A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
ATIVIDADES CENTRO CIRURGICO

Pré-visualização | Página 1 de 1

Centro Cirúrgico
		Profª Priscila Cannavan	-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------	
ATIVIDADES CENTRO CIRURGICO – 2° bimestre
LETICIA FERREIRA TOMAZIM – RA 9930011591 / 5º semestre noturno
INTRODUÇÃO AO CENTRO CIRÚRGICO
O que é centro cirúrgico?
Segundo a Portaria nº 400 do MS, trata-se do conjunto de elementos destinados às atividades cirúrgicas, bem como a recuperação anestésica e pode ser considerado uma organização complexa em virtude de suas características e assistências especializadas.
Como eram feitas as cirurgias antigamente e quais eram os desafios?
Eram feitas em campos de batalhas, nas casas dos cirurgiões, ou em convés de navios. Alguns desafios eram superar a dor, hemorragias e infecções geradas. 
Quais as contribuições de William Halsted para a história da cirurgia?
Primeiramente a introdução de luvas para procedimentos. Além de criar vários instrumentos e procedimento cirúrgicos como: Pinça de Halsted, cirurgia de Halsted (mastectomia radical), sutura de Halsted. 
Qual a contribuição de Ignaz Semmelveis para a redução de infecção puerperal?
A lavagem das mãos (degermação), entre um paciente e outra.
EQUIPE DE ENFERMAGEM NO CENTRO CIRÚRGICO
1) Como é composta a equipe de enfermagem do centro cirúrgico e qual a proporção de cada categoria de acordo com  Cofen?
Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem. Sendo que 20% enfermeiro e 80% entre técnicos e auxiliares de enfermagem.
2) Como se resumiam as atividades do enfermeiro antigamente e em que são focadas hoje?
O que inclui na atuação do técnico de enfermagem em centro cirúrgico?
Em que o enfermeiro deve se basear para realizar o dimensionamento do quadro de profissionais da enfermagem no CC?
Aula 24/04
Qual é o papel do enfermeiro na assistência de enfermagem prestada ao paciente anestesiado no período intra operatório? (17)
Após o término da cirurgia, qual é o foco da assistência? (18)
Quais são os fatores que influenciam a escolha do tipo  de  anestesia? (20)
Quais avaliações são realizadas antes do ato anestésico? O que cada uma avalia? (22 e 23)
O que a maioria dos procedimentos anestésicos requer? (25)
Como são classificadas as anestesias? (30)
Quais são as fases da anestesia geral? (35)
Aula 08/05
1- Como as cirurgias podem ser classificadas e sub-classificadas?
2-Quais são as etapas cirúrgicas?
3- Quais são os tempos cirúrgicos?
4- Como pode ser classificada a diérese e quais suas sub-divisões?
5- Quais são os tipos de sintese?
Aula 15/05
O que é RPA?
Quais materiais e equipamentos ela deve ter?
O paciente é admitido na RPA após alta em sala cirúrgica e admitido no setor de origem após alta da RPA. Quem é o responsável pelas altas? O que é avaliado para que o paciente tenha alta da RPA?
Quais são os cuidados que a enfermagem deve ter com o paciente na RPA?
Qual objetivo da SAEP e quais suas etapas?
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Faculdade Anhanguera – Unidade 3
Campinas/SP