A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
121 pág.
Apostila de Pneumática

Pré-visualização | Página 1 de 10

Pneumá
tica Bási
ca
Engineering 
GREAT Solutions
Precisão.
Engenharia. 
Através de nossas 
pessoas, produtos 
e serviço.
Índice
03 
05 - 19
Institucional 
Módulo I: Atuadores Pneumáticos
 06 
 10
Desenhos fundamentais 
Flambagem da haste
 12 
 14
Controle da velocidade
Montagens
 16 
 17
Modelos não padronizados 
Variantes
20 - 31 
 24
Módulo II: Válvulas direcionais
Tipos de válvulas
 26 
 28
Operadores de válvula
Válvulas direcionais e operadores
32 - 51 
 34
Módulo III: Preparação de ar comprimido 
Conversor de unidade de pressão
 35 
 36
Água no ar comprimido
Secagem por refrigeração
 37 
 39
Distribuição
FRL’s
 43 
 45
Lubrificadores
Válvula de alívio
52 
 69
Circuitos Pneumáticos 
Circuitos de sequência
79 
81
Simbologia
Utilitários
83 
99
Exercícios
Exercícios resolvidos
ÓTIMAS soluções de engenharia através de 
nossas pessoas, produtos, inovação e serviço.
A IMI Precision Engineering é líder global em movimento 
e controle de fluidos. Construindo relacionamentos 
estreitos e colaborativos com nossos clientes, 
nós ganhamos um profundo entendimento de 
suas necessidades de engenharia e, em seguida, 
mobilizamos nossos recursos e conhecimento 
para oferecer produtos e soluções distintas.
Onde precisão, rapidez e engenharia confiável são essenciais, nossa presença global, capacidade em solucionar problemas 
e um portfolio com produtos de alto desempenho nos permite entregar ÓTIMAS soluções que ajudam nossos clientes à 
enfrentarem os desafios de engenharia mais exigentes do mundo.
> Confiabiliade 
Nós entregamos e damos suporte aos nossos produtos de alta qualidade através da nossa rede global de serviços.
> Produtos de alto desempenho
Um portfolio de produtos de classe mundial para controle de movimento e fluidos incluindo IMI Norgren, IMI Buschjost, 
IMI FAS, IMI Herion e IMI Maxseal. Nós podemos fornecê-los isoladamente ou combinados em poderosas soluções 
customizadas para melhorar o desempenho e produtividade.
> Parceria & Resolução de Problemas
Nos aproximamos de nossos clientes para entender os seus verdadeiros desafios.
PNEUMÁTICA BÁSICA 03
Módulo I 
Atuadores Pneumáticos
Atuadores pneumáticos são dispositivos 
simples, de baixo custo e fáceis de instalar que 
proporcionam força e movimento para sistemas 
automatizados, máquinas e processos. Podem 
ser tanto lineares como rotativos.
O curso de um atuador pode ser bloqueado sem danos e determina 
o movimento linear máximo que ele pode produzir enquanto 
seu diâmetro determina a força máxima que pode exercer. Sua 
velocidade pode ser ajustada em uma ampla faixa. Sua força é 
controlada através de um regulador de pressão e sua máxima de 
trabalho depende do projeto do atuador. Atuadores padrão VDMA 
trabalham com até 16 bar.
Condições adversas são toleradas, como por exemplo: umidade, 
ambientes secos e com poeira, e limpeza por jatos d’água.
04 PNEUMÁTICA BÁSICA
Construção básica
1 
2 
3 
4 
5 
6 
7 
8 
9 
10 
11 
12 
13 
14 
01 Vedação do amortecedor
02 Cinta magnética
03 Luva do amortecedor
04 Camisa
05 Bucha guia
06 Vedação da haste
07 Cabeçote dianteiro
08 Entrada de ar
09 Sensor magnético
10 Haste
11 Guia do êmbolo
12 Vedação do êmbolo
13 Cabeçote traseiro
14 Parafuso do amortecedor
PNEUMÁTICA BÁSICA 05
Desenhos fundamentais
Os atuadores pneumáticos são fabricados em uma ampla 
variedade de tamanhos, estilos e tipos que incluem simples 
ação, dupla ação, amortecimento fixo ou ajustável, ou sem 
armotecimento, com êmbolo magnético, atuadores sem 
haste, atuador rotativo, atuador de fixação e atuador tipo 
fole.
Simples ação 
Retorno por mola
Atuadores de simples ação exercem força somente em um sentido. 
Podem ter retorno ou avanço por mola.
Dupla ação 
Sem amortecedor
Atuadores sem amortecedor são adequados para cursos completos de baixa 
velocidade. Alta velocidade: amortecimento externo.
Dupla ação 
Amortecedor fixo
Pequenos diâmetros para serviços leves têm armotecedor fixo.
06 PNEUMÁTICA BÁSICA
PNEUMÁTICA BÁSICA 07
Dupla ação 
Amortecedor ajustável
A haste desacelera progressivamente na parte final do curso.
Dupla ação 
Magnético
Uma cinta magnética em volta do êmbolo opera um sensor tipo reed para 
indicar a posição do curso.
Dupla ação 
Atuador sem haste
Dupla ação com amortecedor ajustável.
Dupla ação 
Atuador rotativo de palheta
Dupla ação com 270° de rotação.
Dupla ação 
Atuador rotativo pinhão e cremalheria
Dupla ação tipo pinhão e cremalheria.
Dupla ação 
Atuador rotativo pinhão e cremalheria
Dupla ação — duplo torque
Atuador de fixação
Retorno por mola.
08 PNEUMÁTICA BÁSICA
PNEUMÁTICA BÁSICA 08
Atuador de fixação
Dupla ação haste dupla
Fole
Tipo dupla convolução.
Algumas aplicações requerem atuadores de cursos 
longos. Se existe uma carga de compressão axial aplicada 
na haste, é preciso assegurar que os parâmetros de 
comprimento, diâmetro e carga estejam dentro dos limites 
de segurança para evitar a flambagem da haste.
π ² E I
LK²
FK =
Fórmula de Euler 
para instabilidade elást
ica
FK 
E
IK 
LK² 
=
=
=
=
Carga Euler (força para flambar)
Módulo de elasticidade
Momento de inércia
Comprimento equivalente livre de 
flambagem
Flambagem da haste
O comprimento equivalente livre de flambagem Lk usado na fórmula é determinado pela instalação. Para pino articulado em um dos lados 
(Euler caso 2) o comprimento livre Lk é o mesmo L entre as juntas. Para uma montagem com um lado livre e o outro fixo (Euler caso 1) 
 Lk = 2L.
> 1,2 & 3, uma haste entre mancais será considerada como 
articulada em um dos lados. Assumir l k = l (Euler caso 2) 
> 4,5 & 6, o final da haste livre lateralmente assume l k = 2l (Euler 
caso 1)
> 7 caso especial l k < 2l
> 8 caso especial l k < 1.5l 
> Carga no avanço desenvolvida à pressão dada
10 PNEUMÁTICA BÁSICA
PNEUMÁTICA BÁSICA 11
Cilindro 
 
8032
8040
8050
8063
8080
8100
Bar 
 
2
6
10
16
2
6
10
16
2
6
10
16
2
6
10
16
2
6
10
16
2
6
10
16
Casos 1 / 2 / 3 
 
1000
860
650
500
1200
1200
950
730
1300
1300
1100
920
1300
1200
920
700
1600
1500
1100
880
1500
1100
890
670
Casos 4 / 5 / 6 
 
450
390
290
210
500
500
430
320
450
450
450
410
500
500
410
300
600
600
510
380
600
530
380
280
Caso 7 
 
960
530
390
290
1370
760
570
430
1740
960
720
550
1360
750
560
420
1680
920
690
520
1320
710
520
390
Caso 8 
 
1100
610
450
340
1580
880
660
500
1990
1110
840
640
1550
860
640
490
1930
1060
800
600
1500
810
600
450
Tabela de Flambagem
Tabela para cursos 
máximos em mm.
> Fator de segurança “s” = 5
Selecionados válvula, atuador, pressão e carga, o controle de 
velocidade ajustado é efetuado por válvulas controladoras de fluxo. 
A velocidade é regulada controlando o ar de exaustão e a válvula 
controladora no orifício frontal regula a velocidade de avanço e, no 
orifício traseiro, a velocidade de retorno.
Controle de fluxo
Válvula de controle de fluxo uni-direcional 
> Fluxo livre em uma direção 
> Fluxo ajustável na direção oposta
Banjo com regulagem
Projetado para ser montado diretamente no orifício da entrada do atuador. O 
modelo uni-direcional deve ser selecionado para permitir fluxo livre na entrada e 
ajustável na saída.
Aumentando a velocidade
Em algumas aplicações a velocidade do atuador