A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
QUESTIONÁRIO IV economia e mercado

Pré-visualização | Página 1 de 2

Pergunta 1
0,25 em 0,25 pontos
Correta	(SESAU, Economista). Considerando a economia brasileira da década de 1990, assinale a alternativa correta.
Resposta Selecionada:	
Corretab. O Plano de Estabilização Econômica, também conhecido como Plano Real, foi implementado em três etapas, entre elas o estabelecimento do equilíbrio das contas do governo, objetivando eliminar a principal causa da inflação.
Respostas:	
a. Entre as decisões tomadas logo após a posse do Presidente Itamar Franco, a equipe econômica comandada por Zélia resolveu realizar uma operação de enxugamento da liquidez da economia por meio do confisco de ativos.
Corretab. O Plano de Estabilização Econômica, também conhecido como Plano Real, foi implementado em três etapas, entre elas o estabelecimento do equilíbrio das contas do governo, objetivando eliminar a principal causa da inflação.
c. No ano de 1999, diante da pressão de fuga de capitais, a política cambial sofre alteração e a taxa de câmbio passa a ser valorizada, travando a saída de capitais do país.
d. As reformas estruturais promovidas pelos governos da década de 1990 colocavam o Estado no centro da discussão, com o objetivo de promover o bem-estar social por meio da adoção de mecanismos de controle da livre-iniciativa, inclusive para cumprir o papel de gerador de renda e riqueza.
e. Entre os resultados econômicos do Plano Real, ao final do primeiro governo de FHC, pode-se mencionar a adoção de uma política agressiva para eliminar o desemprego estrutural advindo das medidas de abertura do mercado.
Feedback da resposta:	RESPOSTA CORRETA: B
Comentário: A implantação do Plano Real deu-se em três etapas diferentes e consecutivas, a primeira com o controle fiscal, a segunda com a criação da URV e a terceira com a introdução da nova moeda.
Pergunta 2
0,25 em 0,25 pontos
Correta	
(Adaptado de Fundação Getúlio Vargas - 2016) As opções a seguir apresentam mudanças importantes realizadas no governo FHC, notadamente no período 1995-2002, que deixaram uma herança positiva para o futuro, à exceção de uma. Assinale-a.
Resposta Selecionada:	
Corretac. 
Queda acentuada da taxa de juros.
Respostas:	
a. 
As privatizações.
b. 
O ajuste fiscal.
Corretac. 
Queda acentuada da taxa de juros.
d. 
A renegociação de dívidas.
e. 
A criação de diversas agências reguladoras de serviços públicos.
Feedback da resposta:	
Resposta: C
Comentário: a única resposta incorreta se refere à queda dos juros, pois, do contrário, para poder levar adiante o processo de estabilização, as taxas de juros tiveram que ser elevadas como forma de atração e manutenção de capital estrangeiro no país.
Pergunta 3
0,25 em 0,25 pontos
Correta	Dilma Roussef assumiu a presidência do Brasil em janeiro de 2011, sendo a primeira Presidente mulher do país. Sobre os primeiros meses de seu governo, assinale a alternativa incorreta.
Resposta Selecionada:	
Corretab. Uma mudança do governo Dilma foi a adoção de medidas liberalizantes como forma de provocar concorrência entre as empresas, notadamente as do setor automobilístico.
Respostas:	
a. O governo optou por uma gestão com política monetária expansionista.
Corretab. Uma mudança do governo Dilma foi a adoção de medidas liberalizantes como forma de provocar concorrência entre as empresas, notadamente as do setor automobilístico.
c. A Presidenta Dilma mudou a política cambial, deixando de lado o que se chama de flutuação suja e se fixando na busca de uma taxa de câmbio mais desvalorizada, com a utilização de medidas de intervenção como o IOF.
d. No governo de Dilma, um dos objetivos da política de aumento da proteção da indústria era claramente o de permitir aumentos salariais superiores aos de nossos concorrentes externos.
e. Em janeiro de 2011, primeiro mês do governo Dilma, o índice de inflação registrou uma alta maior desde 2005.
Feedback da resposta:	RESPOSTA CORRETA: B
Comentário: O governo procurou proteger a indústria automobilística com a diminuição do IPI.
Pergunta 4
0,25 em 0,25 pontos
Correta	No começo de 2002, Lula, uma vez mais candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), pareceu ter fortes probabilidades de vencer a eleição presidencial. Leia as afirmativas a seguir e assinale a alternativa correta.
I- Com a possibilidade da eleição de Lula para Presidente em 2002, os mercados financeiros internacionais reagiram negativamente e a moeda nacional desvalorizou-se.
II- O medo generalizado que havia surgido em 1989, depois da vitória de Collor, não se repetiu com a candidatura de Lula em 2001 e diversos empresários expressaram apoio ao candidato.
III- Em 2002, a meta do superávit anual foi elevada e o Banco Central elevou a taxa Selic.
IV- O governo Lula, em 2002, rompeu com o FMI.
É correto o que se afirma em:
Resposta Selecionada:	
Corretaa. I, II e III apenas.
Respostas:	
Corretaa. I, II e III apenas.
b. II e III apenas.
c. I e IV apenas.
d. I, III e IV apenas.
e. II e IV apenas.
Feedback da resposta:	RESPOSTA CORRETA: A
Comentário: A possibilidade de Lula ser presidente não foi bem vista pelos mercados financeiros e a cotação do dólar disparou. O governo Lula continuou a política de câmbio desvalorizado e cumpriu os acordos com o FMI anteriormente firmados.
Pergunta 5
0,25 em 0,25 pontos
Correta	No seu discurso de posse como Presidente da República, e dirigindo-se ao Congresso Nacional, Collor de Mello afirmou:
“Conhecem Vossas Excelências a agenda de medidas básicas com que encetarei nossa estratégia de extermínio da praga inflacionária. Não poderemos edificar a estabilização financeira sem sanear, antes de tudo, as finanças do Estado. É imperativo equilibrar o orçamento federal, o que supõe reduzir drasticamente os gastos públicos. Para atingir o equilíbrio orçamentário é preciso adequar o tamanho da máquina estatal à verdade da receita. Mas isso não basta. É preciso, sobretudo, acabar com a concessão de benefícios, com a definição de privilégios que, independentemente de seu mérito, são incompatíveis com a receita do Estado. No momento em que lograrmos esse equilíbrio – o que ocorrerá com certeza – teremos dado um passo gigantesco na luta contra a inflação, dispensando o frenesi das emissões e controlando o lançamento de títulos da dívida pública. Tudo isso, Senhores Congressistas, possui como premissa maior uma estratégia global de reforma do Estado. Para obter seu saneamento financeiro, empreenderei sua tríplice reforma: fiscal, patrimonial e administrativa. A dura verdade é que, no Brasil dos anos 80, o Estado não só comprometeu suas atribuições, mas perdeu também sua utilidade histórica como investidor complementar. O Estado não apenas perdeu sua capacidade de investir, como, o que é ainda mais grave, por seu comportamento errático e perverso, passou a inibir o investimento nacional e estrangeiro”.
Nesse discurso e em relação à reforma pretendida do Estado, pode-se apreender que a equipe econômica de Collor de Mello:
I- Diagnosticou que a crise brasileira tinha origem na crise fiscal do Estado.
II- Diagnosticou que o Estado só conseguia se financiar através do processo inflacionário ou através da emissão de títulos de divida pública.
III- Diagnosticou que o Estado crescera demais, inclusive do ponto de vista patrimonial, o que justificaria a necessidade de privatizar empresas estatais, deixando ao Estado apenas a responsabilidade de investir complementarmente à iniciativa privada.
É correto afirmar que:
Resposta Selecionada:	
Corretad. Todas as afirmativas estão corretas.
Respostas:	
a. Apenas a afirmativa I está incorreta.
b. Apenas a afirmativa II está incorreta.
c. Apenas a afirmativa III está incorreta.
Corretad. Todas as afirmativas estão corretas.
e. Todas as afirmativas estão incorretas.
Feedback da resposta:	RESPOSTA CORRETA: D
Comentário: O principal diagnóstico da inflação do governo Collor estava na participação do Estado na economia, notadamente a questão fiscal descontrolada.
Pergunta 6
0,25 em 0,25 pontos
Correta	No seu discurso de posse como Presidente da República, e dirigindo-se ao Congresso Nacional, Collor de Mello afirmou:
“[A] perversão