A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Acidentes osseos (1)

Pré-visualização | Página 1 de 3

ROTEIRO DE AULAS PRÁTICAS DE ANATOMIA 2
INTRODUÇÃO:
Côndilo: área articular arredondada.
Crista: crista do osso.
Epicôndilo: eminência superior a um côndilo.
Fóvea: área plana, lisa recoberta por cartilagem onde um osso se articula com outro osso. 
Forame: passagem através de um osso.
Fossa: área côncava ou deprimida.
Sulco: depressão ou ranhura alongada.
Linha: elevação linear.
Maléolo: processo arredondado.
Incisura: indentação na margem de um osso.
Protuberância: projeção do osso.
Espinha: processo semelhante a um acúleo.
Processo espinhoso: parte saliente semelhante a uma espinha.
Trocânter: elevação obtusa grande.
Tubérculo: pequena eminência elevada.
Tuberosidade: grande elevação arredondada.
MMSS:
CLAVÍCULA:
Extremidade acromial.
Extremidade esternal.
Linha trapezóide.
Tubérculo conóide.
Sulco para o m. subclávio.
Impressão do ligamento costoclavicular.
ESCÁPULA:
Margem lateral.
Margem medial.
Margem superior.
Ângulo superior.
Ângulo inferior.
Ângulo acromial.
Ângulo medial.
Ângulo lateral.
Acrômio.
Processo coracóide.
Incisura da escápula.
Fossa subescapular.
Espinha.
Tubérculo deltóide da espinha da escápula.
Fossa supra-espinhal.
Fossa infra-espinhal.
Cavidade glenoidal.
Tubérculo supraglenoidal.
Tubérculo infraglenoidal.
Cabeça e colo.
Incisura espinoglenoidal.
Sulco dos vasos escapulares circunflexos.
ÚMERO:
Cabeça.
Colo anatômico.
Colo cirúrgico.
Tubérculo maior.
Tubérculo menor.
Sulco intertubercular.
Crista do tubérculo maior.
Crista do tubérculo menor.
Tuberosidade para o m. deltóide.
Côndilo medial.
Côndilo lateral.
Epicôndilo medial.
Epicôndilo lateral.
Capítulo.
Tróclea.
Sulco capítulo-troclear.
Fossa radial.
Fossa coronóide.
Crista supracondilar lateral.
Crista supracondilar medial.
Sulco do nervo radial.
Sulco do nervo ulnar.
Fossa do olécrano.
RÁDIO:
Cabeça e fóvea da cabeça 
Colo.
Tuberosidade radial.
Processo estilóide.
Área do osso escafóide.
Área do osso semilunar.
Incisura ulnar do rádio.
Borda interóssea.
Área dos m.m. abdutor longo e extensor curto do polegar.
Sulco dos m.m. extensores radiais longo e curto do carpo.
Tubérculo dorsal.
Sulco do m. extensor longo do polegar.
Sulco dos m.m. extensor dos dedos e extensor do indicador.
ULNA:
Olécrano.
Incisura troclear.
Processo coronóide.
Tuberosidade da ulna.
Incisura radial da ulna.
Processo estilóide.
Borda interóssea.
Crista do m. supinador.
CARPO:
Escafóide.
Semilunar.
Piramidal.
Psiforme.
Trapézio.
Trapezóide.
Capitato.
Hamato com o hâmulo.
METACARPO/FALANGES:
Base.
Corpo.
Cabeça.
MMII:
QUADRIL:
Crista ilíaca.
Espinha ilíaca ântero-superior.
Espinha ilíaca ântero-inferior.
Espinha ilíaca póstero-superior.
Espinha ilíaca póstero-inferior.
Superfície glútea.
Linhas glúteas: anterior, posterior e inferior.
Corpo do ílio.
Espinha isquiática.
Corpo do ísquio.
Tuberosidade isquiática.
Ramo do ísquio.
Incisura isquiática: maior e menor.
Ramos do púbis: superior e inferior.
Tubérculo púbico.
Crista obturatória.
Acetábulo: margem, face semilunar, fossa e incisura.
Fossa ilíaca.
Tuberosidade ilíaca.
Face auricular para o sacro.
Linha arqueada.
Linha pectínea.
Eminência iliopúbica.
Face sinfisal.
Forame obturado.
FÊMUR:
Cabeça.
Colo.
Fóvea da cabeça femoral.
Trocânter maior e menor.
Fossa trocantérica.
Linha intertrocantérica.
Face patelar.
Crista intertrocantérica.
Tuberosidade glútea.
Linha pectínea.
Linha áspera-lábios: lateral e medial. 
Côndilos: medial e lateral.
Fossa intercondilar.
Epicôndilos: medial e lateral.
Tubérculo adutor.
Face poplítea.
Linhas supracondilares: lateral e medial.
Linha intercondilar.
PATELA:
Base.
Ápice.
Face articular.
TÍBIA:
Côndilo lateral.
Côndilo medial.
Eminência intercondilar com os tubérculos intercondilar lateral e medial.
Área intercondilar anterior e posterior.
Facetas: lateral e medial.
Tuberosidade anterior.
Linha oblíqua.
Tubérculo de Gerdy.
Margem interóssea.
Maléolo medial.
Face articular do maléolo medial.
Face articular inferior.
Sulco do m. semimembranoso.
Linha do m. sóleo.
Sulco dos tendões: tibial posterior e flexor longo dos dedos.
Incisura fibular da tíbia.
FÍBULA:
Ápice.
Cabeça.
Colo.
Maléolo lateral.
Face articular do maléolo lateral.
Fossa do maléolo lateral.
Borda interóssea.
TARSO:
Calcâneo-tuberosidade.
Tálus-tróclea, colo e cabeça.
Navicular.
Cubóide.
Cuneiformes: medial, intermédio e lateral.
METATARSO E FALANGES:
Base.
Corpo.
Cabeça.
Tuberosidade do 5º metatarsiano.
CABEÇA:
SUTURAS:
Sagital.
Coronal.
Lambdóide.
Metópica.
Bregma.
Lambda.
FOSSAS DA BASE DO CRÂNIO:
Anterior.
Média.
Posterior.
FRONTAL:
Glabela.
Forame supra-orbital.
Face orbital.
Crista frontal.
MANDÍBULA:
Ramo.
Ângulo.
Corpo.
Processo condilar: cabeça e colo.
Linha oblíqua.
Forame mentual.
Protuberância mentual.
Processo coronóide.
Incisura mandibular.
Sulco e linha milo-hióidea.
Fossa digástrica.
MAXILAR:
Face orbital.
Processos: alveolar, palatino, frontal e zigomático.
Espinha nasal anterior.
Forame infra-orbital.
PALATINO:
Lâmina horizontal.
Lâmina perpendicular.
Espinha nasal posterior.
Processo orbital.
ETMÓIDE:
Crista de Galli.
Lâminas: perpendicular, crivosa e orbital.
Conchas nasais: suprema, superior e média.
ESFENÓIDE:
Asas: maior e menor.
Processo clinóide anterior e posterior.
Processo pterigóide com suas lâminas lateral e medial.
Sela turca.
Fossa hipofisária. 
Seio.
Fossa.
TEMPORAL:
Processos: mastóideo, estilóide e zigomático.
Tubérculo articular.
Fossa mandibular.
Meato acústico externo.
Partes: escamosa e petrosa. 
PARIETAL:
Linha temporal superior e inferior.
Tuberosidade parietal.
ZIGOMÁTICO:
Processos: temporal e frontal.
Arco zigomático.
Face orbital.
OCCIPITAL:
Forame magno.
Côndilos.
Protuberância occipital externa.
Linhas nucais: superior e inferior.
HIÓIDE:
Corpo.
Cornos: maior e menor.
Forames da base do crânio:
Fossa anterior
Lâmina crivosa do etmóide: I.
Canal óptico: II.
Fossa média
Fenda esfenoidal: III, IV, VI e V1.
Forame grande redondo: V2.
Forame oval: V3. 
Fossa posterior
Meato acústico interno: VII e VIII.
Forame jugular: IX, X e XI.
Canal do hipoglosso: XII.
TRONCO:
ESTERNO:
Incisura jugular do esterno.
Incisura clavicular do esterno.
Incisuras costais.
Ângulo do esterno.
Manúbrio.
Corpo.
Processo xifóide.
Sínfises: manubrioesternal e xifoesternal.
COSTELAS:
Cabeça com as facetas articulares para o corpo vertebral: faceta superior e inferior.
Colo.
Tubérculo com a faceta articular para o processo transverso.
Ângulo.
Corpo.
Sulco costal.
COLUNA VERTEBRAL:
VÉRTEBRA TÍPICA:
Corpo vertebral (1)
Pedículo (2)
Processo espinhoso (1)
Processos transversos (2)
Processos articulares (4): 2 superiores e 2 inferiores. 
Lâmina (2)
Forame vertebral (1) 
Forame intervertebral 
C1: Atlas
Ausência do corpo vertebral.
Arco anterior.
Arco posterior.
Face articular superior para o côndilo occipital.
Face articular inferior para o áxis.
Tubérculo anterior.
Tubérculo posterior.
Face articular para o dente.
C2: Áxis 
Dente ou processo odontóide.
Face articular anterior para Atlas.
Face articular posterior para o ligamento transverso.
Face articular superior para Atlas.
Face articular inferior para C3.
SACRO:
Base.
Asa.
Promontório.
Superfície articular lombossacra.
Processo articular superior.
Forames sacrais anteriores e posteriores.
Cristas ou linhas transversas.
Cristas sacrais: mediana, intermédia e lateral.
Corno sacral.
Hiato sacral.
Superfície auricular.
CÓCCIX:
Processo transverso.
Corno.
ARTICULAÇÕES E LIGAMENTOS
MMSS:
O Complexo Articular do Ombro (articulações):
Esterno-clavicular.
Acrômio-clavicular.
Glenoumeral.
Escápulo-torácica.
Articulação esterno-clavicular:
É o único ponto de união da cintura escapular com o tronco.
É muito móvel para permitir o movimento

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.