Exercicios aula 06 a 10  HISTÓRIA DA AMÉRICA I.
15 pág.

Exercicios aula 06 a 10 HISTÓRIA DA AMÉRICA I.


DisciplinaHistória da América I1.764 materiais52.218 seguidores
Pré-visualização6 páginas
1a Questão
	
	
	
	
	A partir da década de 1790, o algodão britânico encontrou seu suprimento, ao qual permaneceram ligadas suas fortunas até a década de 1860, na seguinte região:
		
	
	Sul da China
	
	Leste da Europa
	
	Norte da Índia
	
	Colonial latino-americana
	 
	Estados sulistas dos EUA
	
	
	Gabarito Coment.
	
	 
	
	 2a Questão
	
	
	
	
	Com relação à colonização do continente americano pela Espanha e pela Inglaterra, podemos afirmar que:
1. a colonização espanhola, baseada no trabalho compulsório indígena, nos séculos XVI e XVII, predominou nas áreas mineradoras do México e Peru.
2. a colonização inglesa da América do Norte baseava-se em dois tipos distintos de organização econômica: o das colônias do Norte com agricultura familiar e atividades manufatureiras, e o das colônias do Sul, com grande lavoura escravista de exportação.
3. a colonização inglesa na região do Caribe - Jamaica, Trinidad-Tobago, Guiana-, no século XVII, baseava-se no trabalho escravo indígena e na grande lavoura de exportação.
Estão corretas as afirmativas:
		
	 
	somente 1 e 2
	
	somente 1 e 3
	
	somente 1
	
	somente 2
	
	somente 2 e 3
	
	
	Gabarito Coment.
	
	 
	
	 3a Questão
	
	
	
	
	As colônias inglesas da América do Norte foram criadas a partir do início do século XVII. Em seu desenvolvimento, as Treze Colônias apresentaram acentuada diversidade, em termos políticos, administrativos, sociais e econômicos. As colônias da Nova Inglaterra (Norte) eram a grande exceção da colonização europeia na América: eram colônias de povoamento e todas as demais eram colônias de exploração, inclusive as do Sul dos atuais Estados Unidos. Em termos populacionais, a colonização inglesa em termos setentrionais foi impulsionada, principalmente, pelo seguinte:
		
	
	Um forte impulso à ocupação direta de ingleses católicos ou anglicanos
	
	promoção de uma política de miscigenação entre ingleses e indígenas.
	
	Forte afluxo de escravos vindos da costa africana
	
	Proibição de migrações de populações não inglesas.
	 
	Imigração de puritanos perseguidos na Inglaterra.
	
	
	 
	
	 4a Questão
	
	
	
	
	A colonização da América do Norte pelos ingleses passou por várias fases, mas a chegada dos ¿pais peregrinos¿ ou dos puritanos foi um marco fundador importante, que influenciou de forma definitiva na formação cultural dos Estados Unidos. Muitos dos peregrinos compararam sua viagem à passagem bíblica da fuga dos judeus em busca da Terra Prometida, isso gerou uma compreensão de que aqueles homens e mulheres tinham uma missão. Escolha a que descreve a missão desses peregrinos.
		
	
	Conquistar outros povos, em guerras santas e impor os desígnios de Deus aos gentios e impuros
	
	Negar a terra como morada e construir uma vida de sacrifícios espirituais e alcançar um lugar no paraíso.
	
	Construir uma nação desapegada da riqueza, que valorizasse apenas o trabalho, a tolerância e o sacrifício, agindo com humildade e servindo de exemplo.
	 
	Foram imbuídos de missão de ensinar a todos como deveria ser a vida em sociedade e a sua relação com Deus, cultuando a liberdade individual e o trabalho como forma de sustento e enriquecimento. Era o Destino Manifesto.
	
	Com a graça divina, deveriam construir comunidades perfeitas que servissem de exemplos aos outros povos, mas deveriam ficar reclusos, proibidos de conviver com pecadores.
	
	
	 
	
	 5a Questão
	
	
	
	
	Sobre os núcleos de colonização europeia na América, leia as afirmações:
I. a colonização espanhola concentrou-se, inicialmente, nas áreas de extração de ouro e prata, já a portuguesa, na região litorânea, com a produção de açúcar;
II. na América Inglesa, as colônias do Sul tinham uma economia baseada na policultura e na manufatura para o mercado interno, e nas do Norte desenvolveram-se plantations;
III. a estrutura político-administrativa da América Inglesa foi marcada por relativa autonomia, mas nos núcleos ibéricos predominou a tendência centralizadora.
Está correto o contido em:
		
	
	III, apenas.
	 
	I e II, apenas.
	
	II e III, apenas.
	 
	I e III, apenas
	
	I, II e III.
	
	
	Gabarito Coment.
	
	 
	
	 6a Questão
	
	
	
	
	A economia do sul das treze colônias seguia o modelo de plantation, que também foi largamente adotado na América Ibérica. Este modelo baseava-se no cultivo, em larga escala, de um único produto, que tinha como objetivo o mercado externo. No caso das colônias sulistas, qual o primeiro produto produzido segundo este modelo?
		
	 
	Tabaco
	 
	Algodão
	
	Açúcar
	
	Trigo
	
	Café
	
	
	Gabarito Coment.
	
	 
	
	 7a Questão
	
	
	
	
	Sobre os primeiros anos da colonização inglesa na América do Norte, analise os itens a seguir e assinale a alternativa incorreta:
		
	 
	Os protestantes calvinistas tinham a ideia de serem um povo escolhido por Deus para criar uma sociedade de ¿eleitos¿.
	
	A ideia de uma terra fértil e abundante, um mundo imenso e a possibilidade de enriquecimento era um poderoso ímã sobre as massas inglesas que haviam emigrado a partir do cercamento dos campos. As autoridades inglesas também viam com simpatia a saída desses elementos para lugares distantes.
	
	A matriz protestante inglesa esteve fortemente presente na sociedade que se constituiu na América inglesa, principalmente no âmbito religioso.
	
	O universo inglês, mesmo quando eventualmente favorável à figura do índio, jamais promoveu um projeto de integração,permanecendo o índio como um estranho.
	 
	Inicialmente, as dificuldades foram superadas de forma quase imediata, com uma integração do imigrante ao território, principalmente pela adequação ao clima e a topografia da região.
	
	
	Gabarito Coment.
	
	 
	
	 8a Questão
	
	
	
	
	A ideia de colônia de povoamento referente à colonização dos EUA ainda vigora em parte da historiografia. No entanto, sabe-se que as condições estruturais da Inglaterra no século XVII empurraram as massas para o Novo Mundo. Assinale a alternativa abaixo, que questiona a afirmativa de que os EUA foram uma colônia de povoamento.
		
	 
	A Inglaterra não via com bons olhos a ida das massas populares para a América anglo-saxônica, pois desejava que a sua colônia fosse um refúgio para os perseguidos religiosos com muitos recursos. Essas pessoas otimizaram o processo de colonização, uma vez que tinham capital para investir.
	 
	O êxodo rural na Inglaterra, século XVII, aumentava a população das cidades com pessoas sem recursos econômicos. Assim, a possibilidade de obter terra fértil e abundante e a chance de enriquecer facilmente, atraiu as massas populares para a América anglo-saxônica.
	
	O êxodo rural, que inundou as cidades inglesas durante o século XVII, criou novas oportunidades de trabalho, dentro da própria Europa, para as massas populares. Assim, só se dirigiram à América, os colonos que podiam trazer consigo riquezas consideráveis.
	
	A Revolução Industrial, plenamente consolidada na Inglaterra no século XVII, absorveu toda a mão-de-obra presente nas cidades, oriunda do êxodo rural. Assim, a ideia de conquistar terras abundantes e se tornar proprietário rural, por parte das classes populares, foi substituída pelo trabalho assalariado nas fábricas.
	
	A presença de indígenas hostis na América anglo-saxônica acabou por afastar os colonos mais pobres, uma vez que estes não teriam recursos bélicos para lutar contra as tribos indígenas. Assim, só vieram para o local os perseguidos religiosos, mais estruturados economicamente, que poderiam lutar contra as comunidades nativas.
	
	
	Gabarito Coment.
	
	
	 1a Questão