tjam leicomplementar scvp  (1)
10 pág.

tjam leicomplementar scvp (1)

Disciplina:Concursos16.696 materiais43.101 seguidores
Pré-visualização2 páginas
LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO AMAZONAS

Professor FABIO SILVA PREPARATÓRIO TJ/AM

HTTP://SOUCONCURSEIROEVOUPASSAR.COM

LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO AMAZONAS

Professor FABIO SILVA PREPARATÓRIO TJ/AM

HTTP://SOUCONCURSEIROEVOUPASSAR.COM

LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO AMAZONAS

Professor FABIO SILVA PREPARATÓRIO TJ/AM

HTTP://SOUCONCURSEIROEVOUPASSAR.COM

Lei de Organização e Divisão Judiciárias do Estado do Amazonas
(Lei Complementar 17, de 23.01.97 – Republicada no DO 15.04.97)

O GOVERNADOR DO ESTADO DO
AMAZONAS

FAÇO SABER que a todos os habitantes que a Assembleia Legislativa decretou e eu sanciono
a presente

LEI:

Art. 1º Este Código dispõe sobre a divisão e a organização judiciária do Estado do

Amazonas, bem como sobre o regime jurídico da Magistratura e a organização dos serviços
auxiliares da Justiça, observados os princípios constitucionais que as regem.
Esta lei é conhecida como LEI ORGÂNICA DO PODER JUDICIÁRIO DO AMAZONAS.
Tal legislação disciplina e organiza os seguintes pontos:

I. Justiça de 1a. Instância
II. Justiça de 2a. Instância
III. Serviços Auxiliares

TÍTULO I
DA ORGANIZAÇÃO DA JUSTIÇA

CAPÍTULO I
DOS ÓRGÃOS DO PODER JUDICIÁRIO

Art. 2º A administração da Justiça compete ao Poder Judiciário, pelos seus órgãos, com

a colaboração dos serviços auxiliares judiciais.
Art. 3º São órgãos do Poder Judiciário:
I – Tribunal de Justiça;
II – Tribunais do Júri;
III – Juízes de Direito;
IV – Juízes Substitutos de Carreira;
V – Conselhos de Justiça e Auditoria Militar;
VI – Juizados Especiais Cíveis e Criminais;
VII – Juizado da Infância e da Adolescência;
VIII – Juizados de Paz.

DISPÕE sobre a Divisão e a Organização judiciária do
Estado do Amazonas, bem como sobre o Regime Jurídico da
Magistratura e a Organização dos Serviços Auxiliares da
Justiça.

LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO AMAZONAS

Professor FABIO SILVA PREPARATÓRIO TJ/AM

HTTP://SOUCONCURSEIROEVOUPASSAR.COM

LEI COMPLEMENTAR 178 DE 2017
Art. 3.º O Poder Judiciário é exercido pelos seguintes órgãos:
I - Tribunal de Justiça;
II - Turmas Recursais dos Juizados Especiais;
III - Tribunais do Júri;
IV - Juízes de Direito;
V - Juízes de Direito Auxiliar;
VI - Juízes Substitutos de Carreira;
VII - Conselhos de Justiça e Auditoria Militar; VIII - Juízes de Paz.

LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO AMAZONAS

Professor FABIO SILVA PREPARATÓRIO TJ/AM

HTTP://SOUCONCURSEIROEVOUPASSAR.COM

§1º Mediante disposição legal, poderão ser criados outros órgãos na estrutura do Poder
Judiciário.

§2º Sempre que necessário à adequada prestação jurisdicional e sem importar aumento

de despesa, o Plenário do Tribunal de Justiça, mediante Resolução, fixará a distribuição de
competência dos órgãos previstos neste artigo, podendo promover a sua redenominação e a
redistribuição dos feitos em curso nas Comarcas, Juízos e Juizados.

Art. 4º Para assegurar o cumprimento e a execução dos seus atos e decisões, poderão

os órgãos do Poder Judiciário requisitar o auxílio da força pública, devendo a autoridade a quem
for dirigido o pedido prestá-lo, sem inquirir do fundamento da requisição, sob pena de responder
por crime de desobediência.

LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO AMAZONAS

Professor FABIO SILVA PREPARATÓRIO TJ/AM

HTTP://SOUCONCURSEIROEVOUPASSAR.COM

CAPÍTULO II
DA COMPOSIÇÃO DA DIVISÃO JUDICIÁRIA

SEÇÃO I
Das Disposições Gerais

Art. 5º A divisão judiciária compreende a criação, a alteração e a extinção de unidades

judiciárias, sua classificação e agrupamento.
Art. 6º Para fins de administração do Poder Judiciário, o território do Estado do Amazonas

tem como unidades judiciárias as Comarcas, os Termos Judiciários, os Distritos constantes do
Quadro anexo e os que forem criados na forma desta Lei.

Art. 6.º Para fins de administração do Poder Judiciário, o Estado do Amazonas tem

como unidades judiciárias Comarcas, Termos Judiciários, e Distritos, criados e instalados
na forma desta Lei Complementar.

Parágrafo único. O Tribunal de Justiça, por Resolução, poderá agrupar as unidades
judiciárias para otimizar a prestação jurisdicional.

Art. 7º A Secretaria Geral do Tribunal de Justiça manterá registro de todas as Comarcas,

Termos e Distritos com a indicação da extensão territorial, número de habitantes, número de
eleitores, distância em relação à Capital e cidades vizinhas, vias de comunicação, receita
tributária, números e espécies de feitos distribuídos e julgados em cada ano.

LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO AMAZONAS

Professor FABIO SILVA PREPARATÓRIO TJ/AM

HTTP://SOUCONCURSEIROEVOUPASSAR.COM

Art. 8º As Comarcas classificam-se em duas entrâncias:
I – Primeira Entrância – Interior do Estado;
II – Segunda Entrância – Capital do Estado.

ENTRÂNCIA INSTÂNCIA

Significa comarcas:
a) Municípios do interior do Estado são
Comarcas de 1a. Entrância
b) Capital é considerada Comarca de 2a.
Entrância.

Significa o lugar onde será iniciado
determinado processo:
1a. Instância (1o. Grau): Juízes de Direito que
atuam na 1a ou 2a Entrâncias.
2a. Instância (2o. Grau): Desembargadores
que atuam em processos em grau de recurso.

Art. 9º Todos os Municípios do Estado são sedes de Comarcas, e aqueles Municípios que
forem criados, após a vigência desta Lei dependerão, para a implantação da Comarca, do
cumprimento dos requisitos estabelecidos nesta Lei, mediante apuração pelo Tribunal de Justiça.

Parágrafo único. A Comarca ainda não implantada constitui Termo Judiciário, na forma do

art. 13, deste Código.

COMARCA TERMOS
São Municípios com Poder Judiciário
instalado.
Todos os municípios anteriores a Lei
Complementar n. 17/97, são reconhecidos
como comarcas

São Municípios criados após a Lei
Complementar 17/97, que ainda não são
reconhecidos como Comarcas.
Precisam preencher desterminados
requisitos para transformação solene em
comarcas.

SUBSEÇÃO III
DA IMPLANTAÇÃO E INSTALAÇÃO

Art. 10. Para a implantação e a instalação de Comarcas, o Tribunal de Justiça verificará
se a sede do Município, candidato a Comarca, possui prédio destinado ao Fórum local, com
dependência para gabinete do Juiz, sala de audiências; sala para o Ministério Público; sala para
Defensores Públicos, dependência para o Cartório, inclusive o Cartório eleitoral, além de outras
necessárias aos serviços judiciais e, ainda, casas para a residência do Juiz, do Promotor de
Justiça; e cadeia pública, todos a integrar o domínio do Estado.

LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO AMAZONAS

Professor FABIO SILVA PREPARATÓRIO TJ/AM

HTTP://SOUCONCURSEIROEVOUPASSAR.COM

§1º Satisfeitos os requisitos referidos no caput deste artigo, o Tribunal de Justiça, mediante
ato, fará a declaração de implantação