ABDIAS NASCIMENTO
349 pág.

ABDIAS NASCIMENTO


DisciplinaTeatro656 materiais5.830 seguidores
Pré-visualização50 páginas
\u201cJá tivemos muitos batalhadores pela causa da igualdade racial, 
mas, se quisermos citar uma personalidade que se destacou e 
cujo trabalho significou muito para a melhora das condições dos 
menos favorecidos e dos negros, sem dúvida, Abdias merece ser 
colocado em lugar de destaque. Por isso mesmo é considerado 
o precursor do movimento negro no Brasil. (...) Há um mundo 
de ações maravilhosas e repletas de benemerência na biografia 
desse grande líder brasileiro do século XX. Espero que esta obra 
sirva para despertar ou reforçar, naqueles que reconhecem a 
necessidade de aperfeiçoar as ações compensatórias e fazer 
justiça aos afrodescendentes, a vontade de continuar essa luta 
pela justiça social e igualdade para todos os seres humanos. 
Certamente, há de se considerar que o embrião para a elaboração 
do Estatuto da Igualdade Racial (Lei no 12.288, de 20 de julho 
de 2010), cujo projeto eu tive a honra de apresentar quando era 
deputado, surgiu das ideias que já tinham sido apresentadas 
por Abdias Nascimento, maior defensor brasileiro, e um dos 
maiores defensores, internacionalmente, das causas dos 
afrodescendentes. (...) Que a biografia de Abdias Nascimento 
inspire muitos e muitos brasileiros que lutam pelos direitos dos 
menos favorecidos!\u201d
Senador Paulo Paim
GRANDES VULTOS
GRANDES VULTOS QUE HONRARAM
 O SENADO
QUE HONRARAM O SENADO
Abdias Nascimento
Abdias Nascim
ento
Elisa Larkin Nascimento
GRANDES VULTOS
QUE HONRARAM O SENADO
Abdias Nascimento
SENADO FEDERAL 
Mesa 
Biênio 2013 \u2013 2014
Senador Renan Calheiros
PRESIDENTE
Senador Jorge Viana
PRIMEIRO-VICE-PRESIDENTE
Senador Romero Jucá
SEGUNDO-VICE-PRESIDENTE
Senador Flexa Ribeiro
PRIMEIRO-SECRETÁRIO
Senadora Ângela Portela
SEGUNDA-SECRETÁRIA
Senador Ciro Nogueira
TERCEIRO-SECRETÁRIO
Senador João Vicente Claudino
QUARTO-SECRETÁRIO
SUPLENTES DE SECRETÁRIO
Senador Magno Malta
Senador Jayme Campos
Senador João Durval
Senador Casildo Maldaner
Secretaria de Editoração e Publicações
Coordenação de Edições Técnicas
GRANDES VULTOS
QUE HONRARAM O SENADO
Abdias Nascimento
Elisa Larkin Nascimento
Brasília \u2013 2014
Coordenação de Edições Técnicas
Praça dos Três Poderes, Via N-2, Unidade de Apoio III
CEP: 70165-900 \u2013 Brasília, DF
E-mail: livros@senado.leg.br
Alô Senado: 0800 61 2211
Nascimento, Elisa Larkin.
Abdias Nascimento / Elisa Larkin. \u2014 Brasília: Senado Federal, Coordenação de 
Edições Técnicas, 2014.
347 p. \u2013 (Grandes vultos que honraram o Senado)
ISBN: 978-85-7018-537-2
1. Senador, Biografia, Brasil. 2. Política e governo, Brasil. 3. Negros, Biografia, Brasil. 
4. Nascimento, Abdias do, 1914-2011. I. Título. II. Série.
 CDD 923.281
Edição do Senado Federal
Diretor-Geral: Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho
Secretário-Geral da Mesa: Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho
Impresso na Secretaria de Editoração e Publicações
Diretor: Florian Augusto Coutinho Madruga
Produzido na Coordenação de Edições Técnicas
Coordenadora: Anna Maria de Lucena Rodrigues
Pesquisa, organização e autoria do texto: Elisa Larkin Nascimento
Projeto gráfico: Lucas Santos de Oliveira
Imagens e documentos de arquivo: Instituto de Pesquisas e Estudos Afro- 
brasileiros (IPEAFRO)
Revisão: Angelina Almeida
Editoração eletrônica: Rejane Campos
Ficha catalográfica e revisão de referências: Bianca Rossi 
9 Sobre o nome do biografado
11 Apresentação do Senador Paulo Paim
15 Caro leitor
PARTE I: VIDA E LUTA
23 Um parlamentar e sua missão 
29 Capítulo 1 \u2013 Rumo à Nova República: Câmara dos 
Deputados (1983-1987)
32 Campanha e contexto político
36 Atuação parlamentar
40 Tradição de matriz africana na tribuna da Câmara
50 Comissão do Negro
59 Políticas afirmativas; Memorial ao Escravo Desconhecido
64 Crime de racismo
66 Dia Nacional da Consciência Negra
69 Direitos das empregadas domésticas
70 Luta contra a apartheid na África do Sul e pela 
independência da Namíbia
77 Povo negro, Nova República e Assembleia Constituinte
86 Reflexões e consequências
89 Capítulo 2 \u2013 As borboletas de Franca e os 
fantasmas do Juquery
91 Borboletas, bichos e frutas de Franca
98 O \u201cproblema do negro\u201d e o negrinho problemático
101 Alienismo e degenerescência
103 A escola, o teatro e os \u201cnegrinhos que por ahi andão\u201d
105 A família do Bem-bem e os bens da família
109 Rumo à cidade grande
113 Capítulo 3 \u2013 Soldado e revolucionário: 
a juventude militante
115 Soldado de 1930: um jeca na grande cidade
122 Revolução, regime e raça (1930-1934)
124 Soldado de 1932: embates e resistências
SUMÁRIO 
130 Rio de Janeiro: Estado Novo e novas resistências
133 Congresso Afro-Campineiro
137 Capítulo 4 \u2013 Estética e negritude: liberdade, prisão 
e criação
139 Santa Hermandad de la Orquídea: aventura da poesia, 
caminhar do conhecimento
145 O imperador Jones semeia o teatro negro
146 Teatro del Pueblo e volta ao Brasil
148 Teatro do Sentenciado
150 Teatro Experimental do Negro
167 Capítulo 5 \u2013 Para além de cabo eleitoral: atuação 
política de Abdias Nascimento e do TEN (1944-1968)
169 Cultura política e política cultural
170 O negro na democracia e a política partidária
172 Comitê Democrático Afro-Brasileiro e Convenção Política 
do Negro
175 Diretório Negro do PTB
175 Convenção Nacional do Negro Brasileiro
176 A gênese da \u201cLei Afonso Arinos\u201d
180 Candidaturas negras
183 A causa das empregadas domésticas
185 Conferência Nacional do Negro
186 1o Congresso do Negro Brasileiro
190 Instituto Superior de Estudos Brasileiros (ISEB)
191 Visita à Cuba revolucionária
192 O PTB de Brizola
192 Negritude e política no Brasil e no mundo
197 Capítulo 6 \u2013 Pan-africanismo e arte no mundo e no 
Brasil
200 Encontros e intercâmbios
207 Atuação artística política
220 Encontros pan-africanos
228 Trabalhistas no exílio
230 Retorno e reconstrução
235 Capítulo 7 \u2013 Senado, Secretarias de Estado, 
ativismo internacional (1987-2006)
237 A luta continua (1987-1991)
241 Nova conjuntura no Brasil e no Mundo
244 Secretaria de Defesa e Promoção das Populações Afro-
Brasileiras
254 Nelson Mandela no Brasil
258 Rio-92, política externa e meio ambiente
261 Senado Federal
272 Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos (SECID)
274 Para além do racismo: a 3ª Conferência Mundial e a 
criação da SEPPIR
276 Rumo à Serra da Barriga
279 Epílogo \u2013 um legado vivo
PARTE II: ANEXOS
287 Manifesto da Convenção Nacional do Negro à Nação 
Brasileira (1945)
289 Carta Aberta ao Chefe da Polícia do Rio de Janeiro (1949)
291 Governo do Rio de Janeiro, Decreto no 6.627 de 21 de 
março de 1983
292 Projeto de Lei no 1.332, de 1983 (Ação Compensatória)
304 Projeto de Lei no 1.550, de 1983 (Dia Nacional da 
Consciência Negra)
308 Projeto de Lei no 1.661, de 1983 (Racismo, crime de lesa-
humanidade)
313 Declaração contra a apartheid e de repúdio à invasão de 
Moçambique pela África do Sul
315 Projeto de Lei no 5.466, de 1985 (Institui o \u201cDia Nacional 
da Empregada Doméstica\u201d em 27 de abril)
317 Indicação no 15, de 1985
319 Indicação no 19, de 1985
321 Indicação no 20, de 1985
325 Projeto de Lei do Senado no 114, de 1997 (Ação Civil para 
atos contra grupos)
329 Proposta de Emenda à Constituição no 38, de 1997 
(Garante às comunidades quilombos os mesmos direitos 
fundiários assegurados às populações indígenas)
333 Referências
347 Sobre a autora
SOBRE O NOME DO BIOGRAFADO
O biografado assinava \u201cAbdias Nascimento\u201d e dava preferência a essa forma, 
mas também respondia pelo nome \u201cAbdias do Nascimento\u201d. Outras ortogra-
fias, como \u201cAbidias\u201d e \u201cAbedias\u201d, constavam em documentos de identidade 
em função de erros dos escrivães de cartórios. Observando a inconstância do 
nome em citações e publicações, em 2004 ele solicitou ao IPEAFRO, instituto 
que criou e que hoje guarda seu acervo, que uniformizasse o uso de \u201cAbdias