A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
de 50 mi1

Pré-visualização|Página 1 de 5

»
00:00
de 50
mi n.
Lupa
Cal c.
Matrícul a: 20 16 09 057 90 2
Pe odo Acad.: 2019.1 EAD (G ) / SM
Que st.: 1
1.
Qual o pe odo de re novação da d ecl aração do val e transp orte ?
2 anos
12 me se s
3 anos
6 me se s
36 me se s
Que st.: 2
2.
Em re l ão ao contrato de trabalho por prazo de te rmi nado, é corre to se af irmar que
e le :
Só pode se r prorrogado uma úni ca ve z, não pode ter duração supe ri or a doi s
anos e, caso o trabal hador sej a despe di do se m justa causa, ante s do té rmi no d o
contrato, o empregador de ve rá p agar uma i nd en iz ação no v alor da me tade dos
sal ário s de vi dos até o fim do contrato.
Só pode se r prorrogado uma ún ica ve z, não pode ter duração supe ri or a um ano
e , caso o trabalhador se j a de spe di do sem ju sta causa, antes d o rmi no d o
contrato, o empregador de ve rá p agar uma i nd en iz ação no v alor da me tade dos
sal ário s de vi dos até o fi m do co ntrato.
Só pode se r prorrogado uma ún ica ve z, não pode ter duração supe ri or a doi s
anos e, caso o trabal hador sej a despe di do se m justa causa, ante s do té rmi no d o
contrato, o empregador não fi ca obri gado a pagar nenhum ti po de in de ni zação

ao trabalh ador.
Pode se r prorrogado por duas veze s, não pode te r duração supe ri or a do i s anos
e , caso o trabalhador se j a de spe di do sem ju sta causa, antes d o rmi no d o
contrato, o empregador de ve rá p agar uma i nd en iz ação no v alor da me tade dos
sal ário s de vi dos até o fi m do con trato.
Só pode se r prorrogado uma ún ica ve z, não pode ter duração supe ri or a três
anos e, caso o trabal hador sej a despe di do se m justa causa, ante s do té rmi no d o
contrato, o empregador não fi ca obri gado a pagar nenhum ti po de in de ni zaçã o
ao trabalh ador.
Que st.: 3
3.
Consi de ra-se trabalho noturno urbano aque le real izado e ntre :
As 22 horas de um di a e as 5 ho ras do di a se gui nte , comp utando - se a hora
noturna como de 52 mi nutos e 30 se gundos.
O anoi te ce r de um di a e o amanh e cer do di a se gu inte.
As 20 horas de um di a e as 7 horas do di a se gui n te , comp utando - se a hora
noturna como 48 mi nutos.
As 22 horas d e um dia e as 5 horas do di a se gui n te , comp utando -se a ho ra
noturna como de 45 mi nutos.
As 21 horas de um di a e as 6 horas do di a se gui n te , com i nte rvalos obri gatóri os
de 15 mi nu tos a cada 60 mi nutos.
Que st.: 4
4.
A jo rnada no rmal de trabal ho é de
8 ( oi to) horas, se ndo pe rmi ti da a re al iz ação de horas ex tras, se m li mi tação
l e gal , e x ce to nos caso s de e scal a d e re ve zame nto.
7 ( se te ) horas, sendo pe rmi tida a re ali zação de horas ex tras se m l i mi tação le gal .
8 ( oi to) horas, se ndo pe rmi ti da a re al iz ação de, no xi mo, 10 (d ez) horas
e x tras me ns ais.
8 ( oi to) horas, se ndo permi ti d a a re al ização de, no xi mo, 2 (du as) horas

e x tras di ári as, e x ce to nos casos de e scal a de revezame nto.
7h 30m (s ete horas e 30 mi nutos) , se nd o pe rmi ti d a a re ali zação de, no x i mo,
2 ( duas) h oras ex tras di ári as.
Que st.: 5
5.
Cal cu le a remune ração men sal de um e mpre gado qu e possu a um sal ári o hora de R$
20,00 com carga horária men sal de 220 horas, e m uma área co ns iderada peri cul osa.
R$ 6.2 00,0 0
R$ 4.4 00,0 0
4. 475, 00
1. 326, 00
R$ 5.7 20,0 0
Que st.: 6
6.
Dete rminado empre gado re ce be me nsal me nte o s alári o de R$ 1. 22 2, 20, co m ca rga
horári a me n sal de 180 horas. Para e sse emp regado, o val o r do sal ário - ho ra re pre se nta
o valor de :
R$ 8,1 5
R$ 6,7 9
R$ 5,5 6
R$ 5,0 8
R$ 4,3 0
Que st.: 7