A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
56 pág.
Apostila-Revit-2017-2

Pré-visualização | Página 7 de 9

ao telhado. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
40 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Para definir a inclinação das águas, seleciona-se o telhado e no menu Propriedades, em Cotas, 
altera-se a inclinação. Será usada uma inclinação de 40% (valor calculado para tamanho do 
telhado). Para o telhado superior, todas as águas terão mesma inclinação. Já para o telhado 
inferior (que cobre garagem e área), as linhas que tocam as paredes devem ter a inclinação 
desabilitada (clicar na linha → desabilitar “Define inclinação” no menu superior). 
 
 
 
41 
 
O modelo padrão do Revit é o Genérico, que representa o telhado como uma camada única. 
Em Editar tipo é possível adicionar camadas ao telhado como isolamento, madeira, etc. Para 
isso, basta acessar o parâmetro Construção e em Estrutura clicar em Editar. Depois é só ir em 
Inserir e ajustar a espessura e o tipo de material. 
 
16.1 MADEIRAMENTO 
 
Com o telhado genérico pronto, iniciaremos o madeiramento do telhado. Primeiramente, a 
camada de telhado genérica será copiada, e colada duas vezes para cima da já existente. Forma-
se assim 3 camadas de telhado. A de baixo representará os caibros, a do meio as terças, e a de 
cima serão as telhas. 
Iniciando com a camada de baixo, no Menu Propriedades → Editar tipo → selecionar o 
Tipo Vidraça Inclinada → Duplicar → Renomear para “.Caibros”. Esse processo é então 
repetido para a camada do meio, renomeando-a para “.Terças”. Na janela de Propriedades do 
tipo, deve-se deixar as configurações para caibros e terças conforme as mostradas abaixo. 
 
 
 
42 
Já a camada superior do telhado continua sendo do tipo Telhado básico. Em Editar Tipo → 
Estrutura → Editar → Espessura: 60.0 mm. E em material, pode ser criado um material que 
tenha aparência semelhante a telhas. 
Por fim, deve-se mover cada camada de telhado para que não haja nenhum espaço entre 
elas. O telhado com madeiramento está então finalizado. 
 
17. TOPOGRAFIA 
A seguir, vamos criar um terreno em volta da nossa casa. Certifique-se que a planta de piso 
selecionada seja a planta do Térreo. Primeiro devemos criar o “molde” do nosso terreno, criando 
um retângulo em volta onde serão os limites. Acesse o menu Anotar → Linha de detalhe. 
 
 
 
 
 
 
 
No menu Modificar | Colocar linhas de detalhe selecione Retângulo e desenhe um livremente 
ao redor do projeto da casa. Em seguida, entre no menu Massa e terreno e selecione Superfície 
topográfica. 
 
 
 
 
 
 
 
Agora, em Modificar | 
Colocar ponto clique em cada um 
dos quatro vértices do retângulo 
criado anteriormente e depois 
clique no V verde (Concluir 
superfície). Acesse uma vista 3D 
para visualizar o terreno criado. 
Pode-se observar que o terreno 
será feito em terra, mas podemos 
alterar o tipo de terra e também 
colocar uma superfície em grama 
ou cimento. 
Para alterar o material do 
terreno, clique na seta abaixo das 
opções de Massa e terreno e a 
seguir nas reticências para abrir a 
janela de materiais. 
 
 
 
 
43 
Para alterar a superfície e colocar um material como grama, na vista 3D selecione o 
terreno e clique em Editar superfície. No menu Propriedades, em Materiais e Acabamentos → 
Materiais, clique nas reticências para abrir a janela de Navegador de Materiais. Crie um novo tipo 
de material e procure por algum tipo de grama. Acesse um dos cortes que foram criados para 
visualizar o perfil do terreno. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
18. CAIXA DE CORTE 3D 
Até agora, só visualizamos o nosso projeto através de cortes e vistas 3D de câmera ou vista 
geral, mas o Revit nos permite criar uma vista 3D com caixa de corte, podendo fazer cortes 
paralelos ao plano do terreno. No menu Navegador de projeto, selecione a vista {3D} e duplique. 
Com a vista {3D} – Copiar 1 selecionada, marque a opção Caixa de Corte no menu Propriedades 
→ Extensões. Com as setas azuis é possível alterar o tamanho da caixa de corte. 
 
 
44 
 
4.3.2 Vista 3D 
Para visualizar o projeto em 3D como um todo, basta ir em Vista → Vista 3D Padrão. 
Também é possível obter uma vista 3D em perspectiva, clicando em Vista → Câmera. Essa 
opção é utilizada quando deseja-se obter a visão de um observador no ambiente e torna-se muito 
útil para a construção de elementos internos, como escadas e forros. É importante ressaltar que, 
diferente das elevações, a câmera possui uma profundidade determinada, que é definida ao 
posicionar a câmera no projeto (imagem abaixo). 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
45 
 
19. UNIR ELEMENTOS 
Até agora, nós apenas colocamos os elementos em nosso projeto, no entanto é possível 
observar na Vista 3D, ao aproximar e distanciar de algum local, que paredes, vigas, colunas e laje 
não se conectam e se sobrepõem. Para resolver isso, selecione na vista 3D alguma viga ou coluna. 
O menu Modificar | Quadro estrutural será aberto. Selecione Unir → Unir geometria. Depois é só 
selecionar dois elementos por vez (que se conectam, caso contrário o Revit exibirá o aviso de que 
os elementos encontram-se unidos mas não efetuam interseção). 
 
 
 
20. RENDERIZAÇÃO 
 
Renderização é um processo pelo qual podemos obter o produto final do nosso projeto, 
passando nossas vistas 3D para uma única imagem estática ou foto-realística (incluindo iluminação 
solar e artificial). O Revit possui habilitado dois mecanismos para a renderização, um que 
renderiza no próprio programa e outro de renderização na nuvem. 
Primeiro, vamos aprender a renderização no próprio Revit. Para isso, abra uma vista 3D (geral 
ou câmera) e escolha a imagem que será renderizada, centralizando-a na área de desenho. 
Acesse a aba Vista → Renderização e a janela abaixo será aberta. 
 
 
Diferenças entre elementos desunidos e unidos. 
 
 
46 
 
 
Nessa janela, podemos fazer 
as configurações da imagem final 
da renderização. Uma dica 
importante é realizar um teste 
com uma pequena região mas 
com a qualidade final e 
iluminação adequados, para ter 
certeza que o produto final será 
o desejado. Renderizar uma 
pequena região antes de todo o 
projeto consome menos tempo. 
Após clicar em Renderizar, o 
Revit iniciará o processo (pode 
levar muito tempo e você não 
poderá mexer no programa 
enquanto isso). 
Quando o processo terminar, 
não feche a janela ou tudo será 
perdido. Escolha uma das 
opções: Salvar para o projeto 
(salva o render no Revit) ou 
Exportar (salva a imagem em 
.jpg, .png ou .tif). 
 
 
 
 
 
 
Faz as configurações 
da iluminação solar. 
Na opção dia único ou 
múltiplos dias, pode-se 
escolher as datas, 
horários e localização 
do nosso projeto para 
uma renderização mais 
realista. 
 
 
47 
O outro modo de renderização do Revit nos permite realizar outras tarefas no programa 
enquanto o processo é feito. Para isso, você precisa ter uma conta da Autodesk e estar logado 
nela (confira se a conta está ativa no canto superior direito, ao lado de minimizar, maximizar e 
fechar). Ao clicar em Renderização no Cloud, a seguinte janela será aberta: 
Em Vista 3D, é possível selecionar todas as vistas das câmeras que queremos renderizar, ou 
seja, é possível renderizar mais de uma vista ao mesmo tempo. A Qualidade de renderização, 
tamanho da imagem, Exposição e Formato do arquivo dependem da qualidade do produto final 
desejado. 
Em Tipo de saída, a Imagem estática gera uma imagem como a renderização básica do Revit. 
Ao escolher Panorama, a imagem final permite girar 360º graus horizontalmente e verticalmente, 
como se fosse a própria vista 3D do Revit. A opção Iluminância gera uma imagem baseada no 
estudo de iluminação solar do ambiente. 
O número de Créditos