NBR 14992 ar argamassa a base de cimento
16 pág.

NBR 14992 ar argamassa a base de cimento


Disciplina[nbr] - Normas2.473 materiais28.870 seguidores
Pré-visualização5 páginas
Sede:
Rio de Janeiro
Av. Treze de Maio, 13/28º andar
CEP 20003-900 - Caixa Postal 1680
Rio de Janeiro - RJ
Tel.: PABX (21) 3974-2300
Fax: (21) 2240-8249/2220-6436
Endereço eletrônico:
www.abnt.org.br
ABNT - Associação
Brasileira de
Normas Técnicas
Copyright © 2003,
ABNT\u2013Associação Brasileira de
Normas Técnicas
Printed in Brazil/
Impresso no Brasil
Todos os direitos reservados
OUT 2003 NBR 14992
A.R. - Argamassa à base de cimento
Portland para rejuntamento de
placas cerâmicas - Requisitos e
métodos de ensaios
Palavras-chave: Argamassa. Placa cerâmica. Cimento 16 páginas
Sumário
Prefácio
1 Objetivo
2 Referências normativas
3 Definições
4 Requisitos
5 Amostragem e inspeção
6 Aceitação e rejeição
ANEXOS
A Preparo da mistura
B Determinação de retenção de água
C Determinação da variação dimensional
D Determinação da resistência à compressão
E Determinação da resistência à tração na flexão
F Determinação da absorção de água por capilaridade
G Determinação de permeabilidade
Prefácio
A ABNT \u2013 Associação Brasileira de Normas Técnicas \u2013 é o Fórum Nacional de Normalização. As Normas Brasileiras, cujo
conteúdo é de responsabilidade dos Comitês Brasileiros (ABNT/CB) e dos Organismos de Normalização Setorial
(ABNT/ONS), são elaboradas por Comissões de Estudo (CE), formadas por representantes dos setores envolvidos, delas
fazendo parte: produtores, consumidores e neutros (universidades, laboratórios e outros).
Os Projetos de Norma Brasileira, elaborados no âmbito dos ABNT/CB e ABNT/ONS, circulam para Consulta Pública entre
os associados da ABNT e demais interessados.
Esta Norma contém os anexos A a G, de caráter normativo.
1 Objetivo
Esta Norma especifica os requisitos exigíveis no recebimento de A.R. - argamassa à base de cimento Portland para
rejuntamento de placas cerâmicas no revestimento de pisos e paredes.
Origem: Projeto 18:406.05-001:2002
 ABNT/CB-18 - Comitê Brasileiro de Cimento, Concreto e Agregados
 CE-18:406.05 - Comissão de Estudo de Argamassa para Rejunte
 NBR 14992 - Portland cement\u2019s mortar to flush ceramic tiles
 Descriptors: Mortar. Ceramic tile to flush. Cement
 Válida a partir de 01.12.2003
NBR 14992:20032
2 Referências normativas
As normas relacionadas a seguir contêm disposições que, ao serem citadas neste texto, constituem prescrições para esta
Norma. As edições indicadas estavam em vigor no momento desta publicação. Como toda norma está sujeita a revisão,
recomenda-se àqueles que realizam acordos com base nesta que verifiquem a conveniência de se usarem as edições
mais recentes das normas citadas a seguir. A ABNT possui a informação das normas em vigor em um dado momento.
NBR 6156:1983 - Máquina de ensaio de tração e compressão - Verificação - Método de ensaio
NBR 7215:1996 - Cimento Portland - Determinação da resistência à compressão
NBR 8490:1984 - Argamassas endurecidas para alvenaria estrutural - Retração por secagem - Método de ensaio
NBR 8522:1984 - Concreto - Determinação do módulo de deformação estática e diagrama - Tensão- deformação -
Método de ensaio
NBR 13753:1996 - Revestimento de piso interno ou externo com placas cerâmicas e com utilização de argamassa
colante - Procedimento
NBR 13755:1996 - Revestimento de paredes externas e fachadas com placas cerâmicas e com utilização de
argamassa colante - Procedimento
NBR 13816:1997 - Placas cerâmicas para revestimento - Terminologia
NBR 13817:1997 - Placas cerâmicas para revestimento - Classificação
3 Definições
Para os efeitos desta Norma, aplicam-se as seguintes definições:
3.1 A.R.: Mistura industrializada de cimento Portland e outros componentes homogêneos e uniformes, para aplicação nas
juntas de assentamento de placas cerâmicas, classificada segundo o ambiente de aplicação e requisitos mínimos
conforme a tabela 1.
3.2 placa cerâmica: Conforme disposto na NBR 13816.
3.3 junta de assentamento: Espaço livre entre as placas cerâmicas assentadas.
4 Requisitos
4.1 Classificação
4.1.1 Rejuntamento tipo I
Argamassa à base de cimento Portland para rejuntamento de placas cerâmicas para uso em ambientes internos e
externos, desde que observadas as seguintes condições:
a) aplicação restrita aos locais de trânsito de pedestres/transeuntes, não intenso;
b) aplicação restrita a placas cerâmicas com absorção de água acima de 3% (grupos II e III - segundo a NBR 13817);
c) aplicação em ambientes externos, piso ou parede, desde que não excedam 20 m2 e 18 m2, respectivamente, limite a
partir do qual são exigidas as juntas de movimentação, segundo NBR 13753 e NBR 13755.
4.1.2 Rejuntamento tipo II
Argamassa à base de cimento Portland para rejuntamento de placas cerâmicas, para uso em ambientes internos e
externos, desde que observadas as seguintes condições:
a) todas as condições do tipo I;
b) aplicação em locais de trânsito intenso de pedestres/transeuntes;
c) aplicação em placas cerâmicas com absorção de água inferior a 3% (grupo I - segundo a NBR 13817);
d) aplicação em ambientes externos, piso ou parede, de qualquer dimensão, ou sempre que se exijam as juntas de
movimentação;
e) ambientes internos ou externos com presença de água estancada (piscinas, espelhos d\u2019água etc.).
NOTA - Para ambientes agressivos quimicamente ou mecanicamente e outros tipos de revestimento, consultar o fabricante, assim como
ambientes com temperaturas acima de 70°C ou abaixo de 0°C (estufas ou câmaras frigoríficas), para esclarecer qual o produto
adequado.
NBR 14992:2003 3
4.2 Ensaios
Preparar a mistura de argamassa conforme anexo A e proceder os ensaios conforme anexos B, C, D, E, F e G,
comparando os resultados com os requisitos da tabela 1.
Tabela 1 - Tipos de A.R. e requisitos mínimos
Anexos Método/propriedade Unidade Idade deensaio Tipo I Tipo II
B Retenção de água Milímetro (mm) 10 min £ 75 £ 65
C Variação dimensional Milímetro por metro(mm/m) 7 dias £ l 2,00 l £ l 2,00 l
D Resistência à compressão Megapascal (MPa) 14 dias ³ 8,0 ³ 10,0
E Resistência à tração na flexão Megapascal (MPa) 7 dias ³ 2,0 ³ 3,0
F Absorção de água por capilaridade aos300 min
Grama por centímetro
quadrado (g/cm2) 28 dias £ 0,60 £ 0,30
G Permeabilidade aos 240 min Centímetros cúbicos (cm3) 28 dias £ 2,0 £ 1,0
4.3 Embalagem e marcação
As A.R. devem ser entregues em embalagens que tenham impressas, de forma bem visível, as seguintes informações,
além das eventuais disposições legais vigentes:
a) designação normalizada;
b) marca do produto e razão social do fabricante;
c) massa líquida do produto, em quilogramas;
d) identificação desta Norma;
e) instruções e cuidados necessários para o manuseio e aplicação do produto, bem como a quantidade de água
de amassamento, conforme 4.6;
f) informações sobre a composição, data de fabricação, prazo de validade e condições de armazenamento do
produto.
4.4 Armazenamento
O armazenamento deve ser efetuado em local seco e protegido para preservação da qualidade e de forma que permita
fácil acesso à inspeção e identificação de cada lote. As pilhas devem ser colocadas sobre estrados secos e não devem
ultrapassar 1,5 m de altura.
4.5 Prazo de validade
O prazo de validade é contado a partir da data de fabricação e é válido sempre que mantidas as condições de
armazenamento citadas em 4.4, ressalvando-se que durante o transporte as embalagens não devem sofrer avarias.
4.6 Composição e água de amassamento
A composição química declarada deve ser qualitativa e a quantidade de água de amassamento necessária para a
aplicação deve ser expressa em litro de água por quilograma do produto ou litro de água por embalagem de produto.
5 Amostragem e inspeção
5.1 Devem ser dadas ao consumidor todas as facilidades para uma cuidadosa inspeção e amostragem de A.R. a ser
entregue.
5.2 Considera-se um lote a quantidade máxima de 3 t, referente à A.R. oriunda de um mesmo fornecedor, entregue