Introdução a psicologia da educação
28 pág.

Introdução a psicologia da educação


DisciplinaPsicologia da Educação II272 materiais4.650 seguidores
Pré-visualização6 páginas
Psicologia da Educação
Material Teórico
Responsável pelo Conteúdo:
Prof. Dr. Renan de Almeida Sargiani
Revisão Textual:
Profa. Dra. Selma Aparecida Cesarin
Introdução à Psicologia da Educação
\u2022 Qual a Importância da Psicologia para a Educação?
\u2022 Conceituação da Psicologia da Educação
\u2022 Bases Históricas e Epistemológicas da Psicologia da Educação
\u2022 Abordagens Contemporâneas da Psicologia da Educação
\u2022 Psicologia, Neurociências e Educação no Século XXI
 · Introduzir o estudo ao campo da Psicologia da Educação, como uma 
disciplina ponte entre a Psicologia e a Educação, apresentando suas 
bases históricas e epistemológicas, bem como as suas principais abor-
dagens e tendências contemporâneas.
OBJETIVO DE APRENDIZADO
Introdução à Psicologia da Educação
Orientações de estudo
Para que o conteúdo desta Disciplina seja bem 
aproveitado e haja uma maior aplicabilidade na sua 
formação acadêmica e atuação profissional, siga 
algumas recomendações básicas: 
Assim:
Organize seus estudos de maneira que passem a fazer parte 
da sua rotina. Por exemplo, você poderá determinar um dia e 
horário fixos como o seu \u201cmomento do estudo\u201d.
Procure se alimentar e se hidratar quando for estudar, lembre-se de que uma 
alimentação saudável pode proporcionar melhor aproveitamento do estudo.
No material de cada Unidade, há leituras indicadas. Entre elas: artigos científicos, livros, vídeos e 
sites para aprofundar os conhecimentos adquiridos ao longo da Unidade. Além disso, você também 
encontrará sugestões de conteúdo extra no item Material Complementar, que ampliarão sua 
interpretação e auxiliarão no pleno entendimento dos temas abordados.
Após o contato com o conteúdo proposto, participe dos debates mediados em fóruns de discussão, 
pois irão auxiliar a verificar o quanto você absorveu de conhecimento, além de propiciar o contato 
com seus colegas e tutores, o que se apresenta como rico espaço de troca de ideias e aprendizagem.
Organize seus estudos de maneira que passem a fazer parte 
Mantenha o foco! 
Evite se distrair com 
as redes sociais.
Mantenha o foco! 
Evite se distrair com 
as redes sociais.
Determine um 
horário fixo 
para estudar.
Aproveite as 
indicações 
de Material 
Complementar.
Procure se alimentar e se hidratar quando for estudar, lembre-se de que uma 
Não se esqueça 
de se alimentar 
e se manter 
hidratado.
Aproveite as 
Conserve seu 
material e local de 
estudos sempre 
organizados.
Procure manter 
contato com seus 
colegas e tutores 
para trocar ideias! 
Isso amplia a 
aprendizagem.
Seja original! 
Nunca plagie 
trabalhos.
UNIDADE Introdução à Psicologia da Educação
Qual a Importância da Psicologia 
para a Educação?
Quando falamos em Psicologia, talvez a primeira ideia que lhe venha à cabeça 
seja a imagem de um senhor barbudo sentado em uma grande poltrona e atendendo 
uma pessoa deitada em um divã, certo?
Então, quando falamos em Psicologia da 
Educação, talvez para algumas pessoas surja 
também a ideia de que nós pretendemos ana-
lisar crianças deitadas em um divã na Escola.
Mas será que é isso mesmo?
É claro que não!
Essa primeira imagem da Psicologia a qual 
nos referimos foi estereotipada socialmente 
com base no famoso método psicanalítico de 
Sigmund Freud (1856-1939), mas pouco tem 
a ver com a realidade do que é a Psicologia.
Pouco tem a ver porque, de fato, a Psica-
nálise já utilizou muito os divãs e alguns tera-
peutas até podem fazer uso atualmente, mas 
isso não equivale a dizer que todos os psicólo-
gos são exatamente assim.
Figura 1 \u2013 Sigmund Freud
Fonte: Wikimedia Commons
Importante!
É bom lembrar que Psicanálise é uma coisa e Psicologia é outra. A Psicanálise é uma 
teoria e um método terapêutico criado por Sigmund Freud, e a Psicologia é uma Ciência 
muito mais ampla, que também considera a teoria psicanalítica entre seus estudos, 
utilizando para isso o termo abordagem psicodinâmica.
Importante!
Além disso, essa imagem dos psicólogos com divãs carrega consigo uma 
crença implícita de que a Psicologia está relacionada apenas à área da Saúde, 
principalmente à Saúde Mental, o que também é um grande mito.
Na realidade, a Psicologia é uma Ciência muito mais ampla, que contribui 
não apenas com a área da Saúde, mas também com outras esferas de nossa 
vida, como a Educação, o Trabalho, os Esportes, a Sociedade e a Política, entre 
outras possibilidades.
8
9
A verdade é que em uma das definições possíveis da Psicologia, podemos 
considerar que ela é a Ciência que estuda a mente e o comportamento, tanto 
em animais, quanto em seres humanos. Por essa razão, os Psicólogos estão 
interessados em todos os fenômenos psicológicos que envolvem as ações e as 
relações humanas.
Assim, a Educação é um campo muito especial para a Psicologia, já que envolve 
temas muito importantes para a Ciência Psicológica, como, por exemplo, a 
aprendizagem, o desenvolvimento, a mente, o cérebro, a cognição, a motivação, a 
memória e os relacionamentos interpessoais.
Como você pode notar, estamos nos referindo aqui à Psicologia como Ciência 
e não àquela que vem do Senso Comum, do uso cotidiano do que também 
chamamos de Psicologia. Por exemplo, quando falamos que alguém vende bem 
seus produtos porque usa psicologia ou convence alguém porque tem psicologia, 
estamos nos referindo a um conhecimento psicológico do senso comum, não o 
mesmo conhecimento da Psicologia Científica.
Quando falamos de Psicologia como Ciência, nós estamos nos referindo a um 
conhecimento sistemático, produzido por meio de pesquisas que usam o método 
científico. Estamos falando de uma área do conhecimento científico que tem seu 
início no final do século XIX, quando foi possível delimitar mais claramente seu 
objeto e seu campo de estudo.
A Psicologia da qual estamos falando é uma Ciência que investiga o 
comportamento humano e as suas relações com o ambiente em que vivemos, 
considerando a história e a cultura em que vivemos. Uma Ciência que compreende 
o homem como um ser Biológico, Psicológico e Social, criando, assim, uma visão 
mais integradora e completa do homem.
Mas afinal, qual a importância dessa Psicologia Científica para a Educação?
Para essa questão podemos obter inúmeras respostas. Você mesmo certamente 
pode ter suas próprias respostas, que serão complementadas pelas nossas. Como a 
área de atuação da Psicologia é muito extensa, ela fornece inúmeros conhecimentos, 
que se relacionam direta ou indiretamente com a Educação.
Vamos pensar um pouco!
Você acha que todos nós aprendemos da mesma forma? O tempo que levamos 
para aprender algo é o mesmo para todos? Temos um limite para aprender, ou 
podemos aprender tudo? O ambiente em que estamos tem influência em nossa 
aprendizagem? O que nos motiva a conhecer? As pessoas nascem inteligentes ou 
se tornam inteligentes?
São tantos os questionamentos que temos quando pensamos em Educação que, 
certamente, a Psicologia poderá nos auxiliar nas respostas, mostrando como essa 
Ciência é importante para entendermos melhor a relação ensino-aprendizagem, 
fenômeno fundamental para a Educação.
9
UNIDADE Introdução à Psicologia da Educação
Importante!
Na área de Educação, é comum utilizar o termo \u201cprocesso de ensino-aprendizagem\u201d para 
se referir à interação e indissociabilidade entre ensino e aprendizagem. Educadores como 
Paulo Freire acreditam que não existe ensino sem aprendizagem; todavia, não é sempre 
que alguém ensina que o outro aprende, como também nem sempre é necessário que 
alguém ensine para que exista aprendizagem; são processos separados, que obviamente 
se influenciam e estão intimamente relacionados. Assim, para a Psicologia da Educação, 
embora alguns teóricos também optem pelo uso desse mesmo binômio, muitos outros 
preferem utilizar os termos separadamente,