Lições de argumentação jurídica   2ª ed   2013
267 pág.

Lições de argumentação jurídica 2ª ed 2013


DisciplinaLinguagem e Comunicação Jurídica139 materiais1.419 seguidores
Pré-visualização50 páginas
\u25a0 A EDITORA FORENSE se responsabiliza pelos vícios do produto no que concerne à 
sua edição, aí compreendidas a impressão e a apresentação, a fim de possibilitar ao 
consumidor bem manuseá-lo e lê-lo. Os vícios relacionados à atualização da obra, aos 
conceitos doutrinários, às concepções ideológicas e referências indevidas são de 
responsabilidade do autor e/ou atualizador. 
As reclamações devem ser feitas até noventa dias a partir da compra e venda com nota 
fiscal (interpretação do art. 26 da Lei n. 8.078, de 11.09.1990). 
\u25a0 Direitos exclusivos para o Brasil na língua portuguesa 
Copyright © 2013 by 
EDITORA FORENSE LTDA. 
Uma editora integrante do GEN | Grupo Editorial Nacional 
Travessa do Ouvidor, 11 - Térreo e 6o andar - 20040-040 - Rio de Janeiro - RJ 
Tel.: (0XX21) 3543-0770 - Fax: (0XX21) 3543-0896 
forense@grupogen.com.br | www.grupogen.com.br 
\u25a0 O titular cuja obra seja fraudulentamente reproduzida, divulgada ou de qualquer forma 
utilizada poderá requerer a apreensão dos exemplares reproduzidos ou a suspensão da 
divulgação, sem prejuízo da indenização cabível (art. 102 da Lei n. 9.610, de 
19.02.1998). 
Quem vender, expuser à venda, ocultar, adquirir, distribuir, tiver em depósito ou utilizar 
obra ou fonograma reproduzidos com fraude, com a finalidade de vender, obter ganho, 
vantagem, proveito, lucro direto ou indireto, para si ou para outrem, será solidariamente 
responsável com o contrafator, nos termos dos artigos precedentes, respondendo como 
contrafatores o importador e o distribuidor em caso de reprodução no exterior (art. 104 
da Lei n. 9.610/98). 
\u25a0 Capa: Danilo Oliveira
\u25a0 CIP - Brasil. Catalogação na fonte. 
Sindicato Nacional dos Editores de Livros, RJ. 
L679 
Lições de argumentação jurídica : da teoria à prática / coordenadora Néli Luiza Cavalieri Fetzner; 
autores Alda da Graça Marques Valverde, Néli Luiza Cavalieri Fetzner, Nelson Carlos Tavares 
Junior. - Rio de Janeiro : Forense, 2013. 
Inclui bibliografia 
ISBN 
978-85-309-4538-1 
1. Direito - Linguagem. 2. Linguagem e lógica. 3. Redação forense. 4. Prática forense. I. 
Fetzner, Néli Luiza Cavalieri, 1948-. II. Valverde, Alda da Graça Marques. III. Tavares Junior, 
Nelson Carlos, 1977-. 
07-3431. CDD: 340.14 
CDU: 340.113 
APRESENTAÇÃO 
Sabemos que argumentar representa, para a área jurídica, uma exigência 
profissional específica. Argumentar constitui um pré-requisito fundamental 
para o processo de formação em qualquer das carreiras jurídicas. O próprio 
Ministério da Educação, em documento referente ao desenvolvimento das 
habilidades necessárias à formação jurídica, destaca como prioridade a leitura 
crítica, a interpretação e a escrita. 
Participamos de um movimento, dentro e fora do Poder Judiciário, que 
vem estabelecendo como mais um fator decisivo da melhor prestação 
jurisdicional o que aqui é chamado de habilidade para \u201csaber dizer o Direito\u201d; 
uma demanda extensiva a advogados, defensores, procuradores, promotores, 
juízes e desembargadores. 
Em outras palavras, hoje, a Língua Portuguesa de uso jurídico está posta 
em questão por seus próprios usuários. Muitos deles - por sua vez - têm 
procurado conferir a essa modalidade de uso uma nova expressividade que 
recusa, entre outros aspectos, a retórica vazia, o vocabulário erudito e tortuoso 
à inteligibilidade, ou o emprego de jargões e clichês envelhecidos e sem 
qualquer função, a não ser, é claro, a de acumular a poeira do tempo. 
Com base nessas novas molduras e demandas que circunscrevem a 
complexidade da escrita e da argumentação dos profissionais da área jurídica, 
um novo (re)encontro com a teoria da argumentação é fundamental. Um texto 
consequente, como deve ser o jurídico, exige do seu redator, além da 
observância dos aspectos técnicos próprios de cada peça redacio- nal - petição 
inicial, contestação, agravo de instrumento, sentença, acórdão -, o domínio das 
ferramentas linguísticas que dão forma e comunicabilida- de aos conteúdos. 
Não há texto bem produzido sem o manejo consciente dos instrumentos que a 
língua disponibiliza. 
Sabendo das especificidades da produção de peças processuais, os 
autores reapresentam aqui a teoria da argumentação de maneira didática, 
acessível. 
LIÇÕES DE ARGUMENTAÇÃO JURÍDICA
Nessa perspectiva, parabenizo os autores por mais este livro, que dá 
continuidade às Lições de gramática aplicadas ao texto jurídico, por 
estabelecerem outro acordo com o estudo da produção dos textos jurídicos, com 
vistas a uma dinamização de suas orientações e prescrições, de modo a tomar a 
redação do texto jurídico mais consistente e em conformidade com o novo perfil 
esperado dos profissionais do Direito, que pressupõe, além da capacitação técnica, 
a habilidade de tornar comunicável a sua ação profissional. 
Desembargador Sérgio Cavalíeri Filho
Ex-Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. 
Ex-Diretor da Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro. 
Procurador-Geral do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro.
PREFÁCIO 
Oportuna e relevante é a publicação destas Lições de argumentação 
jurídica: da teoria à prática, sobretudo porque realizada por um grupo de 
professores que, há alguns anos, se dedica à formação de futuros profissionais 
do Direito. Trata-se, pois, de uma obra cuja autoridade nasce da práxis e da 
sensibilidade pedagógica de seus autores. 
Sem qualquer reducionismo, a simplicidade da abordagem e a orga-
nização teórica didaticamente acessível atestam não apenas a propriedade dos 
autores no tratamento da matéria, mas também a pertinência de seu estudo 
como pré-requisito fundamental a qualquer das carreiras jurídicas. 
Que estas Lições representem o anúncio e a promessa de novas e 
sempre necessárias lições destinadas à construção da qualidade dos textos 
jurídicos. 
Dr. André Cleófas Uchôa Cavalcanti 
Juiz de Direito. 
SUMÁRIO
INTRODUÇÃO............................................................................................. 1 
CAPÍTULO I-TEORIA DA ARGUMENTAÇÃO: SEU CONTEXTO NO 
ESPAÇO E NO TEMPO ............................................................................... 3 
1.1. A proposta positivista ...................................................................... 4 
1.2. Críticas à lógica formal e à doutrina positivista ............................... 8 
1.3. Demonstração e argumentação ............................................................ 9 
1.4. A relevância da argumentação para o Direito .................................. 13 
CAPÍTULO II - NARRAÇÃO E DESCRIÇÃO: TEXTOS A SERVIÇO DA 
ARGUMENTAÇÃO ................................................................................... 17 
2.1. ................................................................................................. A 
contribuição do texto narrativo para a argumentação ................................. 20 
2.2. ................................................................................................. A 
contribuição do texto descritivo para a argumentação ............................... 24 
2.3. O texto dissertativo ........................................................................... 28 
CAPÍTULO III - ALGUMAS QUESTÕES TEÓRICAS SOBRE A 
ARGUMENTAÇÃO ................................................................................... 31 
3.1. A argumentação e a retórica clássica ................................................. 31 
3.2. As noções de auditório, polifonia e intertextualidade ...................... 32 
3.3. A argumentação e o processo de produção de textos jurídicos ........ 34 
3.4. Gramática e produção do texto argumentative ................................ 42 
LIÇÕES DE ARGUMENTAÇÃO JURÍDICA 
CAPÍTULO IV - PLANEJAMENTO DO TEXTO ARGUMENTA- TIVO 
JURÍDICO .......................................................................................................