A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
99 pág.
Curso Joomla

Pré-visualização | Página 3 de 15

Obs: O FileZilla é opcional 
 
Caso você tenha feito a instalação dos serviços, eles irão inicializar juntamente 
com seu Windows, do contrário será necessário sempre abrir esse painel e 
iniciar de forma manual os serviços do Apache e MySQL 
 
Caso esteja tudo ok, abra seu navegador e digite localhost para abrir a tela 
inicial do XAMPP, escolha o idioma necessário para finalizar a instalação 
 
Criando um Bando de Dados no PHPMyAdmin 
 
Conforme já explicado anteriormente, o joomla é desenvolvido totalmente em 
PHP e necessita de um banco de dados para que possa funcionar. Nele, serão 
armazenadas todas as informações como a criação de categorias, artigos, 
inserção de módulos, etc. 
O PhpMyAdmin é um aplicativo presente em diversos servidores web, assim 
como o Xampp, nele é possível criar base de dados, tabelas, exclusão de 
registros, etc. 
 
Para a instalação e utilização do joomla, necessitaremos apenas da criação de 
uma nova base de dados, para isso, basta acessarmos novamente a tela do 
xampp, digitando no navegador: http://localhost/xampp 
 
Feito isso, acesse o PhpMyAdmin que se encontra no menu “Tools” 
(Ferramentas) 
 
 
 
10 
 
Na próxima tela, procure e clique na opção Base de Dados 
 
 
 
Utilize o campo indicado abaixo para escrever o nome da base de dados, aqui 
vamos usar db_aula, em seguida, clique em Criar. 
 
 
 
 
IMPORANTE: No caso de aplicações online, é preciso verificar no painel de 
controle da empresa de hospedagem o local utilizado para a criação de novas 
base de dados 
 
Instalando o Joomla 
 
Com o Xampp funcionando corretamente e com nossa base de dados criada, 
chegou a hora de instalarmos o joomla. 
 
Precisamos compreender que o joomla irá rodar em nosso servidor web (nesse 
caso, o Xampp) isso significa que o pacote que baixamos do site oficial precisa 
estar dentro do servidor, precisamente na pasta htdocs, pois é nela que ficam 
armazenadas as aplicações acessadas diretamente pelo localhost 
11 
 
 
Sendo assim, copie o arquivo compactado do pacote joomla para 
c:/xampp/htdocs 
 
 
 
O próximo passo é renomear o arquivo, use o nome do projeto/site que irá 
desenvolver, aqui utilizaremos “filme” (não use espaço, se necessário, separe 
as palavras com underline) 
 
Obs: Vamos aprender os conceitos e as principais ferramentas do joomla 
desenvolvendo um pequeno site sobre um filme de sua livre escolha 
 
Agora, descompacte o arquivo e teremos uma pasta chamada “filme”, dentro 
dela, diversos arquivos do joomla. 
 
Para iniciarmos a instalação, acesse o navegador e digite a seguinte linha: 
http://localhost/filme 
 
IMPORTANTE: 
 
Perceba que é possível ter diversos projetos armazenados em seu computador, 
desde que, para cada um deles exista uma base de dados diferente. 
 
Caso tudo tenha dado certo até aqui, você será direcionado para a interface de 
instalação do Joomla. 
 
 
Configuração Principal 
 
A primeira parte dele se refere as configurações principais, então vamos a elas: 
 
Site Name: É o nome do seu site, podemos utilizar filme (não há problema 
algum ser o mesmo nome que a pasta principal), ou outro nome a escolha do 
usuário 
 
12 
 
Description: Área opcional para a inserção de uma breve descrição sobre seu 
site 
 
Admin E-mail: Apesar de ser uma instalação offline, é obrigatório inserirmos 
um endereço de e-mail válido. 
 
Admin User Name: Aqui, precisamos inserir um nome de usuário que será 
usado para acessar a área administrativa, aqui vamos usar admin 
 
Admin Password: Nesse campo, inserimos a senha para acessar a área 
administrativa, para fins de estudo colocaremos também admin, mas 
ATENÇÃO: AO DESENVOLVER UMA APLICAÇÃO REAL JAMAIS UTILIZE ESSE 
ARTIFÍCIO, SEMPRE CRIE UMA SENHA SEGURA. 
 
Confirm Admin Password: Aqui devemos digitar novamente a senha do 
administrador do site, nesse caso, admin 
 
 
A última opção dessa primeira etapa se refere à apresentação do site. É 
possível deixar o mesmo fechado para visualização, permitindo que o 
desenvolvedor trabalhe somente na área administrativa. Inclusive, podemos 
criar uma mensagem personalizada como: “Em construção”. Algo muito 
utilizado no cotidiano dos desenvolvedores, não é o nosso caso, portanto, 
mantenha a opção “NO” ligada. 
 
 
 
Com tudo pronto, siga para a tela seguinte. 
 
 
 
 
13 
 
Configuração do Banco de Dados 
 
A segunda tela se refere a configuração da Base de Dados 
 
Database Type: É possível escolher entre MySQL ou MySQLi, mas qual a 
diferença? O manual oficial do PHP disponível na internet através do endereço 
br2.php.net explica: 
 
MySQL e MySQLi são duas tecnologias úteis se você estiver desenvolvendo uma 
página da Web interativa com o Hypertext Preprocessor, ou PHP, linguagem de 
script. Como seus nomes sugerem , tanto MySQL e MySQLi contar com a 
linguagem estruturada de consulta ou SQL , que é um sistema padronizado 
para solicitação de informações de bancos de dados. No entanto, apesar dessas 
semelhanças gerais , as duas tecnologias têm suas diferenças, como o MySQL é 
, uma tecnologia PHP mais básico mais velho, enquanto MySQLi é mais recente 
e oferece funções mais avançadas. 
 
A partir de 2011 , os desenvolvedores normalmente usá-lo apenas quando se 
trabalha com versões do PHP 4.1.3 ou mais. Embora o MySQL poderia trabalhar 
com versões mais recentes do PHP , ele não pode utilizar os recursos mais 
recentes associados com as versões mais recentes do PHP. 
 
Considerando que as versões atuais do Joomla necessitam do Php 5.3.9 ou 
superior e nosso servidor Xampp atende esses requisitos, é interessante 
optarmos por MySQLi. 
 
Host Name: Em aplicações offline, por padrão, usamos localhost, já em 
serviços de hospedagem, varia de empresa para empresa, em geral, utiliza-se o 
mesmo nome da base de dados. 
 
Username: É o nome do usuário da base de dados, ao trabalhar offline, 
usamos por padrão “root”, já em serviços de hospedagem, é preciso verificar 
junto as configurações do painel de controle quais as configurações que devem 
ser usadas 
 
Password: Aqui, deixamos em branco, em serviços de hospedagem é preciso 
verificar da mesma forma que o Username. 
 
DataBase Name: O nome da base de dados criada no PhpMyAdmin, no nosso 
caso, “db_aula”, em serviços de hospedagem, inserimos aqui o nome cedido 
pela empresa ou o nome de uma nova base de dados criada no painel 
administrativo 
 
Table Prefix: É recomendável não mexer nesse campo, o próprio joomla 
verifica e sugere um prefixo que não seja igual a outros já existentes no banco 
de dados, ele SEMPRE deve ser acompanhado de um underline. 
 
14 
 
Old DataBase Process: Também é recomendável não alterar esse campo, ele 
é utilizado para remover ou fazer o backup de antigas base de dados. 
 
 
 
Terminando de preencher os campos necessários, vamos para a última tela. 
 
Finalização e Verificação 
 
Logo no primeiro item, mantenha a opção padrão, pois iremos mais a frente 
instalar um pacote de atualização do idioma e todas as outras opções podem 
atrapalhar esse processo. 
 
O item seguinte mostra a opção de enviar ou não as configurações por e-mail, 
podemos ignorar e ir direto para o fim da página 
 
 
 
15 
 
A tela acima apresenta uma análise geral das configurações, sendo que do lado 
esquerdo temos uma lista com itens relacionados a instalação do joomla e do 
lado direito as configurações do PHP dentro do nosso servidor (no caso, o 
Xampp). 
 
A presença da cor amarela apenas indica que um item está fora do padrão mas 
que isso não interfere no desempenho do joomla, nossa única preocupação 
seria a presença de uma cor vermelha, que poderia indicar, entre outros 
problemas, falta de compatibilidade entre a versão do Xampp e do Joomla, por 
exemplo. 
 
Com todas as verificações feitas, finalmente vamos clicar no botão