A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
simulado 1 teoria das estruturas I

Pré-visualização | Página 1 de 1

Disciplina: CCE1866 - TEO.ESTRUT.I 
	Período Acad.: 2018.2 - F (G) / EX
	
		1.
		Analise as afirmativas abaixo e marque a alternativa correta. I- A restrição aos movimentos de uma estrutura se dá por meio dos apoios ou vínculos, os quais são classificados em função do número de graus de liberdade impedidos. II- Nas direções dos deslocamentos impedidos surgem as forças reativas ou reações de apoio. III- As reações de apoio são forças ou momentos, com pontos de aplicação e direção conhecidos e de intensidades e sentidos tais que equilibrem o sistema de forças ativas aplicado à estrutura.
	
	
	
	Apenas a afirmativa I está correta
	
	
	Apenas as afirmativas I e III estão corretas
	
	
	A afirmativa III está incorreta
	
	
	Todas as afirmativas estão corretas
	
	
	A afirmativa I está incorreta
	
Explicação:
Os sistemas estão "presos" a apoios, que restringem até 6 possíveis movimentos: 3 de translação (eixos x, y e z) e 3 de rotação (em tornos dos eixos x, y e z). As reaçãoes podem ser do tipo força ou do tipo momento, na medida em que a restrição seja de translação ou de rotação. As três afirmativas estão corretas.
	
	
	
		2.
		Para uma viga biapoiada com vão de 6m e carga distribuída uniforme de 5 kN/m no trecho delimitado entre x=1 e x=4m, pode-se dizer que a resultante das cargas vale:
	
	
	
	15 kN
	
	
	10 kN
	
	
	40 kN
	
	
	30 kN
	
	
	20 kN
	
Explicação: (4-1) X 5 =15 Kn
	
	
	
		3.
		Calcular a reação no apoio A da viga AB de 8m sob à ação de uma força concentrada de 30kN e um carregamento distribuído de 12kN/m, conforme a figura.
	
	
	
	66,75 kN
	
	
	66,25 kN
	
	
	68 kN
	
	
	67,25 kN
	
	
	66,50kN
	
Explicação:
Substituição da carga distribuída por uma concentrada: 12 x 8 = 96 kN atuando no ponto médio da barra
Soma dos momentos das forças em relação ao ponto C igual a zero:
- 8.VA + 96 x 4 + 30 x 5 = 0
8VA = 384 + 150
8VA = 534
VA = 66,75 kN
	
	
	
		4.
		Para uma viga biapoiada com vão de 6m e carga distribuída uniforme de 5 kN/m no trecho delimitado entre x=1 e x=4m, pode-se dizer que a resultante das cargas está posicionada em:
	
	
	
	X=3m
	
	
	X=2,5m
	
	
	X=1,5m
	
	
	X=3,5m
	
	
	X=2m
	
Explicação: (1+4)/2 = 2,5m
	
	
	
		5.
		Considere uma barra de 5 m de comprimento bi-apoiada em sua extremidades. Um carregamento uniformemente distribuído de 10 kN/m é colocado sobre esta barra. Determine as reações nos apoios A e B.
	
	
	
	Ra = 5kN e Rb = 5 kN
	
	
	Ra = 15kN e Rb = 35 kN
	
	
	Ra = 4kN e Rb = 1 kN
	
	
	Ra = 25kN e Rb = 25 kN
	
	
	Ra = 7,5kN e Rb = 7,55 kN
	
Explicação:
Carga distribuída equivale a seguinte carga concentrada: 10 x 5 = 50 kN. No equilíbrio e pela simetria, Ra = Ra = 50/2 = 25 kN
	
	
	
		6.
		Para uma viga biapoiada com vão de 6m e carga distribuída triangular de forma que o seu valor seja 5 kN em x=0m e zero em x=6m, a resultante deve ficar posicionada em:
	
	
	
	X=3m
	
	
	X=1m
	
	
	X=5m
	
	
	X=2m
	
	
	X=4m
	
Explicação: 6/3 = 2m
	
	
	
		7.
		Para uma viga biapoiada com vão de 6m e carga distribuída triangular de forma que o seu valor seja 5 kN em x=0m e zero em x=6m, a resultante vale:
	
	
	
	15 kN
	
	
	30 kN
	
	
	40 kN
	
	
	20 kN
	
	
	10 kN
	
Explicação: área do triângulo: 5 x 6 / 2 = 15
	
	
	
		8.
		Julgue os itens e preencha a opção VERDADEIRA: I) Estruturas reticuladas são aquelas formadas por barras. II) No contexto da análise estrutural, o cálculo corresponde à determinação dos esforços internos na estrutura, das reações de apoios, dos deslocamentos e rotações, e das tensões e deformações. III) As condições matemáticas que o modelo estrutural tem que satisfazer para representar adequadamente o comportamento da estrutura real podem ser dividas nos seguintes grupos: condições de equilíbrio; condições de compatibilidade entre deslocamentos e deformações; condições sobre o ações ou carregamentos. IV) Condições de equilíbrio são condições que garantem o equilíbrio estático só da estrutura como um todo. V) As equações de equilíbrio fornecem condições necessárias, mas não suficientes, para a determinação dos esforços no modelo estrutural. Para a determinação dos esforços em estruturas hiperestáticas, é necessário fazer uso das outras condições.
	
	
	
	V,V,V,V,F
	
	
	F,V,V,F,V
	
	
	V,V,F,F,F
	
	
	F,V,F,F,V
	
	
	V,V,F,F,V
	
Explicação: proposição III) não só proposição IV) de parte também