A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
19 pág.
ARQUITETURA HOSPITALAR

Pré-visualização | Página 5 de 9

discutir assuntos referentes ao projeto da sua unidade de saúde, vários pontos são apresentados. Em meio ao ¿brainstorm¿ você sente a necessidade de fazer suas anotações de forma didática, colocando os assuntos em ordem de acordo com a cadeia de etapas que é formada em um complexo projeto de arquitetura. Então, seus assuntos serão anotados na seguinte ordem:
		
	 
	Definições Preliminares, Memorial Descritivo, Estimativa de Custos, Caderno de Encargos da Obra.
	
	Definições Preliminares, Consulta às normas legais vigentes, Caderno de Encargo de Obras, Cronograma de Projeto.
	
	Memorial Descritivo, Dados sobre o imóvel, Caderno Básico de Especificações e Cronograma de Execução.
	
	Programa de Necessidades, Estimativa de Custos, Dados sobre o imóvel, Cronograma de Execução.
	
	Memorial Justificativo, Planilha Orçamentária, Programa de Necessidades, Caderno Básico de Especificações.
	
Ref.: 201507504027
		
	
	 4a Questão
	
	
	
	
	Relacione a primeira e segunda coluna. 1- Caderno de Encargos de Obra 2- Estimativa de Custos 3- Programa de Necessidades 4- Memorial Descritivo ( ) Projeto Básico ( ) Levantamento de Dados ( ) Projeto Executivo ( ) Estudo Preliminar
		
	
	4/ 3/ 2/ 1
	
	1/ 3/ 2/ 4
	 
	4/ 2/ 1/ 3
	 
	2/ 3 / 1/ 4
	
	3/ 4/ 2/ 1
	
	Ref.: 201507504025
		
	
	 5a Questão
	
	
	
	
	O arquiteto contratado por você tenta lhe explicar, por meio de uma planta, o porquê da impossibilidade de implantar o edifício na parte do terreno que você queria. Ele indica o afastamento frontal de 5 metros exigido pelo código de posturas municipais e as áreas edificantes e não edificantes em planta. Ele está lhe apresentando a:
		
	 
	Planta de Localização.
	
	Planta de Terraplanagem.
	
	Planta Baixa.
	 
	Planta de Situação.
	
	Planta de Cobertura.
	
	Ref.: 201507982960
		
	
	 6a Questão
	
	
	
	
	Um importante conceito dentro dos edifícios hospitalares modernos é o da Contiguidade. Em relação a esse assunto, podemos considerar: I - Na contiguidade direta, as relações são mais frequentes e requerem rápido e livre deslocamento de profissionais e pacientes; II - Na contiguidade indireta, as relações são ocasionais, com eventual deslocamento dos pacientes; III - Na contiguidade de apoio, as relações são rotineiras e não envolvem o paciente.
		
	
	Somente I está correta.
	
	Somente II e III estão corretas.
	 
	Todas estão corretas.
	
	Somente II está correta.
	
	Todas estão erradas.
	
	Ref.: 201507504026
		
	
	 7a Questão
	
	
	
	
	Entende-se por escala de um desenho a relação matemática constante entre a medida que está no desenho e a medida do mundo real. Então, a escala 1:2000 apresentada numa Planta de Localização significa que:
		
	
	1 metro em planta representam 2.000.000 cm na medida real.
	 
	1 metro em planta representam 200 km na medida real.
	
	1 metro em planta representam 20 km na medida real.
	 
	1 metro em planta representam 2.000 m na medida real.
	
	1 metro em planta representam 20.000 m na medida real.
	
	Ref.: 201507506039
		
	
	 8a Questão
	
	
	
	
	No projeto de arquitetura, as cotas representam:
		
	
	os cortes a 1,5m do chão.
	
	a relação matemática constante entre à medida que está no desenho e a medida do mundo real.
	
	projeções acima de 1,5m do chão por meio de linhas pontilhadas.
	
	a distância entre o piso e o teto.
	 
	as medidas entre dois pontos, podendo ser representadas em unidades de medida diferentes.
	
	Exercício: SDE0629_EX_A6__V1 
	27/01/2018 12:15:59 (Finalizada)
	Aluno(a): 
	2017.4 EAD
	Disciplina: SDE0629 - ARQUITETURA HOSPITALAR 
	201507231016
	Ref.: 201507506056
		
	
	 1a Questão
	
	
	
	
	Com base nos dados apresentados, assinale a alternativa correta: Construção 1: -Pé direito: 3,00m - área=50m² - perímetro do círculo de mesma área=21,26m - Medidas: 10m x 5m Construção 2: - Pé direito: 3,00m - área=50m² - perímetro do círculo de mesma área=21,26m - Medidas: 7m x 7m
		
	
	O índice de compacidade da Construção 1 é, necessariamente, igual ao índice de compacidade da Construção 2, atingindo 88,6%, muito próximo do ponto ótimo.
	 
	O índice de compacidade da Construção 1 é mais distante do valor ótimo que o índice de compacidade da Construção 2, sendo o primeiro 70,86% e o segundo 88,6%.
	
	É impossível calcular o índice de compacidade da Construção 2 e, portanto, afirmar qual das situações acima é mais econômica, pois faltam dados no problema.
	
	O índice de compacidade da Construção 1 é mais próximo do valor ótimo que o índice de compacidade da Construção 2, sendo o primeiro 49,20% e o segundo 70,86%.
	
	O índice de compacidade da Construção 2 é, necessariamente, mais distante do valor ótimo, que o índice de compacidade da Construção 1, sendo o primeiro 49,20% e o segundo 70,86%.
	
	Ref.: 201508387327
		
	
	 2a Questão
	
	
	
	
	As apresentações de plantas coloridas e renderizadas para Edifícios Hospitalares, de fácil entendimento para pessoas sem os devidos conhecimentos quanto a Arquitetura Hospitalar, fazem parte de uma fase de prospecção de clientes. Geralmente, as vemos nas primeiras apresentações dos empreendimentos. Existem também as produzidas em 3D. O intuito nesta afirmativa é conquistar o cliente ou o Poder Público por meio da apresentação de uma ideia, de um partido arquitetônico. Chamamos essas apresentações de:
		
	
	Projeto Digital Gráfico - PDG.
	
	Plantas Executivas.
	
	Plantas Detalhadas.
	
	Autocad.
	 
	Plantas Humanizadas.
	Ref.: 201507982505
		
	
	 3a Questão
	
	
	
	
	Por que o sistema de blocos é mais funcional que o sistema pavilhonar?
		
	
	Porque exige menos espaço, as circulações são extensas, apresenta menor custo de manutenção e facilita a localização dos serviços, tornando os trajetos claros para pacientes, visitantes e funcionários.
	 
	Porque exige menos espaço, as circulações não são tão extensas, apresenta menor custo de manutenção e facilita a localização dos serviços, tornando os trajetos claros para pacientes, visitantes e funcionários.
	
	Porque exige mais espaço, as circulações são extensas, apresenta maior custo de manutenção e facilita a localização dos serviços, tornando os trajetos claros para pacientes, visitantes e funcionários.
	
	Porque exige menos espaço, as circulações não são extensas, apresenta maior custo de manutenção e facilita a localização dos serviços, tornando os trajetos claros para pacientes, visitantes e funcionários.
	
	Porque exige mais espaço, as circulações não são extensas, apresenta menor custo de manutenção e facilita a localização dos serviços, tornando os trajetos claros para pacientes, visitantes e funcionários.
	
	Ref.: 201507506054
		
	
	 4a Questão
	
	
	
	
	Sabemos que o custo da construção do edifício pode ser dividido em proporções diferentes quanto às obras físicas/ parte civil e equipamentos/ instalações. Porém, essa relação é alterada quando o assunto é manutenção predial. Podemos considerar que a proporção do custo passa a ser, respectivamente:
		
	
	40% e 60%
	
	30% e 70%
	
	40% e 70%
	 
	60% e 40%
	
	70% e 30%
	
	Ref.: 201507924772
		
	
	 5a Questão
	
	
	
	
	Uma pequena construção será feita no terreno do seu EAS para acomodar um determinado setor. O estabelecimento atual encontra-se com grande limitação de espaço e essa obra de ampliação será inevitável. No entanto, os recursos financeiros para essa construção também estão limitados. Ao chamar o arquiteto para projetar o espaço, você, gestor de saúde, enfatizará a importância do

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.