Atlas de anatomia Humana
127 pág.

Atlas de anatomia Humana


DisciplinaAnatomia I46.051 materiais389.550 seguidores
Pré-visualização9 páginas
Atlas de anatomia Humana
Jones Baroni F. de Menezes
Francisca Daniela Lira Mota 
A Anatomia (dividir em partes) é a ciência que estuda, macro e 
microscopicamente, a constituição e o desenvolvimento do corpo humano.
Divisão do Corpo Humano
Divisão das Partes 
Humanas
Composição
Cabeça Crânio e Face 
Pescoço Pescoço 
Tronco Tórax Abdome e Pelve
Membro Superior 
Ombro(raiz) Braços, 
Antebraço e Mãos
Membro Inferior 
Quadril(raiz), Coxa, Pernas 
e Pés
Planos Anatômicos 
Planos que 
delimitam 
o corpo
Ventral
Dorsal 
Lateral
Superior ou cranial
Inferior ou podálico
Secções 
(cortes) que 
delimitam o 
corpo
Sagital Mediana
Coronal ou Frontal
Transversal ou 
Horizontal
Aparelho Locomotor
O Aparelho locomotor é responsável pela realização de todos os movimentos esqueléticos 
do corpo.
Conjunto de sistemas:
Sistema esquelético
Sistema Muscular
Sistema Vascular 
sanguíneo
Sistema nervoso
Aproximadamente 206 ossos
Sistema 
Esquelético
Sistema Esquelético
Esqueleto Axial se divide em:
1. Ossos do Crânio
2. Ossos do Pescoço 
3. Ossos do Tronco (Caixa Torácica)
Esqueleto Apendicular se divide em:
1. Ossos dos membros Superiores
2. Ossos dos membros Inferiores
Ossos do Crânio Ossos das vértebras
Fémur Ossos da mão
Ossos do Braço
Classificação dos ossos 
Osso Longo: Tem o comprimento maior que a largura
e são constituídos por um corpo e duas extremidades.
Ex: Fêmur (figura), Úmero, Rádio, Fíbula, etc.
Osso Curto: Possuem seus comprimentos
praticamente iguais às suas larguras.
Ex: Ossos do Carpo (figura) e Tarso.
Classificação dos ossos 
Ossos Pneumático: ossos que contêm cavidades
cheias de ar, revestidas por mucosa, presentes em seu
interior. Apresenta peso pequeno, relacionado ao seu
volume.
Ex: Esfenóide (figura), Etmóide, Frontal e Maxilas.
Ossos Planos ou Laminares: ossos finos e compostos por
duas lâminas paralelas de tecido ósseo compacto. Eles
permitem proteção e geram grandes áreas para
inserção de músculos. Ex: Frontal, Parietal, Escápula
(figura), etc.
Classificação dos ossos 
Ossos Sesamoide: Estão presentes no interior
de alguns tendões em que há considerável
fricção, tensão e estresse físico, como as
palmas das mãos e plantas dos pés. Ex: Patela.
Ossos Irregulares: Apresentam formas complexas e
não podem ser agrupados em nenhuma das
categorias prévias. Eles têm quantidades variáveis de
osso esponjoso e de osso compacto. Ex: Vértebras.
Estrutura dos ossos Longos
Epífise: As extremidades alargadas de um osso
longo. Cada epífise consiste de uma fina camada
de osso compacto que reveste o osso esponjoso e
é recoberta por cartilagem.
Diáfise: É a haste longa do osso. Ela é constituída
principalmente de tecido ósseo compacto,
proporcionando, considerável resistência ao osso
longo.
Periósteo: Membrana de tecido conjuntivo denso,
fibroso, que reveste a superfície externa da diáfise,
fixando-se firmemente a toda a superfície externa
do osso, exceto à cartilagem articular. Protege o
osso e serve como ponto de fixação para os
músculos, contém os vasos sanguíneos que nutrem
o osso.
Sistema Articular
Articulações ou junturas são os meios através dos quais os ossos se unem entre si 
para formar o esqueleto.
1. Articulações Fibrosas:
1.1 Suturas 
1.2 Sindesmoses 
1.3 Gonfoses 
2. Articulações Cartilagíneas:
2.1 Sincondroses
2.2 Sínfises 
3. Articulações Sinoviais:
3.1 Ligamentos
3.2 Cápsula articular
3.3 Discos e meniscos
Sistema Articular
1. Articulações Fibrosas: As articulações ou junturas fibrosas incluem todas as articulações 
onde as superfícies dos ossos estão quase em contato direto. Dividem-se em 3 tipos:
1.1 Suturas: Nas suturas as extremidades dos ossos têm Interligações ou sulcos, que os mantêm 
firmemente unidos. Este tipo de articulação é encontrado somente entre os ossos do crânio.
1 \u2013 Sutura Coronal ou 
Bregmática: entre os ossos 
frontal e parietais;
2 \u2013 Sutura Sagital: entre os 
dois parietais (linha sagital 
mediana);
3 \u2013 Sutura Lambdoide: 
entre os parietais e o 
occipital;
4 \u2013 Sutura Escamosa: entre 
o parietal e o temporal.
Sistema Articular
1.2 Sindesmoses: Nestas suturas o tecido
interposto é também o conjuntivo fibroso.
A Nomenclatura Anatômica só registra dois
exemplos: sindesmose tíbio-fibular e sindesmose
radio-ulnar.
Há maior quantidade de tecido conjuntivo fibroso
interposto entre os ossos envolvidos.
Sistema Articular
1.3 Gonfoses: Este tipo de articulação fibrosa serve para fixar os dentes em seus alvéolos 
dentários e praticamente não permite movimentos.
Sistema Articular
2. Articulações Cartilagíneas: Os ossos são unidos por cartilagem permitindo que pequenos movimentos 
sejam possíveis nestas articulações. Dividem-se em dois tipos.
2.1 Sincondroses: Os ossos de uma articulação do tipo sincondrose estão unidos por uma cartilagem
hialina. Muitas sincondroses são articulações temporárias, com a cartilagem sendo substituída por osso com
o passar do tempo (ex: Ossos longos e ossos do crânio). As articulações entre as dez primeiras costelas e as
cartilagens costais são sincondroses permanentes.
Sistema Articular
2.2 Sínfises: As sínfises são junturas nas quais as superfícies ósseas, cobertas por uma fina 
camada de cartilagem hialina, se articulam por intermédio de uma fibrocartilagem espessa. 
Esses discos permitem que a sínfise absorva impactos.
Sistema Articular
3. Articulações Sinoviais: As articulações sinoviais são aquelas por meio das quais 
realizamos praticamente todos os movimentos do corpo.
3.1 Ligamentos: Os ligamentos são como cordões fibrosos, são constituídos por fibras
colágenas dispostas paralelamente ou intimamente entrelaçadas umas as outras. São
maleáveis e flexíveis para permitir perfeita liberdade de movimento.
Sistema Articular
3.2 Cápsula articular: É uma membrana conjuntiva que envolve as articulações sinoviais.
Têm por finalidade manter a união entre os ossos bem como impedir o movimento em
planos indesejáveis e limitar a amplitude dos movimentos considerados normais.
Sistema Articular
3.3 Discos e meniscos: São estruturas fibro cartilaginosas encontradas em várias 
articulações sinoviais, entre as superfícies articulares. Tem como função gerar congruência 
(melhor adaptação) das articulações e amortecer.
Sistema Muscular
Músculos: São estruturas individualizadas que cruzam uma ou mais articulações e, pela sua 
contração, são capazes de transmitir-lhes movimento. Representam 40-50% do peso corporal 
total.
Funções dos Músculos:
1.Produção dos movimentos corporais;
2.Estabilização das Posições Corporais;
3.Regulação do Volume dos Órgãos;
4.Movimento de Substâncias dentro do 
Corpo;
5.Produção de Calor.
Classificação dos músculos
Origem: Quando se originam de mais de um 
tendão. Ex. Bíceps, Quadríceps.
Inserção: Quando se inserem em mais de um 
tendão. Ex: Flexor Longo dos Dedos.
Sistema Muscular
Classificação dos Músculos
Quanto a função:
Agonistas:
São os músculos principais que ativam
um movimento específico do corpo, eles
se contraem ativamente para produzir um
movimento desejado. Ex: Pegar uma chave
sobre a mesa, agonistas são os flexores dos
dedos.
Sistema Muscular
Classificação dos Músculos
Quanto a função:
Antagonistas:
Músculos que se opõem à ação dos
agonistas, quando o agonista se contrai, o
antagonista relaxa progressivamente,
produzindo um movimento suave.
Sistema Muscular
Classificação dos Músculos
Quanto a função:
Sinergistas:
São aqueles que participam
estabilizando as articulações para
que não ocorram movimentos
indesejáveis
Bello
Bello fez um comentário
Incrível...acho que encontro tudo pra minha vida de estudante, aqui"ammo???? obrigada
0 aprovações
Victoria
Victoria fez um comentário
Boa noite, vivo em angola baxei o aplicativo e como faço p'ra contribuir, nao cosingo abrir a matéria estou mesmo a precisar
1 aprovações
Carregar mais