Métodos e técnicas educacionais de prevenção às drogas 1
10 pág.

Métodos e técnicas educacionais de prevenção às drogas 1


DisciplinaPrevenção de Drogas25 materiais164 seguidores
Pré-visualização1 página
Métodos e técnicas educacionais de prevenção às drogas.
Orientadora: Araciana
SUZAYNNE TORRES FREITAS NUNES
Consumo de drogas lícitas e ilícitas entre os adolescentes
Dados epidemiológicos, consequências devido de drogas lícitas e ilícitas no ãmbigo social, educacional e familiar.
objetivo
		Os objetivos da investigação se constituíram em conhecerem os efeitos e, ao mesmo tempo, os fatores que prejudicam o consumidor que é discriminado socialmente e segregado do convívio sócio-familiar.
drogas
		O termo \u201cdroga\u201d é definido pelo dicionário como: Substância química, que pode trazer vários tipos de efeitos, como alucinógenos e estimulantes. Também são consideradas drogas quaisquer substâncias que causam dependência.
A ação da droga no organismo, todas as substâncias chamadas de drogas psicotrópicas tem efeito no Sistema nervoso, produzindo resultados psicoativos. Classificadas em sedativos, estimulantes e perturbadores.
Drogas 
lícitas
 		São aquelas legalizadas, produzidas e comercializadas livremente e que são aceitas pela sociedade.
Drogas 
ilícitas
	São drogas cuja comercialização é proibida pela legislação. Além disso, as mesmas não são socialmente aceitas.
x
	Droga lícita ou ilícita é um problema de saúde pública que afeta milhares de pessoas de todas as faixas etárias.
Este é um problema de ordem social;
Ações preventivas no âmbito escolar;
Conflitos familiares inerentes à adolescência.
Segundo a OMS, as drogas ilícitas respondem a 0,8%dos problemas de saúde de todo o mundo, enquanto o cigarro e o álcool, juntos, são por 8,1% desses problemas.
Drogas lícitas
álcool
Dificuldades em andar;
Visão borrada;
Fala arrastada;
Tempo de resposta retardo e danos à memória
De maneira clara, o álcool afeta o cérebro.
	
FATORES QUE PODEM INFLUENCIAR O COMO E O QUANTO O ÁLCOOL AFETA O CÉREBRO, A SABER:
 Quantidade e frequência de consumo de álcool
 Idade de início e o tempo de consumo de álcool;
 Idade do indivíduo, nível de educação, genêro sexual, aspectos genéticos e histórico familiar de alcoolismo;
 Risco existente de exposição pré-natal ao álcool e
 Condições gerais de saúde do indivíduo
Drogas ilícitas