A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Avaliação 2

Pré-visualização | Página 1 de 2

Ir para o menuIr para o conteúdoIr para o cabeçalho
Parte superior do formulário
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
Parte inferior do formulário
	Acadêmico:
	Jose Nilson Souza de Lima (1738011)
	
	Disciplina:
	Educação de Jovens e Adultos (PED13)
	Avaliação:
	Avaliação II - Individual Semipresencial ( Cod.:639116) ( peso.:1,50)
	Prova:
	18901541
	Nota da Prova:
	10,00
	
	
Legenda:  Resposta Certa   Sua Resposta Errada   Questão Cancelada
Parte superior do formulário
	1.
	A Educação de Jovens e Adultos no Brasil tem passado por profundas modificações ao longo dos tempos, dentre elas, a crescente juvenilização de seu alunado, sinalizando para a necessidade de novas formas de atuação metodológica e de conteúdos com base em necessidades formativas. A inserção do jovem nesta modalidade de ensino tem se configurado como um fator desafiador para uma nova forma de fazer a EJA. Referente à juvenilização da EJA, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) Falta de interesse dos jovens em estudar.
(    ) Dinâmica escolar brasileira e às pressões oriundas do mundo do trabalho.
(    ) Desemprego massivo da população.
(    ) Ausência de fiscalização por parte do poder público.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	V - V - V - F.
	 b)
	V - V - F - F.
	 c)
	F - F - V - V.
	 d)
	F - V - F - F.
	2.
	Ao falarmos de educação nos remetemos diretamente à figura do professor. Este profissional, para realizar um trabalho eficaz junto a suas turmas, necessita de determinada postura pedagógica. O mesmo ocorre com o professor que atua na Educação de Jovens e Adultos. Ele necessita possuir duas capacidades imprescindíveis, para que sua atuação seja eficaz. Assim, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	Operacional e oportunidade educacional.
	 b)
	Natural e nova oportunidade.
	 c)
	Competente e formação específica.
	 d)
	Eficiência e formação anual.
	3.
	Uma proposta humanista transformadora da EJA e sua inserção em um projeto político-pedagógico escolar aponta para a superação da cultura tradicionalmente assumida de simples transmissão de conhecimento, avançando no sentido da pesquisa e da construção de novos saberes, a partir do convívio e das inter-relações das áreas do conhecimento. Portanto, em uma perspectiva de educação humanista transformadora, como se constitui o projeto político-pedagógico?
	 a)
	Num processo de organização do trabalho Pedagógico da escola de forma global, que precisa ser continuamente redimensionado.
	 b)
	Num processo gerencial, onde o estudante é o cliente e tem direito ao ensino de qualidade.
	 c)
	Num processo que priva pela qualidade total da educação, pautando-se no processo e não no produto.
	 d)
	No cumprimento de determinações legais e normativas do sistema educativo.
	4.
	O Parágrafo único da resolução CNE/CEB nº 01/2000, em seu Art. 5º explicita que: como modalidade destas etapas da Educação Básica, a identidade própria da Educação de Jovens e Adultos considerará as situações, o perfil dos estudantes, as faixas etárias e se pautará pelos princípios da equidade, diferença e proporcionalmente na apropriação e contextualização das diretrizes curriculares nacionais e na proposição de um modelo pedagógico próprio. Sobre a legislação da EJA, no Brasil, analise as sentenças a seguir:
I- A concepção de EJA como uma modalidade de educação básica efetiva garantida da oferta de Ensino Fundamental e progressiva extensão ao Ensino Médio tem seu marco com a publicação da Lei nº 9.394, de 1996.
II- Considera-se apenas, a partir de 1996, a EJA como uma política educacional; anterior a essa data, a educação de jovens e adultos sempre esteve às margens do sistema educacional.
III- A concepção de EJA como uma modalidade de educação básica efetiva garantida da oferta de Ensino Fundamental e progressiva extensão ao Ensino Médio tem seu marco com a publicação da Lei nº 9.394, de 2000.
IV- Considera-se apenas, a partir de 2000, a EJA como uma política educacional; anterior a essa data, a educação de jovens e adultos sempre esteve às margens do sistema educacional.
Agora, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	Somente a sentença II está correta.
	 b)
	As sentenças I e II estão corretas.
	 c)
	As sentenças III e IV estão corretas.
	 d)
	As sentenças I e IV estão corretas.
	5.
	Ao alcançar sua compreensão para além das "grades" curriculares, a proposta curricular para a EJA percebe a importância da cidadania e do direito à educação, que não se atém apenas à oferta de vagas e propostas pedagógicas, cujos conteúdos são fechados em si mesmos, mas contribui para garantia de uma educação de qualidade. Nesse aspecto, criaram-se estratégias em prol dessa ação. Sobre essas estratégias, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) Considerar elementos que podem trazer à tona e mostrar sob outro ângulo o contexto dos sujeitos aprendizes, seu modo de viver, sua cultura e atuação na sociedade.
(    ) Possibilitar novas ideias e formas democráticas à prática educativa numa concepção emancipatória e transformadora, determinando a responsabilidade político-pedagógica dos profissionais da escola. 
(    ) Promover ações planejadas para serem desenvolvidas no sentido de evitar dialogar sobre trabalhar os conflitos, buscando sempre as relações competitivas.
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	F - V - F.
	 b)
	V - F - F.
	 c)
	V - V - F.
	 d)
	F - F - V.
	6.
	A proposta curricular para a EJA, ao alcançar sua compreensão para além das "grades" curriculares, percebe a importância da cidadania e do direito à educação, que não se atém apenas à oferta de vagas e propostas pedagógicas, cujos conteúdos são fechados em si mesmos, mas contribui para garantia de uma educação de qualidade. Nesse aspecto, criaram-se estratégias em prol dessa ação. Sobre essas estratégias, analise as sentenças a seguir:
I- Agregar elementos que podem trazer à tona e mostrar sob outro ângulo o contexto dos sujeitos aprendizes, seu modo de viver, sua cultura e atuação na sociedade.
II- Congregar novas ideias e formas democráticas à prática educativa numa concepção emancipatória e transformadora, determinando a responsabilidade político-pedagógica dos profissionais da escola.
III- Apresentar ações planejadas para serem desenvolvidas no sentido de evitar dialogar sobre trabalhar os conflitos, buscando sempre as relações competitivas.
Agora, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	As sentenças I e II estão corretas.
	 b)
	Somente a sentença I está correta.
	 c)
	Somente a sentença II está correta.
	 d)
	As sentenças II e III estão corretas.
	7.
	A educação em espaços de restrição e privação de liberdade se insere na Educação de Jovens e Adultos (EJA), constituindo-se como um dos eixos mais invisíveis dessa modalidade de ensino nem sempre considerada relevante pelas políticas governamentais. Trata-se de uma educação voltada para um público heterogêneo, sendo grande parte advinda de processos de exclusão. Referente às características e aos sujeitos que frequentam essa especificidade de educação da EJA, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	Viver em uma prisão é estar sujeito a um tempo e a um espaço igual da sociedade livre.
	 b)
	A escola, mesmo inserida na prisão, é considerada uma instituição com responsabilidades específicas, que se distingue de outras instâncias de socialização e tem identidade própria e relativa autonomia.
	 c)
	Dadas as características da prisão e a situação social dos sujeitos que nela vivem, torna-se imprescindível a compreensão do espaço onde a escola está inserida, a fim de estabelecer uma estratégia educativa que contemple a simplicidade da instituição.
	 d)
	Nessa perspectiva, seria importante e eficaz propor a elaboração de respostas definitivas e conservadoras para as contradições existentes nas organizações penitenciárias, com relação à reabilitação e educação tarefas a elas destinadas.
	8.
	Como na educação básica regular, encontramos