A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
90 pág.
Aula_7_e_8

Pré-visualização | Página 4 de 4

– Do total de 72 metais, 59 são classificados como 
elementos-traço, dos quais 17 são muito tóxicos 
– Mercúrio, prata, cobre, cádmio, zinco, chumbo, 
cromo, níquel, cobalto, e outros 
– tendem a aderir aos sólidos em suspensão e 
compostos orgânicos - concentração entre 1000 e 
10.000 vezes maior do que nas águas 
– podem comprometer a presença de microorganismos 
que decompõem a matéria orgânica nas águas (OD 
como falso indicador) 
– Processos de bioacumulação 
Parâmetros físicos e químicos... 
COR 
• Resultado das substâncias dissolvidas: decomposição 
da matéria orgânica (ácidos húmicos – água amarelada 
– e fúlvicos) e minerais como o ferro (água 
avermelhada) e o manganês (água negra) oxidados 
• Águas com alto conteúdo de Fe2+ são incolores, mas ao 
entrarem em contato com o oxigênio do ar ficam 
amareladas (Fe3+), o que lhes conferem aparência nada 
agradável 
• A cor artificial resulta da poluição (resíduos domésticos, 
industriais, agrícolas, etc.) 
• A medição é feita comparando-se a amostra com uma 
solução padrão de Platian-Cobalto ou disco colorido, 
sendo ppm de Pt-Co a unidade mais usada 
Parâmetros físicos e químicos... 
TRANSPARÊNCIA 
• Qualidade determinada pela cor e turbidez da água 
• É medida “in loco” através de um disco de porcelana 
que se mergulha na água (disco de Secchi) 
MINERAÇÃO 
• Rebaixamento do nível d’água subterrâneo 
• Pilhas de rejeitos 
– Possível contaminação do solo 
• Barragens de rejeitos 
– Abundância de contaminantes tóxicos e 
carcinogênicos (chumbo, fluoretos, mercúrio, p. ex.) 
• Assoreamento 
• Barragens de contenção de sólidos 
• Rompimento de barragens 
– Destruição completa do equilíbrio morfológico e 
ecológico em cursos d’água 
Alteamentos 
REJEITO VIRA NEGÓCIO NA MINERAÇÃO 
VALE vai extrair até 31 milhões de toneladas de minério de ferro baixo 
teor que estavam depositados em barragens de suas minas 
(http://ambientalsustentavel.org/2011/rejeito-vira-negocio-na-mineracao/) 
Parâmetros físicos e químicos... 
pH 
• concentração de íons hidrogênio na água ou solução 
• Os valores variam de 1 a 14, sendo neutro com o valor 
7, sendo que a mudança de uma unidade significa um 
aumento de 10 vezes na concentração do íon 
hidrogênio 
• O ideal para a biota aquática é entre 6,5 e 7,5 
• A acidez dos corpos d’água tem origem na dissolução 
de rochas, absorção de gases da atmosfera, oxidação 
da matéria orgânica e fotossíntese, além de esgotos e 
despejos domésticos e industriais (Von Sperling, 1996) 
Parâmetros físicos e químicos... 
pH 
• Sua variação pode levar à 
corrosividade e agressividade 
das águas de abastecimento, 
redução da biota aquática e 
impedimento de alguns usos 
• Sua medição ocorre 
normalmente com peagâmetro 
Parâmetros físicos e químicos... 
ALCALINIDADE 
• É a quantidade de íons na água necessários para 
neutralizar os íons hidrogênio (ácidos) 
• É função direta da presença e/ou ausência de 
carbonatos (CO3
2-), bicarbonatos (HCO3-) e hidróxidos 
(OH-) na água 
• O aumento da alcalinidade é utilizado para gerar 
processos de coagulação, redução da dureza e 
prevenção da corrosão em sistemas de abastecimento 
de água 
Parâmetros físicos e químicos... 
ACIDEZ 
• Capacidade da água em resistir às mudanças de pH 
geradas pelas bases 
• Esta capacidade está ligada principalmente à presença 
de CO2 livre absorvido da atmosfera, resultante da 
decomposição de matéria orgânica ou de despejos e 
esgotos 
• Situações de pH > 8,2, não há CO2 livre; para pH 
entre 4,5 e 8,2, ocorre acidez carbônica; para pH < 4,5, 
há forte acidez (Von Sperling, 1996) 
Parâmetros físicos e químicos... 
DUREZA (mg/l) 
• É a concentração de cátions multimetálicos em solução 
• É também concebida como o poder da água em neutralizar 
o sabão pelo efeito de cátions como o cálcio, magnésio, Fe, 
Mn, Cu, Ba, etc (CPRM, 1997) 
• Os cátions divalentes Ca2+ e Mg2+ são os principais 
elementos associados à dureza 
• Quando ocorre supersaturação, estes cátions reagem com 
certos ânions na água, formando precipitados químicos 
• As águas duras, portanto, são incrustantes 
 
AMOSTRAGEM 
• Materiais a serem amostrados; 
• Parâmetros a serem analisados; 
• Número, profundidade e localização dos pontos de 
amostragem; 
• As técnicas e protocolos de amostragem, considerando a 
preparação de amostras e análises; 
• Número de campanhas de amostragem; 
• Os valores-limite das concentrações dos contaminantes a 
serem considerados; 
• Plano de infra-estrutura (equipamentos) e segurança dos 
envolvidos; 
• A equipe de profissionais envolvidos, sua qualificação e 
treinamento