A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
26 pág.
Psicologia - aulas 1 e 2

Pré-visualização | Página 1 de 2

Psicologia: noções 
introdutórias 
Conceito, Desenvolvimento 
Histórico e Principais Escolas em 
Psicologia 
 
Psicologia: noções introdutórias 
• Sentido do termo pouco definido para um leigo 
• Diversidade de concepções usualmente 
atribuídas à Psicologia 
• Crença generalizada de que todos somos um 
pouco “psicólogos” 
• Necessidade de postura científica 
• Psicologia é uma ciência 
• O que estuda essa ciência? 
• Origem etimológica da palavra 
• Psicologia – variedade de concepções na 
atualidade – não há um conceito amplo para 
abarcar todas as abordagens 
• Muitos a denominam Ciência do Comportamento 
– há controvérsias 
• Diferentes áreas de conduta do ser humano: 
fenômenos mentais, corpo e mundo externo 
Psicologia: noções introdutórias 
• Manifestação coexistente das três áreas de conduta 
do ser humano: uma unidade indivisível 
• A Psicologia se ocupa de todas as atividades da 
pessoa total, de todas as suas manifestações 
• Psicologia – ao estudar pensamentos, sentimentos 
e vivências, continua sendo uma ciência? 
• Ciência – métodos rigorosos – critérios de 
objetividade e imparcialidade 
• Psicologia – mesmo ao estudar fenômenos não 
diretamente observáveis, atende a esses critérios 
• Fatos (comportamento observável) x Inferências 
(comportamento não observável) 
Psicologia: noções introdutórias 
• Estudo do comportamento humano – tarefa 
complexa – envolve compreensão e predição de 
fenômenos 
• Compreensão e predição de fenômenos facilitam o 
controle 
• Formas de controle – eliminação da condição 
produtora dos fenômenos; produção dos 
fenômenos ou sua utilização para fins práticos 
• Psicologia – mais na fase de compreensão do que 
de controle dos comportamentos 
Psicologia: noções introdutórias 
• Avanços realizados nos estudos científicos em 
Psicologia e sua aplicação na vida cotidiana 
• Psicologia pura e Psicologia aplicada 
• Conhecimento desinteressado x objetivo 
antecipado de aplicação em alguma área de 
atividade humana 
• Distinção estabelecida para fins didáticos 
• A psicologia pura e a aplicada encontram-se 
intimamente relacionadas 
Psicologia: noções introdutórias 
 Subcampos de investigação básica 
 Psicologia geral 
 Psicologia fisiológica 
 Psicologia do desenvolvimento 
 Psicologia animal ou comparada 
 Psicologia social 
 Psicologia diferencial 
 Psicopatologia 
 Psicologia da personalidade 
 
Psicologia: noções introdutórias 
 Subcampos de investigação aplicada 
 Psicologia educacional 
 Psicologia do trabalho 
 Psicologia organizacional 
 Psicologia jurídica 
 Psicologia aplicada à medicina 
 Psicologia do trânsito 
 E muitos outros setores em que os conhecimentos e 
técnicas da Psicologia possam ser aplicados 
Psicologia: noções introdutórias 
 A Psicologia e as outras ciências 
 Psicologia – ciência biossocial – relaciona-se 
principalmente com a Biologia e as Ciências 
Sociais 
 Suas relações também se expandem para 
abranger interfaces com outras ciências 
 Quase todos os campos da Psicologia se 
sobrepõem a outros campos de estudo e com eles 
estabelece algum tipo de intercâmbio 
Psicologia: noções introdutórias 
 Desenvolvimento histórico da Psicologia 
 Psicologia – uma das ciências mais jovens – 
desenvolvimento tardio 
 Movimentos anteriores ao surgimento da Psicologia - 
explicações internas e externas acerca do 
comportamento humano, em diferentes épocas: 
 explicações de natureza sobrenatural acerca do 
ser humano e sua conduta (externa) 
 explicações de eventos naturais em função de 
outros eventos naturais (interna) 
Psicologia: noções introdutórias 
 Desenvolvimento histórico da Psicologia 
 Contribuições dos filósofos dos sécs XVIII e XIX que 
tinham a mente e seu funcionamento como objeto de 
estudo – duas escolas de pensamento: 
 empirismo inglês – conhecimento tem base sensorial – 
associação de ideias explicaria muito da vida mental – 
possibilidade de análise dos fenômenos mentais 
 racionalismo – a mente tem capacidade inata de gerar 
ideias, independente dos estímulos do meio – a 
percepção é seletiva - impossibilidade de análise dos 
fenômenos mentais 
Psicologia: noções introdutórias 
 Desenvolvimento histórico da Psicologia 
 A Psicologia como Ciência – suas relações com 
duas características do mundo moderno: 
 A crença na ciência como forma de conhecer o mundo 
e dar respostas e soluções para problemas da vida 
humana; 
 A experiência da subjetividade pessoal – a certeza de 
que em nós se registra um conjunto de experiências 
vividas que são absolutamente individuais, 
particulares e privadas. 
Psicologia: noções introdutórias 
 Desenvolvimento histórico da Psicologia 
 A Crença na ciência: 
 Século XIX – grande impulso para o desenvolvimento 
da ciência como um sustentáculo ao crescimento da 
nova ordem econômica e social 
 Meados do século XIX - temas psicológicos passam a 
ser estudados também pela Fisiologia e Neurofisiologia 
 Os fisiologistas interessados nos fenômenos 
psicológicos dedicavam-se à Psicofísica (estudo das 
relações entre a vida mental e os estímulos físicos) 
Psicologia: noções introdutórias 
 Desenvolvimento histórico da Psicologia 
 A Crença na ciência: 
 Avanços obtidos nos campos da Fisiologia, 
Neurofisiologia e Psicofísica instauram a possibilidade 
de medida do fenômeno psicológico, os quais vão 
adquirindo status de científicos 
 Criação do 1° laboratório de Psicologia – W. Wundt – 
Universidade de Leipzig, na Alemanha – 1879 – 
considerado como o ano de surgimento da Psicologia 
 A partir das ideias de Wundt irá emergir a 1ª escola 
psicológica – o Estruturalismo 
 
Psicologia: noções introdutórias 
 Desenvolvimento histórico da Psicologia 
 A experiência da subjetividade: 
 Fundamentado nas necessidades e desenvolvimento 
das formas de produção capitalistas, os humanos 
passam a ser tomados cada vez mais como indivíduos 
isolados e livres (consumidor, produtor, vendedor) 
 O capitalismo impôs sua forma de pensar o humano 
como sujeito, ativo, capaz de escolher sua trajetória de 
vida, construir sua própria identidade e sentir sua 
experiência como subjetividade individualizada 
 Noção e sentimento de “eu” são construções modernas 
 
Psicologia: noções introdutórias 
 Desenvolvimento histórico da Psicologia 
 A experiência da subjetividade: 
 A Psicologia é também uma construção decorrente 
desses novos tempos 
 Cada um buscando garantir sua verdade: produção de 
conflitos / Promessa de liberdade não se realiza, dadas 
as formas de pressão e controle para a manutenção e 
continuidade da sociedade 
 Surge, assim, a necessidade de uma ciência que 
estudasse e produzisse visibilidade para a experiência 
subjetiva – a Psicologia 
 
Psicologia: noções introdutórias 
 Desenvolvimento histórico da Psicologia 
 A Psicologia obtém status de ciência à medida que 
estudiosos e pesquisadores, sob novos padrões de 
conhecimento, passam a: 
 Definir seu objeto de estudo (comportamento, vida 
psíquica e consciência) 
 Delimitar seu campo de estudo 
 Formular métodos de estudo desse objeto 
 Formular teorias como um corpo consistente de 
conhecimentos na área 
Psicologia: noções introdutórias 
 Desenvolvimento histórico da Psicologia 
 Embora a Psicologia científica tenha nascido na 
Alemanha, ela encontra campo para um rápido 
crescimento nos Estados Unidos, onde surgem as 
primeiras abordagens ou Escolas de Psicologia, quais 
sejam : 
 Estruturalismo 
 Funcionalismo 
 Associacionismo 
Psicologia: noções