A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
39 pág.
Controle de Preços

Pré-visualização | Página 1 de 2

Controle de Preços 
Introdução a Economia 
Módulo I – Unidade II- Aula 6 
Rafael Terra (UnB) 
Referências 
• Textos: 
• “Oferta, Demanda, e Políticas de Governo” 
cap. 6, Introdução a Economia de Gregory 
Mankiw. 
 
Oferta, Demanda e Políticas de 
Governo 
• Em um mercado livre e desregulamentado, as 
forças de mercado estabelecem preços e 
quantidades de equilíbrio. 
• Apesar das condições de equilíbrio serem 
eficientes, é normal que nem todos os 
indivíduos estejam satisfeitos. 
Controle de preços 
• Controle de preços são normalmente usados 
quando os “policymakers” acreditam que o 
preço de mercardo é “injusto” para 
compradores ou vendedores. 
• O Governo pode intervir estabelecendo 
preços máximos (tetos) e mínimos (pisos). 
Controle de Preços 
• Preço Máximo (Teto) 
– O preço máximo legal ao qual um bem pode ser 
vendido. 
– Pense nos contratos de concessão para 
exploração de rodovias. O governo estabelece 
um teto de preço a ser cobrado pelo serviço que 
a rodovia presta (que consiste em viabilizar o 
transporte entre dois pontos quaisquer). 
– Pense nos preços dos remédios, que são 
regulados pelo governo para que não ultrapassem 
determinado nível que possa causar danos a 
população. 
Controle de Preços 
• Preço Mínimo (Piso) 
• Preço mínimo ao qual um bem pode ser 
vendido 
– Pense no salário mínimo como o preço mínimo 
ao qual se pode vender qualquer serviço 
estabelecido em contrato formal de trabalho, com 
carga horária de 40 horas semanais. 
– Pense no piso salarial dos professores. É um 
preço mínimo pela prestação de serviços 
educacionais. 
 
Controle de Preços 
• Dois resultados são possíveis quando o 
governo impõe um “preço máximo” : 
–O preço máximo é dito “não obrigatório, 
ou seja, não altera em nada equilíbrio. 
• Essa situação é característica de quando 
se fixa o preço máximo acima do que 
seria o preço de equilíbrio. 
 
Controle de Preços 
–O Preço máximo é dito “obrigatório” se for 
fixado abaixo do que seria o preço de 
equilíbrio. 
• Nesse caso, haverá uma escassez do bem 
devido a um “excesso de demanda”. 
 
Mercado com um “preço máximo” 
(a) Um preço máximo “não obrigatório” 
Quantidade de 
Cervejas 
0 
Preço da 
cerveja 
Quantidade 
de equilíbrio 
$4 Preço 
Máximo 
Preço de 
Equilíbrio 
Demanda 
Oferta 
3 
100 
Um mercado com um preço máximo 
Copyright©2003 Southwestern/Thomson Learning 
(b) Um “preço máximo” que é dito “obrigatório” 
Quantidade de 
Cervejas 
0 
Preço 
da Cerveja 
Demanda 
Oferta 
2 Preço 
Máximo Escassez: 
Excesso de 
Demanda 
75 
Quantidade 
Ofertada 
125 
Quantidade 
demandada 
Preço de 
equilíbrio 
$3 
Como “Preços Máximos” afetam 
resultados de Mercado 
• Efeitos de políticas de “Preços Máximos”: 
• Um “Preço Máximo obrigatório” cria Excesso de 
Demanda (ou escassez), pois QD > QS. Exemplo: 
Congelamento de preços durante o Plano 
Cruzado. 
– o Plano Cruzado fixou alguns preços abaixo do 
equilíbrio, pois estes vinham se defasando com a alta 
inflação da época e foram de uma hora para outra 
congelados. Esse congelamento, da forma como foi 
feito, era na prática uma política de preços máximos. 
Como “Preços Máximos” afetam 
resultados de Mercado 
– O Plano previu um aumento real do salário dos 
trabalhadores, o que desloca a demanda para a 
direita. 
– Portanto, na prática o Plano Cruzado funcionou 
como uma política de “preços máximos”, o que 
levou a um “excesso de demanda” ou escassez. 
 
Como “Preços Máximos” afetam 
resultados de Mercado: Racionamento 
• É comum, em um cenário em que um Preço 
Máximo obrigatório é fixado, observar uma “falta 
de oferta”. 
• Como a demanda, a princípio, permanece 
inalterada, alguma forma de distribuição dos 
bens disponíveis deve ser adotada, pois muitas 
pessoas querem poucos bens. 
• Exemplos de critérios de racionamento: Longas filas 
(só quem deseja muito o bem acaba comprando), 
discriminação de acordo com alguma característica, 
como idosos e gestantes com preferência. 
 
Estudo de Caso: filas nos postos de 
gasolina 
• Em 1973, a OPEP aumentou o preço do óleo 
cru no mercado mundial. Óleo cru é o mais 
importante insumo da gasolina, então, aos 
mesmos níveis de preço, os vendedores de 
gasolina passaram a ofertar menos gasolina 
(deslocamento da oferta para a esquerda). 
• Quem foi responsável pelas longas filas nos 
postos de combustível nos EUA? 
• Economistas culpam a regulamentação excessiva do Governo 
que limitou o preço que as empresas distribuidoras podiam 
cobrar pela gasolina. 
 
O Mercado de gasolina com Preço 
máximo 
Copyright©2003 Southwestern/Thomson Learning 
(a) O preço máximo da gasolina não é “obrigatório” 
Quantidade de 
Gasolina 
0 
Preço da 
Gasolina 
1. Inicialmente, 
O preço máximo 
não é obrigatório 
/não restringe 
. . . Preço máximo 
Demanda 
Oferta, S1 
P1 
Q1 
O Mercado de gasolina com Preço 
máximo 
Copyright©2003 Southwestern/Thomson Learning 
(b) O Preço Máximo sobre a Gasollina é obrigatório 
Quantidade de 
Gasolina 
0 
Preço da 
Gasolina 
Demanda 
S1 
S2 
Preço Máximo 
QS 
4. . . . 
Resultando 
em uma 
Escassez 
ou excesso 
de Demanda. 
3. . . . O preço 
máximo se torna 
obrigatório… 
 . 
2. . . . Quando a 
oferta cai . . . 
P2 
QD 
P1 
Q1 
Estudo de Caso: Controle de aluguéis 
no curto e no longo prazo 
• Controle de aluguéis são tetos de preços 
(preços máximos) fixados para o quanto os 
proprietários podem cobrar dos inquilinos. 
• O intuito do controle de preços de aluguéis é 
ajudar os mais pobres tornando os custos de 
moradia mais acessíveis. 
• Um economista uma vez disse que controle de 
aluguéis “é a melhor forma de destruir uma 
cidade, além de um bombardeio”. 
Controle de Aluguéis no curto prazo e 
no longo prazo 
Copyright©2003 Southwestern/Thomson Learning 
(a) O controle de aluguéis no Curto Prazo 
(oferta e demanda são inelásticas) 
Quantidade de 
apartamentos 
0 
Oferta 
Aluguel controlado 
preço 
de aluguel 
de um 
apartamento 
 
Demanda 
Escassez 
Controle de Aluguéis no curto prazo e 
no longo prazo 
Copyright©2003 Southwestern/Thomson Learning 
(b) Controle de aluguéis no Longo Prazo 
(Oferta e Demanda são elásticas) 
0 
Preço 
do aluguel 
do apartamento 
Quantidade de 
Apartamentos 
Demanda 
Oferta 
Aluguel controlado 
Excesso de 
Demanda ou escassez 
Como “Preços Mínimos” afetam os 
resultados de Mercado 
• Quando o Governo impõe um preço mínimo, 
dois resultados são possíveis. 
• O preço mínimo não é obrigatório/limitante 
se definido abaixo do preço de equilíbrio. 
• É obrigatório/limitante se definido acima do 
preço de equilíbrio, levando a um excesso de 
oferta. 
Um Mercado com “Preço Mínimo” 
Copyright©2003 Southwestern/Thomson Learning 
(a) Um Preço Mínimo que não é obrigatório 
quantidade 
de cervejas 
0 
Preço da 
Cerveja 
Quantidade 
de equilíbrio 
2 
Preço 
Mínimo 
Preço de 
equilíbrio 
Demanda 
Oferta 
$3 
100 
Um Mercado com Preço Mínimo 
Copyright©2003 Southwestern/Thomson Learning 
(b) Um Preço Mínimo que é obrigatório 
Quantidade 
de cervejas 
0 
Preço 
da Cerveja 
Demanda 
Oferta 
$4 
Preço 
Mínimo 
80 
Quantidade 
demandada 
120 
Quantidade 
ofertada 
Preço 
de equilíbrio 
Excesso de 
Oferta 
3 
Como Preços Mínimos afetam os 
resultados do Mercado 
• Um preço mínimo previne