de 2010, na Câmara dos 
Deputados) 
Texto Consolidado 
com os ajustes promovidos pela 
Comissão Temporária do Código de 
Processo Civil 
nos autos, a parte responderá 
integralmente pelas custas. 
§ 2o Declarada a incompetência 
absoluta, somente os atos decisórios 
serão nulos, remetendo-se os autos ao 
juiz competente. 
§ 2º Declarada a incompetência, serão os 
autos remetidos ao juízo competente. 
§ 2º Após manifestação da parte 
contrária, o órgão jurisdicional decidirá 
imediatamente a alegação de 
incompetência; se acolhida, serão os 
autos remetidos ao juízo competente. 
§ 2º Após manifestação da parte 
contrária, o juiz decidirá imediatamente 
a alegação de incompetência; se 
acolhida, serão os autos remetidos ao 
juízo competente. 
 
§ 3º Salvo decisão judicial em sentido 
contrário, conservar-se-ão os efeitos das 
decisões proferidas pelo juízo 
incompetente, até que outra seja 
proferida, se for o caso, pelo juízo 
competente. 
§ 3º Salvo decisão judicial em sentido 
contrário, conservar-se-ão os efeitos de 
decisão proferida pelo juízo 
incompetente, até que outra seja 
proferida, se for o caso, pelo juízo 
competente. 
§ 3º Salvo decisão judicial em sentido 
contrário, conservar-se-ão os efeitos de 
decisão proferida pelo juízo 
incompetente, até que outra seja 
proferida, se for o caso, pelo juízo 
competente. 
Art. 114. Prorrogar-se-á a competência 
se dela o juiz não declinar na forma do 
parágrafo único do art. 112 desta Lei ou 
o réu não opuser exceção declinatória 
nos casos e prazos legais. 
Art. 65. Prorrogar-se-á a competência 
relativa, se o réu não alegar a 
incompetência em preliminar de 
contestação. 
Art. 65. Prorrogar-se-á a competência 
relativa se o réu não alegar a 
incompetência em preliminar de 
contestação ou nas hipóteses dos arts. 
345, § 3º, e 346, § 2º. 
Art. 65. Prorrogar-se-á a competência 
relativa se o réu não alegar a 
incompetência em preliminar de 
contestação. 
 
Parágrafo único. A incompetência 
relativa poderá ser suscitada pelo 
Ministério Público nas causas em que 
atuar como parte ou como interveniente. 
Parágrafo único. A incompetência 
relativa pode ser alegada pelo Ministério 
Público nas causas em que atuar. 
Parágrafo único. A incompetência 
relativa pode ser alegada pelo Ministério 
Público nas causas em que atuar. 
Art. 115. Há conflito de competência: Art. 66. Há conflito de competência 
quando: 
Art. 66. Há conflito de competência 
quando: 
Art. 66. Há conflito de competência 
quando: 
I - quando dois ou mais juízes se 
declaram competentes; 
I – dois ou mais juízes se declaram 
competentes; 
I – dois ou mais juízes se declaram 
competentes; 
I – dois ou mais juízes se declaram 
competentes; 
II - quando dois ou mais juízes se 
consideram incompetentes; 
II – dois ou mais juízes se consideram 
incompetentes, atribuindo um ao outro a 
II – dois ou mais juízes se consideram 
incompetentes, atribuindo um ao outro a 
II – dois ou mais juízes se consideram 
incompetentes, atribuindo um ao outro a 
Quadro comparativo do Código de Processo Civil 
Projeto de Lei do Senado nº 166, de 2010 (nº 8.046, de 2010, na Câmara dos Deputados) 
Obs.: A comparação tem como base a última coluna (Texto Consolidado). 
 
Elaborado pelo Serviço de Redação da Secretaria-Geral da Mesa do Senado Federal. • (Elaboração: 16.12.2014 – 20:39) • (Última atualização: 16.12.2014 – 20:39) 
36
Legislação 
Projeto de Lei do Senado nº 166, de 
2010 
(texto aprovado pelo Senado Federal) 
Substitutivo da Câmara dos 
Deputados 
 (nº 8.046, de 2010, na Câmara dos 
Deputados) 
Texto Consolidado 
com os ajustes promovidos pela 
Comissão Temporária do Código de 
Processo Civil 
competência; competência; competência; 
III - quando entre dois ou mais juízes 
surge controvérsia acerca da reunião ou 
separação de processos. 
III – entre dois ou mais juízes surge 
controvérsia acerca da reunião ou da 
separação de processos. 
III – entre dois ou mais juízes surge 
controvérsia acerca da reunião ou 
separação de processos. 
III – entre dois ou mais juízes surge 
controvérsia acerca da reunião ou 
separação de processos. 
 
§ 1º O juiz que não acolher a 
competência declinada terá, 
necessariamente, que suscitar o conflito, 
salvo se a atribuir a um outro juízo. 
Parágrafo único. O juiz que não acolher 
a competência declinada deverá suscitar 
o conflito, salvo se a atribuir a outro 
juízo. 
Parágrafo único. O juiz que não acolher 
a competência declinada deverá suscitar 
o conflito, salvo se a atribuir a outro 
juízo. 
Art. 116. O conflito pode ser suscitado 
por qualquer das partes, pelo Ministério 
Público ou pelo juiz. 
 
Parágrafo único. O Ministério Público 
será ouvido em todos os conflitos de 
competência; mas terá qualidade de 
parte naqueles que suscitar. 
§ 2º O Ministério Público será ouvido, 
em quinze dias, nos conflitos de 
competência suscitados nos processos 
em que deve atuar. 
 
Art. 117. Não pode suscitar conflito a 
parte que, no processo, ofereceu exceção 
de incompetência. 
 
Parágrafo único. O conflito de 
competência não obsta, porém, a que a 
parte, que o não suscitou, ofereça 
exceção declinatória do foro. 
 
Art. 118. O conflito será suscitado ao 
presidente do tribunal: 
 
I - pelo juiz, por ofício; 
II - pela parte e pelo Ministério Público, 
por petição. 
 
Quadro comparativo do Código de Processo Civil 
Projeto de Lei do Senado nº 166, de 2010 (nº 8.046, de 2010, na Câmara dos Deputados) 
Obs.: A comparação tem como base a última coluna (Texto Consolidado). 
 
Elaborado pelo Serviço de Redação da Secretaria-Geral da Mesa do Senado Federal. • (Elaboração: 16.12.2014 – 20:39) • (Última atualização: 16.12.2014 – 20:39) 
37
Legislação 
Projeto de Lei do Senado nº 166, de 
2010 
(texto aprovado pelo Senado Federal) 
Substitutivo da Câmara dos 
Deputados 
 (nº 8.046, de 2010, na Câmara dos 
Deputados) 
Texto Consolidado 
com os ajustes promovidos pela 
Comissão Temporária do Código de 
Processo Civil 
Parágrafo único. O ofício e a petição 
serão instruídos com os documentos 
necessários à prova do conflito. 
 
Art. 119. Após a distribuição, o relator 
mandará ouvir os juízes em conflito, ou 
apenas o suscitado, se um deles for 
suscitante; dentro do prazo assinado pelo 
relator, caberá ao juiz ou juízes prestar 
as informações. 
 
Art. 120. Poderá o relator, de ofício, ou 
a requerimento de qualquer das