A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
34 pág.
Livro-Texto - Unidade I contabilidade

Pré-visualização | Página 3 de 8

ou prejuízos acumulados, demonstração 
de origem e aplicações de recursos e, por fim, demonstração do fluxo de caixa. A Unidade IV aborda o 
assunto análise das demonstrações financeiras.
Esperamos que você aprecie este livro-texto e que, a partir dele, possa conhecer e dominar os 
processos básicos de contabilidade e seus impactos nas organizações. Bom trabalho!
9
Re
vi
sã
o:
 M
ic
he
l-
 D
ia
gr
am
aç
ão
: M
ár
ci
o 
- 
04
/0
7/
20
12
CONTABILIDADE
Unidade I
1 CONTABILIDADE: IMPORTÂNCIA E ABRANGÊNCIA
1.1 Conceito de contabilidade
A contabilidade é a ciência que estuda e pratica as funções de orientação, 
controle e registro relativas à administração econômica (Congresso Brasileiro de 
Contabilidade, 1924).
A contabilidade, na sua condição de ciência social, cujo objeto é o patrimônio, busca, por meio da 
apreensão, da quantificação, da classificação, do registro, da eventual sumarização, da análise e do 
relato das mutações sofridas pelo patrimônio da entidade particularizada, a geração de informações 
quantitativas e qualitativas sobre ela, expressas tanto em termos físicos quanto monetários (NBC – T-1, 
aprovada pela Resolução CFC nº 785, de julho de 1995).
Para entendermos os conceitos aqui mencionados, vamos dividi-los em três funções distintas 
exercidas pela contabilidade:
1) Orientação: compreende a elaboração de relatórios contábeis (balanço patrimonial e demonstração 
do resultado do exercício, por exemplo), por meio dos quais é comunicada a situação econômica e 
financeira da entidade. Podemos dizer que aí temos a essência da contabilidade, pois seu objetivo 
é o fornecimento de informações úteis.
2) Controle: constitui-se de processos pelos quais a administração é informada de que a entidade 
está agindo de acordo com os planos e as políticas anteriormente estabelecidas.
3) Registro: para que possam existir controle e orientação, é necessário que os fatos econômicos 
e financeiros que ocorrem numa entidade sejam registrados. Compreende o registro, a análise 
e a classificação dos fatos, bem como a escrituração e o arquivo dos documentos gerados 
pelos fatos.
1.2 Objeto da contabilidade
Para identificarmos o objeto da contabilidade, é necessário responder a uma questão: controlar e 
registrar o quê? A resposta é: o patrimônio das entidades, sejam elas pessoas físicas ou jurídicas, com 
ou sem fins lucrativos.
O patrimônio deve ser entendido como o conjunto de bens, direitos e obrigações de uma entidade, 
ou seja, o conjunto de meios necessários à existência e à realização de suas finalidades.
10
Unidade I
Re
vi
sã
o:
 M
ic
he
l-
 D
ia
gr
am
aç
ão
: M
ár
ci
o 
- 
04
/0
7/
20
12
Devemos entender como bem tudo o que possa ser avaliado em dinheiro, que tenha alguma utilidade 
e satisfaça uma necessidade.
 Lembrete
A classificação mais importante dos bens para a contabilidade é com 
relação a sua natureza.
Os bens podem ser de dois tipos:
• Bens materiais, corpóreos ou tangíveis: são aqueles que têm existência física, por exemplo: 
máquinas, dinheiro, caminhões.
• Bens imateriais, incorpóreos, intangíveis: são abstratos, não têm existência física, como marcas, 
patentes, ponto comercial.
Como direitos, devemos entender os valores que a empresa tem a receber de terceiros, representados, 
por exemplo, pelas duplicatas emitidas pela empresa contra seus clientes, por venda de mercadorias a 
prazo ou pela prestação de um serviço, também a prazo. As aplicações financeiras feitas pela empresa 
em Certificado de Depósito Bancário (CDB) também são classificadas como direitos.
Devemos compreender como obrigação os valores que a empresa tem a pagar em função de dívidas 
ou compromissos assumidos para com terceiros.
Os terceiros aqui mencionados podem se dividir em dois grupos, a saber:
• Terceiros em geral: são formados por fornecedores, bancos, funcionários, governos.
• Terceiros em especial: são formados por proprietários, donos da empresa. Se a empresa for organizada 
juridicamente sob a forma de uma sociedade anônima, terá o seu capital social, que representa o investimento 
feito pelos proprietários, dividido em ações, sendo os proprietários dessas ações denominados de acionistas. 
Por outro lado, se a empresa for organizada juridicamente sob a forma de uma sociedade por cotas de 
responsabilidade limitada, seu capital social será dividido em cotas, sendo os proprietários destas denominados 
de cotistas. As obrigações para com terceiros em especial são organizadas no patrimônio líquido.
 Observação
O campo de ação da contabilidade estende-se às pessoas e entidades 
que exercem atividades de fundo econômico, quer tenham propósito de 
lucro ou não. Assim, a contabilidade age no campo das pessoas físicas 
como nas pessoas jurídicas. O campo de ação e o objeto da contabilidade 
são, respectivamente entidade e o patrimônio.
11
Re
vi
sã
o:
 M
ic
he
l-
 D
ia
gr
am
aç
ão
: M
ár
ci
o 
- 
04
/0
7/
20
12
CONTABILIDADE
 Saiba mais
Para essa parte introdutória, em que são apresentados diversos conceitos 
e abrangência da área da contabilidade, sugerimos consultar o site do 
Conselho Federal de Contabilidade (www.cfc.org.br). Nele, você encontrará 
grande quantidade de informações pertinentes ao assunto.
1.3 Balanço patrimonial
Em resumo, os componentes patrimoniais são apresentados em um demonstrativo contábil 
denominado balanço patrimonial, que, de forma simplificada, podemos assim representar:
Balanço patrimonial
Bens + direitos Obrigações
Ou
Balanço patrimonial
Ativo PassivoPatrimônio líquido
1.4 Conta
Os bens, os direitos e as obrigações, que representam o patrimônio de uma entidade, não aparecem 
no balanço patrimonial na forma sob a qual eles se apresentam. Esses componentes patrimoniais são 
traduzidos em um nome técnico, denominado conta.
A conta, portanto, apresenta, no balanço patrimonial, os componentes que formam o ativo, o passivo 
e o patrimônio líquido. Assim, temos:
Quadro 1
Bens/Direitos/Obrigações Conta representativa Classificação
Dinheiro que a empresa possui Caixa Ativo
Investimento feito pelos proprietários da empresa Capital social Patrimônio líquido
Automóveis, caminhões, motos Veículos Ativo
Mesas, cadeiras, computadores Móveis e utensílios Ativo
Valores provenientes de vendas a prazo Duplicatas a receber Ativo
Valores provenientes de compras a prazo Duplicatas a pagar Passivo
Salários devidos aos funcionários Salários a pagar Passivo
Resultado positivo das operações comerciais Lucros acumulados Patrimônio líquido
12
Unidade I
Re
vi
sã
o:
 M
ic
he
l-
 D
ia
gr
am
aç
ão
: M
ár
ci
o 
- 
04
/0
7/
20
12
 Observação
Observe que cada conta possui valor correspondente a um bem, um 
direito ou uma obrigação.
Assim sendo, como cada conta possui um valor correspondente ao bem, direito ou obrigação que ela 
representa, o balanço patrimonial passa a ter a seguinte apresentação.
Quadro 2
Ativo Passivo
Caixa 100
Duplicatas a receber 300
Fornecedores 250
Salários a pagar 150
Impostos a pagar 100
 500
Duplicatas a receber 300
Imóveis 400 Patrimônio líquido
Capital social 300
Lucros acumulados 100
Veículos 100
Total 900 Total 900
Observando o balanço patrimonial apresentado, verificamos que o total do ativo é igual ao total do 
passivo mais o patrimônio líquido. O total dos bens e direitos é igual ao total das obrigações para com 
terceiros em geral (passivo), mais o total das obrigações para com terceiros em especial (patrimônio líquido).
 Lembrete
Por esses motivos, temos que o total dos bens e direitos, por um lado, 
e as obrigações em geral, por outro, devem atender à chamada equação 
patrimonial: ativo = passivo + patrimônio

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.