A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
46 pág.
ADC Edilson 13 02 SEI uni I (PP) (RF) BB

Pré-visualização | Página 1 de 2

Unidade I
ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS 
Prof. Edilson Reis
Introdução
Essa disciplina busca:
 meios de apontar potencialidades da empresa;
 identificar problemas de saúde na empresa através 
de instrumentos de análise.
Entre esses instrumentos:
 Balanço Patrimonial é o principal. 
Introdução
 Como o nome da disciplina diz: “análise” das demonstrações 
contábeis, vamos analisar e isso requer técnica.
 Todos têm a capacidade de desenvolver essa técnica.
Definição 
 É o ato de extrair e analisar informações contidas 
nos demonstrativos contábeis. 
Como:
 Balanço Patrimonial;
 DRE; 
 DFC;
 Tem como foco auxiliar a tomada de decisão. 
A quem interessa a ADC
Fonte: Livro-texto.
Importante observar 
 Não é a única fonte de análise.
 As empresas da nova economia têm características diferentes.
 Seu futuro não depende do patrimônio registrado.
 A contabilidade é uma fotografia do que já ocorreu.
Objetivos da ADC
 Tomar decisões. 
 Quais as melhores alternativas de investimento?
 Os fornecedores de bens e serviços a crédito que utilizam os 
relatórios contábeis para analisar a capacidade de pagamento 
da empresa compradora.
 Os bancos (instituições financeiras) que usam os relatórios 
para aprovar empréstimos, financiamentos, limite de crédito.
Objetivos da ADC
 O governo, que não só usa os relatórios com a finalidade de 
arrecadar impostos, como também para dados estatísticos, 
com objetivo de melhor redimensionar a economia.
 Os sindicatos, que utilizam os relatórios para determinar 
a produtividade do setor, fator preponderante para reajuste 
de salários.
 Todas esses decisões podem ser amparadas por informações 
contábeis para tomar decisão com maior precisão.
Resumidamente
 Liberação de crédito.
 Investimento de capital.
 Fusão de empresas.
 Incorporação de empresas.
 Rentabilidade ou retorno.
 Saneamento financeiro.
 Perspectiva da empresa.
 Fiscalização ou controle.
 Relatórios administrativos.
Entendendo o processo de ADC
Fonte: Livro-texto.
Entendendo o processo de ADC
Fonte: Livro-texto.
Interatividade 
A ADC tem como objetivos: 
I. Traçar perspectivas futuras da organização.
II. Auxiliar na tomada de decisão.
III. Trazer informações de acontecimentos passados.
Podemos dizer que:
a) Somente a I está correta.
b) Somente a II está errada.
c) Somente a III está correta.
d) Somente a I está errada.
e) NDA.
Principais demonstrativos contábeis 
 Atual Lei Contábil – Lei n. 11.638/07. 
 Balanço patrimonial.
 Demonstração do resultado do exercício.
 Demonstração da mutação do patrimônio líquido.
 Demonstração do fluxo de caixa.
 Demonstração do valor adicionado.
 Notas explicativas.
Demonstrações contábeis 
Fonte: Livro-texto.
As demonstrações contábeis
Balanço patrimonial
 O balanço patrimonial é o principal demonstrativo das 
demonstrações contábeis, representa a posição do patrimônio 
líquido da entidade econômica na data da publicação.
Ativo Passivo
Circulante Circulante
Não circulante
Não circulante Patrimônio líquido
Total ativo Total passivo
As demonstrações contábeis
Demonstração de Resultado do Exercício (DRE)
 A Demonstração de Resultado do Exercício (DRE) é a 
apresentação, em forma resumida, das operações realizadas 
pela sociedade durante o exercício social, demonstradas de 
forma a destacar o resultado líquido do período.
As demonstrações contábeis
Fonte: Livro-texto.
Demonstração da Mutação 
do Patrimônio Líquido – DMPL
 Demonstra a movimentação ocorrida durante o exercício social 
nas diversas contas componentes do patrimônio líquido.
 Indica o fluxo de uma conta para outra e a origem e o valor 
de cada acréscimo ou diminuição no patrimônio líquido 
durante o exercício.
 A demonstração indica claramente a formação de todas 
as reservas e o cálculo dos dividendos obrigatórios.
DMPL
Fonte: Livro-texto.
DFC 
O objetivo da DFC é prover informações relevantes sobre 
o fluxo financeiro de uma empresa, ocorrido durante um 
determinado período, que avaliam:
 a capacidade de a empresa gerar futuros fluxos líquidos 
positivos de caixa;
 a capacidade de a empresa honrar seus compromissos, 
pagar dividendos e retornar empréstimos obtidos;
 a liquidez, solvência e flexibilidade financeira da empresa;
 os efeitos, sobre a posição financeira da empresa, 
das transações de investimentos e de financiamentos.
DFC
Deve avaliar os fluxos:
 das operações;
 dos financiamentos; 
 dos investimentos.
 Pode ser feito pelos métodos direto e indireto.
Interatividade 
O demonstrativo contábil que representa a posição do patrimônio 
líquido da entidade econômica na data da publicação é o: 
a) Demonstrativo do resultado do exercício.
b) Demonstrativo do fluxo de caixa.
c) Demonstrativo das mutações do PL.
d) Demonstrativo do valor adicionado.
e) Balanço Patrimonial.
As demonstrações contábeis
Demonstração do Valor Adicionado (DVA)
 A Demonstração do Valor Adicionado evidencia a capacidade 
da empresa de gerar riqueza e como ela é distribuída entre 
acionistas, financiadores externos, funcionários e governo.
 A Demonstração do Valor Adicionado (DVA) é elaborada com 
base nos dados contidos na Demonstração de Resultado do 
Exercício (DRE). Nessa demonstração é destacado o valor 
agregado pela empresa e a sua distribuição, indicando a 
contribuição da empresa para a formação do lucro e para 
outros itens, tais como impostos, taxas e contribuições, 
pessoal e encargos, juros, aluguéis etc.
DVA
Fonte: Livro-texto.
Notas explicativas das demonstrações contábeis 
 As notas explicativas são obrigatórias de acordo com a 
legislação vigente, pois complementam as demonstrações 
contábeis por meio de esclarecimentos da situação 
patrimonial e dos resultados do exercício.
 As notas explicativas são complementos às demonstrações 
contábeis em conjunto com outros quadros analíticos. 
 Esse complemento deve abordar os assuntos relevantes 
merecedores de um esclarecimento aos usuários das 
informações contábeis.
Parecer da auditoria independente
 O auditor emite sua opinião, informando se as demonstrações 
financeiras representam adequadamente a situação 
patrimonial e a posição financeira na data do exame.
 Também informa se as demonstrações financeiras foram 
levantadas de acordo com os princípios contábeis e se há 
uniformidade em relação ao exercício anterior.
 As demonstrações contábeis são certificadas por meio da 
auditoria independente, cujo parecer demonstra o grau de 
idoneidade da empresa.
Análise das Demonstrações Contábeis
Fonte: Livro-texto.
O que podemos fazer com esses demonstrativos?
Segundo Marion (2005), podemos analisar em três níveis:
 introdutório; 
 intermediário; 
 avançado.
Nível introdutório
 Situação financeira – grupo dos índices de liquidez.
 Situação econômica – grupo dos índices de rentabilidade.
 Situação de endividamento – grupo dos índices 
de endividamento.
Fonte: Livro-texto.
Nível intermediário
 A análise pode ser aprofundada com a complementação dos 
demais demonstrativos contábeis, tais como: DMPL, DFC, 
DVA e DRE. 
Fonte: Livro-texto.
Nível avançado
 Indicadores combinados – avaliar a empresa, ponderando 
conjuntamente o tripé, dando-se uma nota final.
 Análise da demonstração do valor agregado – avalia 
a capacidade de gerar renda e como essa renda 
é gerada e distribuída.
 Liquidez dinâmica – liquidez econômica, patrimonial etc.
 Projeções das demonstrações contábeis e sua análise.
