A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Roteiro_Estudo_UndIII_2011 - 3

Pré-visualização | Página 1 de 3

Universidade Federal de Rondônia – UNIR 
Ciências Biológicas 
 
 
Biologia Celular: Roteiro de Estudo _ Unidade III 
 
 Uerisson Nascimento de Araújo Rebelo 201111347 
 
A - TRÁFEGO DE VESÍCULAS NA VIA SECRETORA 
 
1) Quais as funções desempenhadas pelo Complexo de Golgi? 
R: Processamentos que evoluem glicosilação, sulfatação ou fosforilação de proteínas e de lipídios. A 
fosforilação de um resíduo de manose se destna a enzimas para o interior dos lisossomos. O golgi também 
é respondável pela polimerização de açúcares, como aqueles que formam a parede das células vegeais e 
as glicosaminoglicanas das células animais 
 
2) Quais os possíveis destinos para uma vesícula que sai do Golgi? 
R: As vesículas que brotam da rede trans do golgi são destinadas para secreção, para os lisossomos ou para 
membrana plasmática. 
 
3) Como o Complexo de Golgi identifica a proteína que veio do RER destinada ao lisossomo? Que processo 
esta proteína sofrerá no Golgi? 
R: A formação de lisossomos envolve a síntese de proteínas que vão compor suas membranas, bem como de 
proteínas solúveis, que ficam nas cavidades dos lisossomos. 
As proteínas presentes na luz dos lisossomos são marcadas dos lisossomos são marcadas por resíduos de 
manose-6-fosfato depois que elas entram no complexo de golgi receptores específicos presentes na 
membrana da rede trans do golgi, os MPRs, reconhecem a manose-6-fosfato e as proteínas que carregam 
esses resíduos. Os complexos resultantes da ligação receptor-proteína são empacotados em vesículas de 
transporte especificamente destinadas aos lisossomos. Sugere-se qie, por sua vez, as proteínas das 
membranas lisossômicas são marcadas por seqüências específicas de aminoácidos em suas caudas 
citoplasmáticas e não por resíduos de manose-6-fosfato. 
 
4) Existem dois tipos de vias secretoras: a via de fluxo contínuo e a via regulada. Como funcionam? 
Exemplifique. 
R: A via de fluxo contínuo ou constitutiva, que ocorre em todas as células, leva à secreção contínua, não-
regulada, de macromoléculas, em que a célula exocita macromoléculas à medida que as elabora. Exemplos 
de secreção contínua incluem a secreção de colágeno pelos fibroblastos e das proteínas do soro pelos 
hepatócitos. No entando, algumas células também possuem uma via secretora regulada, no qual 
macromoléculas específicas são secretadas em resposta a sinais extracelulares. São exemplos de secreção 
regulada a liberação de hormônios pelas células endócrinas, a liberação de neurotransmissores pelos 
neurônios e a liberação de enzimas digestivas pelas células acinosas do pâncreas. 
 
B - MITOCÔNDRIA E RESPIRAÇÃO CELULAR 
 
5) Caracterize as membranas externa (M.M.E.) e interna (M.M.I.) da mitocôndria, com relação à constituição e 
à permeabilidade. 
R: MME: contém enzimas de degradação, é permeável, porinas, rica em colesterol (dupla camada lipídica, 
presena de proteínas (porinas), 
MMI: altamente seletiva, impermeável, contém proteínas, faz seleção do que vai entrar na matriz 
mitocondrial, 
 
6) Quais os três principais tipos de proteínas encontradas na M.M.I.? Que funções bioquímicas estão 
associadas a estas proteínas? 
R: Transpostadoras (seletividade); da Cadeia de transporte de elétrons e a ATPSintase que faz a síntese de 
ATP; 
7) Qual a constituição da matriz mitocondrial? Que processos ocorrem em seu interior? 
R: contém uma mistura de centenas de enzimas, DNA mitocondrial, grânulos, ribossomos participam da 
síntese de proteína, O ciclo do ácido cítrico, replicação, transcrição e tradução do DNA mitocondrial. 
 
8) Qual a provável origem das mitocôndrias? Explique. 
R: teoria endossibiótica: esta sugere que as mitocôndrias e os cloroplastos são organelas derivadas da 
interação entre um organismo procarionte ancestral aeróbio e um organismo eucarionte unicelular 
anaeróbio. 
 
C - CÉLULA VEGETAL E FOTOSSÍNTESE 
 
9) Qual a constituição química e função da parede celular? 
R: A constituição química da parede celular são os polissacarídeos estruturais, formados por longas cadeias de 
açucares ligados uns aos outros por ligações glicosídicas. Dentre eles os mais comuns são celulose, 
hemicelulose e pectinas. 
A parede celular impede a mobilidade das células, participa da aderência, da aglutinação celular, da 
interação com células vizinhas e influi no crescimento, nutrição, reprodução e defesa. 
 
10) Qual a importância do vacúolo para a célula vegetal? 
R: Faz o controle osmótico da célula vegetal. 
 
11) Descreva a estrutura do cloroplasto, identificando os locais nos quais acontecem as etapas fotoquímica e 
química da fotossíntese. 
R: O Cloroplasto é uma organela citoplasmática presente nas células vegetais. Ele é constituído por uma 
membrana esterna lisa, uma membrana interna meio espessa curvada para seu interior, possui DNA, 
polirribossomos, plastorribossomos, granum ou grão, estroma e as tilacoides. 
A etapa fotoquímica acontece na membrana das tilacoides. A etapa química da fotossíntese acontece no 
estroma, sem a necessidade de luz. 
 
12) Que é fotossíntese? Qual o principal produto final gerado por este processo? 
R: É o processo pela qual energia solar é capitada pela molécula de clorofila e convertida em energia química. 
A glicose o principal produto da fotossíntese, porém a maior parte de carbono fixado é convertida 
preferencialmente em sacarose ou amido. 
 
D - CITOESQUELETO 
 
13) Quais são os elementos básicos estruturais do citoesqueleto? 
R: Os filamentos de actina são os responsáveis por formar a superfície celular e ajuda na locomoção da célula; 
os microtúbulos ajudam no posicionamento das organelas, e no transporte intracelular; e os filamentos 
intermediários compõem a força mecânica da célula, na sua resistência. 
 
14) Que são microtúbulos? Qual a sua importância para a célula? 
R: São pequenas estruturas cilíndricas e ocas formadas por proteínas, com diâmetro de aproximadamente 
24nm. Serve de base para movimentação ou locomoção de proteínas motoras. 
 Microtúbulos são estruturas ocas e tabulares formada por monômeros de tubulina, A parede do microtúbulo 
é composta de proteínas globulares denominadas protofilamentos que são alinhadas paralelamente ao 
longo do eixo do túbulo, Cada protofilamentos é polimerizado a partir de blocos dimericos constituídos de 
uma subunidade globular de alfa tubulina e beta tubulina, assim como a actina os Microtúbulos se 
polimerizam e despolimerizam de acordo com a necessidade da célula. É responsável também por conferi 
forma a célula, organização das organelas celulares, transporte intracelular e formação dos Cílios e flagelos. 
 
15) Qual a importância dos filamentos de actina para a célula? 
R: São importantes pois, sustentam a membrana plasmática, junto com as proteínas motoras auxilia na 
locomoção celular; forma o anel contráctil da telófase; confere formas as células e gera a microvilosidade da 
célula. | O Filamento de actina é responsável junto com as proteínas motoras pelo movimento coordenado 
das células, ela também conferi formas as mesmas, participa do anel contráctil da citocinese e participa da 
estruturação das microvilosidades. (Formas e Locomoções Celulares) 
 
16) Onde se encontram os filamentos intermediários? Quais funções desempenham na célula? 
R: Encontram-se entre os filamentos finos de actina e dos filamentos grossos de miosina das células 
musculares lisas, A sua principal função é dar rigidez e apoio estrutural a célula. (Força Mecânica e 
Resistência). 
 
E - MATRIZ EXTRACELULAR 
 
17) Que é a matriz extracelular? Quais são seus componentes? 
R: É basicamente o espaço que circunda a célula. Esse espaço ”extracelular” forma uma complexa e extensa 
rede de macromoléculas compostas por proteínas e polissacarídeos que são secretados pelas células que 
na matriz residem. 
Componentes: Colágeno, fibronectina, laminina,