A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
APOSTILA QUESTÕES OAB FGV

Pré-visualização | Página 6 de 50

Estados. 
B) na vigência do estado de sítio e na implantação do estado de emergência. 
C) quando em estado de sítio e durante a intervenção da União nos Municípios. 
D) na vigência de estado de defesa, de estado de sítio e de intervenção federal. 
 
48. (FVG – OAB – X Exame) Preocupado com a concorrência de eletrodomésticos produzidos na 
China e com o saldo da balança comercial, o Presidente da República, no dia 1º de abril, 
editou medida provisória determinando o aumento da alíquota do imposto sobre produtos 
industrializados (IPI) para os produtos provenientes daquele país. Entretanto, passados 30 (trinta) 
dias, o Congresso Nacional rejeitou a medida provisória, não a convertendo em lei. 
Com base no caso acima, assinale a afirmativa correta. 
A) A medida provisória terá eficácia por mais 30 (trinta) dias, perfazendo o total de 60 (sessenta) 
dias. 
B) A medida provisória terá eficácia por mais 30 (trinta) dias, período no qual poderá haver 
nova tentativa de conversão em lei. 
C) A medida provisória perderá sua eficácia, cabendo ao Presidente da República, caso haja 
interesse, reeditá-la imediatamente. 
D) A medida provisória perderá sua eficácia, devendo o Congresso Nacional disciplinar, por 
decreto legislativo, as relações jurídicas dela decorrentes. 
 
49. (FGV – OAB – 2010.2) Sabe-se a polêmica ainda existente na doutrina constitucionalista 
pátria no que se refere à eventual hierarquia da Lei Complementar sobre a Lei Ordinária. 
Todavia, há diferenças entre essas duas espécies normativas que podem até gerar vícios de 
inconstitucionalidade caso não respeitadas durante o processo legislativo. A partir do 
fragmento acima, assinale a afirmativa incorreta. 
A) A Lei Complementar exige aprovação por maioria absoluta, enquanto a lei ordinária é 
aprovada por maioria simples dos membros presentes à sessão, desde que presente a maioria 
absoluta dos membros de cada Casa ou de suas Comissões. 
B) As matérias que devem ser regradas por Lei Complementar encontram-se taxativamente 
indicadas no texto constitucional e, desde que não seja assunto específico de normatização 
por decreto legislativo ou resolução, o regramento de todo o resíduo competi rá à lei ordinária. 
 
Boa Viagem: Rua Visconde de Jequitinhonha, 76. tel: 34628989 e 33425049 
 Boa Vista: Rua Montevidéu, 276. Tel: 34230732. 
 falecom@espacojuridico.com 
 www.espacojuridico.com 
 
 
 
C) As matérias reservadas à Lei Complementar não serão objeto de delegação do Congresso 
ao Presidente da República. 
D) A discussão e votação dos projetos de lei ordinária devem, obrigatoriamente, ter início na 
Câmara dos Deputados. 
 
50. (FGV – OAB – 2010.2) Sobre o instrumento jurídico denominado Medida Provisória que não é 
lei, mas tem força de lei, assinale a afirmativa correta. 
A) A sua eficácia dura sessenta dias contados da publicação, podendo a medida ser 
prorrogada apenas duas vezes, ambas por igual período. 
B) Se a Medida Provisória perder eficácia por decurso de prazo ou, em caráter expresso, for 
rejeitada pelo Congresso Nacional, vedada será sua reedição na mesma sessão legislativa. 
C) A não apreciação pela Câmara dos Deputados e, após, pelo Senado Federal, no prazo de 
45 dias contados da publicação, tem como consequência apenas o sobrestamento da 
deliberação dos projetos de emenda à Constituição. 
D) A edição de Medida Provisória torna prejudicado o projeto de lei que disciplina o mesmo 
assunto e que, a par de já aprovado pelo Congresso Nacional, está pendente de sanção ou 
veto do Presidente da República. 
 
51. (FGV – OAB – 2010.3) A Constituição da República de 1988 reclama lei complementar para 
dispor sobre: 
A) o estatuto jurídico das empresas públicas e sociedades de economia mista. 
B) as formas de participação do usuário na administração pública. 
C) finanças públicas. 
D) contratação por tempo determinado na administração pública. 
 
52. (FGV – OAB – 2010.3) Assinale a alternativa que contemple matéria para cuja disciplina é 
vedada a edição de medida provisória. 
A) Instituição ou majoração de impostos. 
B) Abertura de crédito extraordinário, ainda que para atendimento a despesas imprevisíveis e 
urgentes. 
C) Normas gerais de licitações e contratos administrativos. 
D) Partidos políticos e direito eleitoral. 
 
53. (FGV – OAB – VII EXAME) As Emendas Constitucionais possuem um peculiar sistema de 
iniciativa. Assim, revela‐se correto afirmar que poderá surgir projeto dessa espécie normativa 
por proposta de: 
A) mais de dois terços das Assembleias Legislativas das unidades da Federação, sendo que, em 
cada uma delas, deve ocorrer a unanimidade de votos. 
B) mais de um terço das Assembleias Legislativas das unidades da Federação, sendo que, em 
cada uma delas, deve ocorrer a maioria simples de votos. 
 
Boa Viagem: Rua Visconde de Jequitinhonha, 76. tel: 34628989 e 33425049 
 Boa Vista: Rua Montevidéu, 276. Tel: 34230732. 
 falecom@espacojuridico.com 
 www.espacojuridico.com 
 
 
 
C) mais da metade das Assembleias Legislativas das unidades da Federação, sendo que, em 
cada uma delas, deve ocorrer a maioria relativa de votos. 
D) mais de um terço das Assembleias Legislativas das unidades da Federação, sendo que, em 
cada uma delas, deve ocorrer a unanimidade de votos. 
 
54. (FGV – OAB – VIII EXAME) O Presidente da República encaminhou ao Senado Federal projeto 
de Lei Ordinária para provimento de cargos de servidores da União. Após os debates, o projeto 
foi aprovado pelo plenário do Senado Federal e, em seguida, encaminhado para a Câmara 
dos Deputados que, em apenas um turno de discussão e votação, o aprovou e o enviou ao 
Presidente da República, que o sancionou. Sobre o fato acima, assinale a afirmativa correta. 
A) A lei é inconstitucional, pois a iniciativa de projetos de lei para provimento de cargos de 
servidores da União é da Câmara dos Deputados. 
B) A discussão e a votação do projeto deveriam ter se iniciado na Câmara dos Deputados, 
havendo, por isso, vício no processo legislativo. 
C) A ocorrência de dois turnos de discussão e votação do projeto de lei ordinária, pressuposta 
no adequado processo legislativo, não ocorreu no caso narrado. 
D) A lei é constitucional, pois o processo legislativo foi hígido. 
 
55. (FGV – OAB – VIII EXAME) A Assembleia Legislativa do Estado “M”, verificando que o Estado 
jamais regulamentou a aposentadoria especial dos servidores públicos cujas atividades sejam 
exercidas sob condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física (art. 40, § 
4º, III da Constituição da República), edita lei complementar, de iniciativa do deputado “X”, 
que determina a aplicação dos mesmos critérios aplicados aos trabalhadores da iniciativa 
privada (previstos na Lei n. 8.213/91). O Governador do Estado sanciona a lei, que é publicada 
dias depois. Sobre o caso concreto apresentado, assinale a afirmativa correta. 
A) Há vício de iniciativa, devendo a regulamentação do regime dos servidores públicos ser 
estabelecida em lei de iniciativa do Chefe do Poder Executivo – no caso, o Governador do 
Estado. 
B) Ainda que houvesse vício de iniciativa, a sanção pelo Governador do Estado supre tal vício, 
uma vez que se considera que a autoridade originalmente atribuída do poder de iniciativa 
ratificou as disposições da lei. 
C) Não há vício de iniciativa, pois as matérias com reserva de iniciativa são somente aquelas 
que devem ser tratadas por meio de lei ordinária; as leis complementares, pela exigência de 
quorum qualificado, podem ser encaminhadas pelo Poder Executivo ou pelo Legislativo.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.