Quantificador universal - Resumo
2 pág.

Quantificador universal - Resumo


DisciplinaLógica I9.960 materiais142.036 seguidores
Pré-visualização2 páginas
1
Sentença aberta
Quanticador universal
Sentença aberta com uma variável em um conjunto A ou apenas sentença aberta em A, é
toda a expressão p(x) tal que p(a) é falsa ou verdadeira para todo a pertencente à A.
A Conjunto-universo
a Valor da variável x
Conjunto-verdade de uma sentença aberta
Vp
= {x|x A ^ p(x) é V}
Seja p(x) uma sentença aberta em um conjunto não vazio A (A ) e Vp
seu conjunto verdade.
Vp
= {x | x A ^ p(x)}
Quando todos os elementos do conjunto A satisfazem a sentença aberta p(x), ou seja,
quando Vp
= A, podemos então armar que para todo elemento x de A, p(x) é verdadeira,
e no simbolismo da lógica matemática, a gente vai sempre indicar esse fato de uma das
seguintes maneiras:
I. ( x A)(p(x))
II. x A,p(x)
III. x A: p(x)
Ou até forma ainda mais simples, omitindo o elemento A, cando dessa forma aí:
IV. ( x)(p(x))
V. x,p(x)
VI. x: p(x)
Lógica
Quanticador universal
2
Portanto, ca assim denida a seguinte equivalência lógica:
(
x A),( p(x)) Vp
= A
Onde p(x) é, a princípio, apenas uma sentença aberta qualquer, não podendo possuir
valor verdadeiro ou falso. Quando utilizamos o símbolo antes da p(x), fazemos com que
ela se torne uma proposição, o que, por sua vez, faz com que ela tenha um valor lógico,
que pode ser a verdade, quando Vp
= A e a falsidade quando Vp
≠ A.
Ou seja, dada uma sentença aberta p(x) em um conjunto A, o símbolo , referido à variáv-
el x, trabalha como uma operação lógica que transforma a sentença aberta p(x) em uma
proposição, a qual pode ser verdadeira ou falsa, conforme p(x) exprime ou não uma
condição universal no conjunto A.
E essa operação lógica será chamada de quanticação universal, a qual vai ser sempre
representada pelo , o qual recebe o nome de quanticador universal.
Conjuntos nitos
Nos casos em que temos conjuntos nitos:
A = a1
, a2
, a3
, … , an
( x A), ( p(x)) p(a1
) ^ p(a2
) ^ p(a3
) ^ … ^ p(an)
Exemplos de quanticações
Exemplo 1 (Conjunto nito)
A = {2, 4, 8}
p(x): x é par
( x A),( p(x)) (2 é par ^ 4 é par ^ 8 é par)
Exemplo 2 (Conjunto innito)
( n N)(n + 5 > 3)
p(n): n + 5 > 3
Vp
= {nn N ^ n + 5 > 3} = {0, 1, 2, 3, …} = N