A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
30 pág.
Aula - Mamíferos- Origem e evolução

Pré-visualização | Página 1 de 2

MamMamííferosferos-- Origem e evoluOrigem e evoluççãoão
pelicossauros- carnívoros e 
herbívoros;
terápsidos- carnívoros; 
sobreviveu após a Era 
Paleozóica;
cinodontes- sobreviveu até a 
Era Mesozóica; alta taxa 
metabólica; aumento da 
musculatura da mandíbula; 
modificações no esqueleto, 
palato secundário
Theria- pequenos, dentição 
difiodonte (cortar)
Principais linhagens de mamPrincipais linhagens de mamííferosferos
A classe é dividida em três subclasses:
Allotheria- multi-tuberculados, extintos
Prototheria- monotremados
Theria- infraclasse Metatheria (marsupiais)
infraclasse Eutheria (placentários)
Ptilodus
Subclasse Subclasse AllotheriaAllotheria
*sua pelve sugere que não botavam ovos, mas 
podem ter dado a luz a filhotes imaturos
Semelhantes aos esquilos
Multi-tuberculados- nome a partir de seus molares, dentes 
amplos, com cúspides múltiplas, especializados na 
raspagem.
Extinção - competição com roedores
-Grupo de vida muito longa (final do Jurássico até o início da 
-Era Cenozóica)
-Fósseis abundantes no Hemisfério Norte
-Ocuparam nicho semelhante ao dos roedores, pequenos 
onívoros terrestres e semi-arborícolas
Subclasse Subclasse PrototheriaPrototheria vsvs. Subclasse . Subclasse TheriaTheria
Botam ovo
Mamas sem mamilo
Dão a luz a filhotes
Mamas com mamilo
Diferenças reprodutivas
Subclasse Subclasse PrototheriaPrototheria vsvs. Subclasse . Subclasse TheriaTheria
InfraclasseInfraclasse MetatheriaMetatheria e e InfraclasseInfraclasse EutheriaEutheria
Nascem pouco 
desenvolvidos
Nascem bem 
formados
Diferenças reprodutivas; 
no crânio e na denticrânio e na dentiççãoão
٭Osso nasal alargado
٭Bula auditiva ausente ou 
rudimentar
٭Troca somente o último pré-
molar
٭Osso nasal retangular
٭Bula auditiva presente
٭ Troca todos os dentes, 
com exceção dos molares 
Subclasse Subclasse PrototheriaPrototheria
Ordem Monotremata
mono = um, trema = buraco
Presença de cloaca- abertura única
Infraordem Ornithodelphia
ornitho = pássaro, delphy = útero
Único oviduto funcional
Poucas espécies isoladas na Austrália e Nova Guiné
Depositam ovos (incubados) e eclodem fora da fêmea
Pêlos, endotérmicos e produtores de leite
Adultos sem dentes
Bico córneo- percebem sinais eletromagnéticos dos músculos de 
outros animais- reconhecimento de presas
Équidnas e ornitorrinco
٭ Tachyglossidae (tachy = rápido, glossa = língua) 
Tachyglossus aculeatus (nariz curto da Austrália)
Zaglossu bruijini (nariz longo da Nova Guiné)
focinho curto – se alimenta de formigas e cupins
Focinho longo – se alimenta de vermes terrestres
٭ Ornithorhynchidae (rhynchus = bico) 
Semi-aquático
Se alimenta de invertebrados aquáticos
Vivem nos rios do leste australiano
Machos com um espinho venenoso 
nos membros pelvinos
Subclasse Subclasse PrototheriaPrototheria
Subclasse Subclasse TheriaTheria
Infraclasse Marsupialia (Metatheria)
Infraclasse Eutheria
Cerca de 3.800 espécies, distribuídas em 18 ordens
Glândulas mamárias com mamilos
Viviparidade 
Aberturas anais e urogenitais
Diversidade de marsupiaisDiversidade de marsupiais
(a) Gambá, Didelphis virginiana; 
(b) gambá-mussaranho, Lestoros
inca; (c) “monito del monte”, 
Dromiops australis; (d) demônio-
da-tasmânia, Sarcophilus harrisii; 
(e) toupeira, Notoryctes typhlops; 
(f) “bilbey”, Macrotis lagotis; (g) 
“honey possum”, Tarsipes
rostratus; (h) coala, Phascolarctos
cinereus; (i) “rato canguru”, 
Potorus tridactylus.
Diversidade de eutDiversidade de eutéérios viventes no mundorios viventes no mundo
Diversidade no BrasilDiversidade no Brasil
11 ordens são encontradas no Brasil
*Mamíferos de pequeno porte 
*Vivem camuflados
* Ativos principalmente no crepúsculo e à noite
* Poucos são gregários, constituindo grupos somente no período reprodutivo
Diversidade no BrasilDiversidade no Brasil
Didelphiomorhia- cuíca, gambá
Sirenia- peixe-boi
Xenarthra- tatu, tamanduá, preguiça
Primates- macaco
Lagomorpha- coelho
Chiroptera- morcegos
Caracteres gerais dos mamCaracteres gerais dos mamííferos atuaisferos atuais
Corpo recoberto por pêlos
Boca com dentição difiodonte (dentes de leite substituídos por um conjunto 
permanente); 
Pálpebras móveis e orelhas carnudas
Quatro membros (reduzidos ou ausentes em alguns) adaptados a diversas 
formas de locomoção: terrestre, aquática, aérea
Endotérmicos 
Cloaca presente apenas em monotremados (uma cloaca rasa aparece nos 
marsupiais)
Sexos separados; órgãos reprodutores formados por pênis, testículos, ovários, 
ovidutos e vagina
Fecundação interna; os ovos desenvolvem-se no útero, com ligação 
placentária (placenta rudimentar em marsupiais e ausente em monotremados)
Jovens alimentados através do leite produzido pelas glândulas mamárias
11-- LocomoLocomoççãoão
-Coluna vertebral com cinco regiões diferenciadas – maior agilidade nos 
movimentos
-Caixa craniana grande – coordenação e aprendizagem
-Patas situadas abaixo do corpo – melhor sustentação, passos maiores, 
maior velocidade; adaptadas para correr, caminhar, trepar, cavar, nadar ou 
voar
-Répteis – propulsão por ondulações laterais do tronco
-Movimento lateral da caixa torácica empurra o ar de um pulmão para outro
-Mamíferos – propulsão pelos membros sob o corpo
-Flexão dorso-ventral (sem costelas lombares) aumenta a pressão nos 
pulmões expulsando o ar durante o deslocamento
11-- LocomoLocomoççãoão
- Conflito evolutivo entre corrida e respiração
Tipos de posturas
plantígrado
digitígrado
ungulígrado
sola do pé
Falange 
terminal
falanges
EspecializaEspecializaçções locomotorasões locomotoras
Postura ungulígrada – especialização cursorial
-casco e pernas longas – maior passo e velocidade
-locomoção cursorial dos grandes herbívoros
-1 ou 3 dedos Perissodactyla (cavalo, anta)
-2 ou 4 dedos Artiodactyla (bois, veados, porcos)
-Comem gramíneas = vivem em habitats abertos, terreno plano
Necessidade = locomoção eficiente e rápida para fugir de predadores (sem locais 
para se refugiar) e para longas migrações (procura de pastagens adequadas)
ungulígrado
Postura digitígrada – especialização para a caça
-apoio nos dedos- menor atrito e maior passo
-locomoção dos caçadores felinos e canídeos
-Perseguidores de longas distâncias = caça em bandos (hienas, lobos, cães) ou 
isolados (cheetas) – membros mais longos
Perseguidores de curtas distâncias = caça em grupos (leões) – membros não tão 
longos como os cães, por ex.
Predador de emboscada = caça de tocaia (gatos e onças) – membros mais 
curtos
digitígrado
EspecializaEspecializaçções locomotorasões locomotoras
plantígrado
EspecializaEspecializaçções locomotorasões locomotoras
Sola repousa horizontalmente
Membros anteriores utilizados para outras 
funções
22-- TegumentoTegumento
Pêlos e camada subcutânea de gordura – isolante térmico
Glândulas cutâneas
Sebáceas – lubrificação dos pêlos
Sudoríparas – regulação térmica
Odoríferas – interações sociais
Mamárias – cuidado à prole
Glândulas Glândulas apapóócrinascrinas: secre: secreçção de ão de 
substâncias volsubstâncias volááteisteis
Cangambá, Skunk (Mephitis): 
quando acuado, levanta a cauda e 
libera substância volátil de 
glândulas na base da cauda
Gambá (Didelphis): quando 
perseguido, libera odor fétido de 
glândulas axilares. No 
acasalamento, fêmeas liberam 
mesmo odor para atrair machos
Glândulas mamGlândulas mamááriasrias
Mamas peitorais
Mamas abdominais
Mamas axilares
Corno e chifreCorno e chifre
Corno= suportado por osso e recoberto por pele
Chifre= substituído anualmente, camada aveludada no 
chifre em desenvolvimento
33-- AlimentaAlimentaççãoão
Processar alimentos 
de modo eficiente
Suprir suas amplas 
necessidades