DECRETO 30490
100 pág.

DECRETO 30490


Disciplina<strong>legislação</strong>219 materiais95 seguidores
Pré-visualização28 páginas
DECRETO Nº 30.490, DE 22 DE JUNHO DE 
2009. 
Aprova o Regimento Interno da Polícia Civil do Distrito Federal e dá outras providências. 
O GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL, no uso das atribuições que lhe confere 
o artigo100, incisos VI e X, da Lei Orgânica do Distrito Federal e em conformidade com 
o artigo 20 da Lei nº 3.656, de 25 de agosto de 2005, DECRETA: 
Art. 1º. Fica aprovado o Regimento Interno da Polícia Civil do Distrito Federal que, 
assinado pelo Diretor-Geral da Instituição, acompanha este Decreto. 
Art. 2º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. 
At. 3º. Revogam-se as disposições em contrário. 
Brasília, 22 de junho de 2009. 
121º da República e 50º de Brasília 
JOSÉ ROBERTO ARRUDA 
REGIMENTO INTERNO DA POLÍCIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL 
TÍTULO I 
Das Disposições Institucionais e da Estrutura Orgânica 
CAPÍTULO I 
DAS DISPOSIÇÕES INSTITUCIONAIS 
Seção I \u2013 Da natureza 
Art.1º. A Polícia Civil do Distrito Federal, instituição permanente da administração direta, 
essencial à função jurisdicional e vinculada ao Gabinete do Governador do Distrito 
Federal, é dirigida por delegado de polícia de carreira e tem relativa autonomia 
administrativa e financeira. 
Seção II \u2013 Da missão 
Art.2º. A Polícia Civil do Distrito Federal tem como missão institucional promover, 
integrada às instituições congêneres, a segurança pública, visando à preservação da ordem 
pública e à incolumidade das pessoas, por meio da apuração de delitos, da elaboração de 
procedimentos formais destinados à ação penal e da adoção de ações técnico-policiais, 
com a preservação dos direitos e garantias individuais. 
Seção III \u2013 Dos princípios institucionais 
Art.3º. São princípios institucionais da Polícia Civil do Distrito Federal a hierarquia, a 
disciplina, a unidade, a indivisibilidade, a autonomia funcional, a legalidade, a 
moralidade, a impessoalidade, a participação comunitária e a unidade de doutrina e de 
procedimentos. 
Seção IV - Das funções essenciais 
Art. 4º. São funções essenciais da Polícia Civil do Distrito Federal: 
I - Ressalvada a competência da União, executar as funções de polícia judiciária do 
Distrito Federal e a apuração de infrações penais, exceto as militares e eleitorais; 
II - Organizar, executar e manter serviços de controle e fiscalização de armas, munições 
e explosivos, na forma da legislação pertinente; 
III - Zelar pela ordem e segurança pública, promovendo e participando de medidas de 
proteção à sociedade; 
IV - Promover o intercâmbio policial com organizações congêneres; 
V - Colaborar na execução de serviços policiais relacionados com a prevenção e a 
repressão da criminalidade interestadual; 
VI - Executar as atividades de perícia criminal, médico-legal e papiloscópica; 
VII - Realizar as identificações civis e criminais; 
VIII - Cooperar com as autoridades administrativas e judiciárias no tocante à aplicação 
de medidas legais e regulamentares; 
IX - Cooperar com os demais órgãos de segurança pública. 
CAPÍTULO II 
DA ESTRUTURA ORGÂNICA 
Art. 5º. A Polícia Civil do Distrito Federal, para o cumprimento de suas atribuições legais 
e a execução de suas atividades, compõe-se da seguinte estrutura administrativa: 
1. DIREÇÃO-GERAL DA POLÍCIA CIVIL 
1.1. Assessoria da Direção Geral da Polícia Civil 
1.2. Secretaria Executiva da Direção Geral da Polícia Civil 
1.3. Assessoria para Assuntos Institucionais da Polícia Civil 
2. CORREGEDORIA GERAL DE POLÍCIA CIVIL 
2.1. Ouvidoria 
2.2. Comissão Permanente de Disciplina 
2.3. Divisão de Investigação 
2.4. Divisão de Correição 
2.5. Divisão de Registros Criminais e Controle de Procedimentos 
2.6. Divisão de Tramitação de Autos 
2.7. Divisão de Procedimentos Administrativos Disciplinares 
3. DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO GERAL 
3.1.Divisão de Planejamento Administrativo 
3.2. Divisão de Recursos Humanos 
3.3. Divisão de Orçamento e Finanças 
3.4. Divisão de Transportes 
3.5. Divisão de Informática 
3.6. Divisão de Telecomunicações 
3.7. Divisão de Recursos Materiais 
3.8. Divisão de Apoio e Serviços Gerais 
3.9. Divisão de Arquitetura e Engenharia 
3.10. Policlínica 
3.11. Comissão Permanente de Licitação 
3.12. Comissão Permanente de Tomada de Contas Especial 
4. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA CIRCUNSCRICIONAL 
4.1. Delegacias de Polícia Circunscricionais 
5. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA ESPECIALIZADA 
5.1. Coordenação de Repressão às Drogas 
5.1.1. Divisão de Coleta, Análise e Difusão de Informações 
5.1.2. Divisão de Repressão às Drogas I 
5.1.3. Divisão de Repressão às Drogas II 
5.1.4. Divisão de Repressão às Drogas III 
5.2. Coordenação de Investigação de Crimes Contra a Vida 
5.2.1. Divisão de Homicídios I 
5.2.2. Divisão de Homicídios II 
5.3. Divisão de Controle e Custódia de Presos 
5.4. Divisão de Cadastro de Roubos e Furtos de Veículos 
5.5. Delegacia da Criança e do Adolescente I 
5.6. Delegacia de Capturas e Polícia Interestadual 
5.7. Delegacia Especial de Atendimento à Mulher 
5.8. Delegacia de Defesa do Consumidor 
5.9. Delegacia de Falsificações e Defraudações 
5.10. Delegacia Especial do Meio Ambiente 
5.11. Delegacia de Crimes contra a Ordem Tributária 
5.12. Delegacia Especial de Proteção à Criança e ao Adolescente 
5.13. Delegacia de Repressão a Furtos 
5.14. Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos 
5.15. Delegacia de Repressão a Pequenas Infrações 
5.16. Delegacia de Repressão a Roubos 
5.17. Delegacia da Criança e do Adolescente II 
6. DEPARTAMENTO DE ATIVIDADES ESPECIAIS 
6.1. Divisão de Apoio Logístico Operacional 
6.2. Divisão de Repressão a Seqüestros 
6.3. Divisão Operações Especiais 
6.4. Divisão de Operações Aéreas 
6.5. Divisão de Controle de Armas, Munições e Explosivos 
6.6. Divisão de Controle de Denúncias e Ocorrências Eletrônicas 
6.7. Divisão de Estatística e Planejamento Operacional 
6.8. Divisão de Inteligência Policial 
6.9. Divisão de Repressão ao Crime Organizado 
6.10. Divisão de Repressão aos Crimes de Alta Tecnologia 
6.11. Divisão Especial de Repressão aos Crimes Contra a Administração Pública 
6.12. Divisão de Comunicação 
7. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA TÉCNICA 
7.1. Instituto de Criminalística 
7.1.1. Divisão Administrativa 
7.1.2. Divisão de Perícias Externas 
7.1.3. Divisão de Perícias Internas 
7.1.4. Divisão de Perícias em Laboratórios 
7.2. Instituto de Identificação 
7.2.1. Divisão Administrativa 
7.2.2. Divisão de Processamento e Arquivos Técnicos 
7.2.3. Divisão de Identificação 
7.2.4.Divisão de Perícias de Exames Técnicos em Papiloscopia 
7.3. Instituto de Medicina Legal 
7.3.1. Divisão Administrativa 
7.3.2. Divisão de Perícia no Vivo 
7.3.3. Divisão de Tanatologia Forense 
7.3.4. Divisão de Exames Técnicos Médicos Legais 
7.4. Instituto de Pesquisa de DNA Forense 
8. ACADEMIA DE POLÍCIA CIVIL 
8.1. Divisão Técnica de Ensino 
8.2. Divisão de Apoio ao Ensino 
8.3. Divisão de Gerência de Concursos 
8.4. Divisão de Polícia Comunitária 
9. CONSELHO SUPERIOR DA POLÍCIA CIVIL 
TÍTULO II 
Das Atribuições Orgânicas da Polícia Civil 
CAPÍTULO I 
DA DIREÇÃO-GERAL DE POLÍCIA CIVIL 
Art.6º. A Direção-Geral de Polícia Civil do Distrito Federal, órgão de direção superior, 
dirigido pelo Diretor-Geral de Polícia Civil, tem como atribuições: 
I - Exercer e coordenar as funções institucionais descritas no art. 4º deste Regimento; 
II - Celebrar contratos, acordos e convênios, nos termos da legislação em vigor; 
III - Propor a nomeação, exoneração, demissão ou reintegração de servidores do seu 
quadro de pessoal; 
IV - Praticar atos de administração relativos ao regime jurídico de pessoal, nos termos da 
legislação específica; 
V - Encaminhar a proposta orçamentária da Instituição; 
VI - Propor a criação e extinção de cargos e funções; 
VII - Propor a criação de unidades policiais; 
VIII - Com o auxílio dos respectivos Diretores dos Departamentos e dos demais órgãos 
de direção superior, planejar, normatizar, dirigir, supervisionar, fiscalizar,