Fatores bióticos
57 pág.

Fatores bióticos


DisciplinaOceanografia Biológica26 materiais499 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Aula 04:
Fatores bióticos
Prof. Anderson Eduardo
 
FATORES QUÍMICOS
FATORES BIÓTICOS
ORGANISMOS
Distribuição
Abundância
Interações
Estrutura e fisiologia
Oceanos
FATORES FÍSICOS
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 O que são modelos mesmo?
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 O que são modelos mesmo?
 
\u2022 O que são modelos mesmo?
\u201cModelos são representações lógicas da realidade\u201d
\u2022 Amplamente usados, nas mais variadas áreas: engenharia, física, 
economia, química, estatística, filosofia
\u2022 Modelos podem ser: matemáticos ou conceituais
\u2022 Potencialidades: 
\u2022 para serem construídos, forçam a pensar claramente sobre o sistema estudado
\u2022 Permitem uma ampla possibilidade de explorações do sistema estudado, 
apontando rumos para otimização dos esforços empíricos
\u2022 Limitações:
\u2022 podem conter termos de difícil significado biológico ou de difícil observação, 
tornando sua utilidade limitada
\u2022 Em geral, existe uma relação inversa entre precisão e generalidade de um modelo
Fatores abióticos & 
organismos
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 Modelo de Hutchinson
 
\u2022 Modelo de Hutchinson
eixo de recurso
re
sp
os
ta
Sp 1 Sp 2 Sp 3 Sp 4
Fatores abióticos & 
organismos
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 Modelo de Hutchinson
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 Modelo de Hutchinson
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 Modelo de Hutchinson
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 Nicho fundamental e realizado
 
Fatores abióticos & 
organismos
A
condições 
abióticas 
favoráveis
Nicho 
Fundamental
 
Fatores abióticos & 
organismos
A
condições 
abióticas 
favoráveis
Nicho 
Fundamental
B
condições 
bióticas 
favoráveis
 
Fatores abióticos & 
organismos
A
condições 
abióticas 
favoráveis
Nicho 
Fundamental
B
condições 
bióticas 
favoráveis
Nr
Nr = nicho 
realizado
(condições abióticas 
favoráveis, interações 
bióticas permitem 
persistência)
 
Fatores abióticos & 
organismos
A
condições 
abióticas 
favoráveis
Nicho 
Fundamental
B
condições 
bióticas 
favoráveis
C
limitação por 
dispersão
 
Fatores abióticos & 
organismos
A
condições 
abióticas 
favoráveis
Nicho 
Fundamental
B
condições 
bióticas 
favoráveis
NO*
C
limitação por 
dispersão
NO
NO* = região de potencial 
ocupação
(condições abióticas 
favoráveis, interações 
bióticas permitem 
persistência, área FORA 
dentro dos limites de 
dispersão)
NO = região de ocupação
(condições abióticas favoráveis, 
interações bióticas permitem 
persistência, área dentro dos 
limites de dispersão)
 
Fatores abióticos & 
organismos
A
condições 
abióticas 
favoráveis
Nicho 
Fundamental
B
condições 
bióticas 
favoráveis
NO*
C
limitação por 
dispersão
NO
Nr =NO + NO*
 
Fatores abióticos & 
organismos
A
condições 
abióticas 
favoráveis
Nicho 
Fundamental
B
condições 
bióticas 
favoráveis
C
limitação por 
dispersão
Populações fonte
Populações 
dreno
 
Fatores abióticos & 
organismos
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 Teoria dos filtros
ESTOQUE REGIONAL DE ESPÉCIES (POOL REGIONAL)
POPULAÇÃO 
LOCAL
Eventos 
biogeográficos
(distância, 
dispersão, 
vetores, outros)
Condições 
abióticas locais
Condições 
bióticas locais
Lortie et al 1996
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 Muitas aplicações importantes
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 Sobreposição de nicho x diversidade
MacArthur (1972)
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 Sobreposição de nicho x diversidade
Princípio da 
exclusão 
competitiva
(Gause, 1932)
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 Sobreposição de nicho x diversidade
Connel (1961)
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 1 espécie
Intensidade do fator
re
sp
os
ta
Sp 1
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 2 espécies
Intensidade do fator
re
sp
os
ta
Sp 1
Princípio da 
exclusão 
competitiva
(Gause, 1932)
Sp 2
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 2 espécies
Intensidade do fator
re
sp
os
ta
Sp 1 Coexistência Sp 2
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 4 espécies
Intensidade do fator
re
sp
os
ta
Coexistência
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 50 espécies?
Intensidade do fator
Coexistência
Re
sp
os
ta
Princípio da 
exclusão 
competitiva
(Gause, 1932) ??
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 Hutchinson (1961): dadas condições limitantes 
para o desenvolvimento da comunidade 
planctônica, como pode haver tantas espécies 
coexistindo?
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 Hutchinson (1961): dadas condições limitantes para 
o desenvolvimento da comunidade planctônica, 
como pode haver tantas espécies coexistindo?
\u2022 Gradientes verticais (ex: luz, turbulência)
\u2022 Simbiose
\u2022 Predação diferencial
\u2022 Mudança constate nas condições ambientais 
 
Fatores abióticos & 
organismos
\u2022 Paradoxo do plâncton
 
Fatores abióticos & 
organismos
Paradoxo do plâncton
Hipótese do 
distúrbio 
intermediário
(Connel, 1978)
 
Fatores bióticos 
 
Fatores bióticos 
\u2022 Conceitos fundamentais
Guilda
Taxa
Comunidades
Guildas 
locais
Assembleia
Fauth et al 1996
 
Fatores bióticos 
\u25cf Estrutura de comunidades:
 \u25cf Interações determinam tudo: Teoria das 
Regras de Montagem (Jared Diamond, 
1975)
\u25cf Interações determinam nada: Teoria Neutra 
da Biodiversidade (Stephen Hubbell, 2001)
 
Fatores bióticos 
\u25cf Estrutura de comunidades:
 
\u25cf Dispersão pode mediar Teoria 
Neutra e Regras de Montagem 
(Dominique Gravel, 2006)
 
Fatores bióticos 
\u2022 Teoria dos filtros
ESTOQUE REGIONAL DE ESPÉCIES (POOL REGIONAL)
POPULAÇÃO 
LOCAL
Eventos 
biogeográficos
(distância, 
dispersão, 
vetores, outros)
Condições 
abióticas locais
Condições 
bióticas locais
Lortie et al 1996
Interações
COMPETIÇÃO...
 
Fatores bióticos 
\u201cSpaghetti model\u201d
 
Fatores bióticos 
\u2022 Interações 
abióticas tendem a 
ser complexas
\u2022 Para entender algo, 
devemos dissecar...
\u201cSpaghetti model\u201d
 
 
Fatores bióticos 
\u2022 Cadeias tróficas
Orca
Lontra
Ouriço-do-mar
Algas
 
Fatores bióticos 
\u2022 Cadeias tróficas
Orca
Lontra
Ouriço-do-mar
Algas
 
Fatores bióticos 
\u2022 Cadeias tróficas
 
Fatores bióticos 
\u2022 Cascatas tróficas
(Myers at al. 2007)
 
Fatores bióticos 
\u2022 Cascatas tróficas
(Myers at al. 2007)
Ocorrem 
principalmente 
em ambientes 
aquáticos
 
Fatores bióticos 
 
Fatores bióticos 
Paine (década de 1960)
 
Fatores bióticos 
 
Fatores bióticos 
 
Fatores bióticos 
Conceito de 
espécie
chave
 
Fatores bióticos 
\u2022 As relações bióticas de uma cadeia trófica 
podem ser interpretadas como fluxo de 
matéria e energia 
- Predação é um \u201ccanal\u201d 
onde fluem matéria e 
energia
- Competição: aumenta o 
fluxo de um \u201ccanal\u201d em 
detrimento de outro
- Mutualismos: otimizar um 
determinado fluxo
 
Fatores bióticos 
\u2022 Produtores primários: 
\u2022 Organismos autótrofos (foto ou 
quimiossintetizantes)
\u2022 Converter compostos 
inorgânicos em orgânicos
\u2022 Responsáveis pela produção 
primária (matéria orgânica ou 
biomassa)
 
Fatores bióticos 
\u2022 Consumidores primários: 
\u2022 Organismos heterótrofos 
\u2022 Formam novos compostos 
orgânicos à partir de matéria