A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
APOSTILA DE TERMINOLOGIA pdf.pdf

Pré-visualização | Página 4 de 8

antebraço move -se 
medialmente ou internamente na rotação medial e lateralmente ou ext ernamente 
na rotação medial elateralmente ou externamente na rotação lateral. Outro 
exemplo são as oblíquas medial e lateral do joelho, em que a parte anterior do 
joelho é rodada medialmente e lateralmente tanto nas in cidências AP como em 
PA. 
Abdução X Adução 
 Abdução é o movimento lateral do braço ou perna se 
distanciando do corpo. 
[Digite texto] 
 
 Adução é o movimento do braço ou perna em direção ao corpo, a fim de 
aproxima-lo do centro ou da linha média. 
 
Supinação X Pronação 
 Supinação é o movimento de rotação da mão para a 
posição anatômica 
(a palma para cima em decúbito dorsal ou para a frente 
na posição ortostática). 
Esse movimento gira o rádio e o antebraço lateralmente 
ao longo de seu eixo. 
 
 Pronação é a rotação da mão em uma posição oposta à 
anatômica (palma voltada para baixo ou para trás). 
. 
Protração X Retração 
 A protração é o movimento de avanço em relação à 
posição normal. 
 A retração é o movimento retrógrado ou a condição de 
levar para trás. Exemplo: A protração é o movimento de 
avanço da mandíbula (levar o queixo para a frente) ou de avançar com os 
ombros. 
A retração é o oposto disso, mover a mandíbula para trás ou retrair os 
ombros, como nas posturas militares. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Elevação X Depressão 
 Elevação é levantar, elevar ou mover uma parte 
superiormente. 
[Digite texto] 
 
 Depressão é rebaixar, descer ou mover uma parte inferiormente. 
Exemplo: Os ombros são elevados quando a pessoa os encolhe, em sinal de 
indiferença. Deprimir os ombros implica abaixa -las. 
 
Circundução 
Circundução significa mover ao redor em forma de círculo. Esse termo 
descreve movimentos seqüenciais de flexão, abdução, extensão e adução, 
resultando em um movimento semelhante ao de um cone em qualquer 
art iculação que permita esses quatro movimentos (por exemplo, dedos, punho, 
braço, perna). 
 
Inclinação X Rotação 
 Inclinação é um movimento inclinado em relação ao eixo longitudinal. 
Exemplo, a parte do corpo está posicionada obliquamente ou inclinada 15° 
e rodada 1 5° de forma que o RC não fique alinhado ou paralelo ao eixo 
longitudinal e o eixo longitudinal da cabeça não fique alinhado com o eixo 
longitudinal do corpo. 
 
Observação : A inclinação de 15° e a rotação de 15° da cabeça são 
necessárias para a incidência tangencial da arcozigamático,a fim de distingui -lo 
de outras estruturas do crânio. 
 
 Rotação é virar ou rodar parte do corpo ao redor de seu eixo. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
[Digite texto] 
 
 
Atendimento ao Cliente 
 
1. Leia e Avalie o Pedido: Preste bastante atenção, para a razão do exame, 
para determinar qual posicionamento ou técnica precisarão ser us ados. 
2. Determine o filme: o tamanho do fi lme 
3. Prepare a sala para seu paciente 
4. Identifique corretamente o paciente (peça para repetir o nome dele 
completo ) 
5. Oriente o paciente no que vai ser feito e faça a Anamnese 
6. Qual o motivo que o medico pediu este exame 
7. Vista-o adequadamente para o exame. 
8. Posicione o chassi 
9. Meça as partes anatômicas 
10.Determine o mAs e o Kv. 
11.Posicione o paciente com precisão 
12.Coloque a identificação, e identifique o lado D ou E 
13.Instrua a adequadamente o seu paciente quanto à respiração. 
14.Exponha o paciente enquanto observar pela janela. 
15.Peça ao paciente para esperar na sala , pois você ira revelar o filme 
16.Processe a radiografia as radiografias 
17.Avalie adequadamente as radiografias 
18.Auxilie o paciente a sair da mesa e oriente a se vestir. 
19.Abra a porta para o paciente sair. 
20.Arrume a sala, troque as roupas de cama, limpe a mesa com álcool. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
[Digite texto] 
 
IDENTIFICAÇÃO RADIOGRÁFICA 
 
A identificação devera estar impressa e legível na radiografia, sem superpor a 
estrutura importante do exame radiográfico. 
Deve-se evitar a identificação com moedas, escrita a caneta ou etiqueta 
colada diretamente colada na radio grafia. Deve utilizar numerador alfa 
numérico em chumbo. 
 
DADOS DA IDENTIFICAÇÃO RADIOGRAFIAS 
 
A Identificação de uma radiografia deve conter no mínimo, os seguintes 
dados: 
 Nome ou logo tipo da Instituição onde foi realizado. 
 Data (dia/ mês/ ano) da realização do exame. 
 Iniciais do paciente 
 Numero de registro do exame 
 
A identificação deve estar sempre posicionada na radiografia em 
correspondência com o lado direito do paciente. 
 Quando uma radiografia for analisada a identificação deve estar de maneira 
que corresponda ao paciente em posição anatômica, ou seja de frente para quem 
esta vendo a radiografia, isto corresponde ao numerador aparecendo do lado 
esquerdo do observador (de quem esta vendo a imagem). 
 
 O posicionamento da identificação na radiografia deve obedecer a seguinte 
regra: 
 
 Com o paciente na posição de Postero-Anterior (PA) : 
O numerador deve ser posicionado do lado Direito do paciente com a face 
anterior em contato com o chassi. (não se vê os números) 
 
 Com o paciente na Posição Antero-Posterior (AP): 
O numerador deve ser posicionado do lado Direito do paciente com a sua face 
posterior em contato com o chassi. ( se vê os números) 
 
 Com o paciente em Perfil ESQUEDO: 
 O numerador deve ser posicionado na área da região anterior do corpo e 
sua face anterior em contato com o filme. Ou seja numerador na frente do 
paciente em PA. 
 
 Com o Paciente em Perfil DIREITO: 
O numerador deve ser posicionado em na área da região posterior do corpo e 
sua face anterior em contato com o chassi. (PA) 
 
 Com o Paciente em Obliquas Posteriores: 
O numerador deve ser posicionado do lado Direito do paciente com a sua face 
posterior em contato com o chassi. (se vê os números) 
 
 Com o Paciente em Obliquas Anteriores: 
O numerador deve ser posicionado do lado Direito do paciente com a face 
anterior em contato com o chassi. (não se vê os números) 
 
 
Segundo Antonio Biasoli Jr. 
[Digite texto] 
 
 
OBS: AS RADIOGRAFIAS DAS EXTREMIDADES CONSTITUEM UMA 
EXCEÇÃO A ESSA REGRA E DEVEM SER POSICIONADAS PARA 
ANALISE COM OS DEDOS VOLTADOS PARA CIMA, E O NUMER ADOR 
DO LADO DIREITO DA REGIÃO . 
 
 MÃO em PA Direita: numerador do lado do 1º dedo; com a face posterior 
em contato com o filme 
 Mão em PA Esquerda: numerador do lado do 5º dedo ; com a face 
posterior em contato com o chassi. (AP) 
 Mão em AP Direita: numerador do lado do 1º dedo; com a face anterior em 
contato o chassi. (PA) 
 Mão em AP Esquerda: numerador do lado do 5º dedo; com a face anterior 
em contato com o chassi .(PA) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
1. Abdução : afastamento de parte do corpo do plano c entral ou l inha central do 
corpo. 
[Digite texto] 
 
2. Adução : Aproximação de parte do corpo do Plano central ou l inha central do 
corpo. 
3. Acessórios : elementos não essenciais à realização de radiografias, mas que ou 
elevam muito

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.