DIREITO ADM I - AVALIANDO APREND 3
3 pág.

DIREITO ADM I - AVALIANDO APREND 3

Pré-visualização1 página
1 
 Questão 
Acerto: 0,1 / 0,1 
 
 
( OAB) Em matéria de atos administrativos, marque a opção incorreta: 
 
 
 
O ato administrativo é considerado ato jurígeno, ou seja, manifestação que produz 
efeitos de direito, vale dizer, certificando, criando, extinguindo, transferindo, 
resguardando, ou de qualquer modo modificando direitos e obrigações. 
 
Nem todo ato da administração pode ser considerado como ato administrativo. 
Como exemplo, temos os fatos administrativos que correspondem aos atos 
materiais da Administração como a construção de uma ponte. 
 
moralidade. 
 
O ato administrativo será eficaz quando estiver disponível para a produção de seus 
efeitos próprios, não estando dependente de qualquer evento posterior, como uma 
condição suspensiva, termo inicial ou ato controlador a cargo de outra autoridade. 
 No direito administrativo pátrio, a presunção de legitimidade dos atos 
administrativos é absoluta. 
Respondido em 02/06/2020 00:55:48 
 
 
Compare com a sua resposta: A) Sim. A utilização dos instrumentos de parcelamento e 
edificação compulsórios depende de previsão no plano diretor, tal como se depreende do Art. 
182, § 4º, inciso I, da CRFB/88 OU do Art. 5º da Lei nº 10.257/01 (Estatuto da Cidade) OU 
do Art. 41, inciso III, da Lei nº 10.257/01 (Estatuto da Cidade). B) Sim. A gestão 
democrática das cidades constitui importante diretriz elencada no Art. 2º, inciso II, da Lei nº 
10.257/01 (Estatuto da Cidade), a ser implementada por meio da participação popular, que 
é obrigatória no processo de elaboração do plano diretor, na forma do Art. 40, § 4º, da Lei 
nº 10.257/01 (Estatuto da Cidade). 
 
 
2 
 Questão 
Acerto: 0,1 / 0,1 
 
 
(FCC) O Supremo Tribunal Federal, em importante julgamento ocorrido no ano de 2011, 
julgou inconstitucional lei que vedava a realização de processo seletivo para o recrutamento 
de estagiários por órgãos e entidades do Poder Público do Distrito Federal. O aludido 
julgamento consolidou fiel observância, dentre outros, ao princípio da: 
 
 
 impessoalidade. 
 
motivação. 
 
presunção de 
legitimidade. 
 
publicidade. 
 
segurança 
jurídica. 
Respondido em 02/06/2020 00:57:26 
 
 
Compare com a sua resposta: a) Sim, pois diante do risco de saúde pública no caso em tela 
e da urgência em evitar danos à população, o fiscal poderá destruir os produtos impróprios 
com base no poder de polícia da administração pública e no atributo da autoexecutoriedade 
do poder de policia. b) Não, haja vista que a conduta arbitraria do fiscal caracteriza-se abuso 
de poder e extrapola os limites da razoabilidade e proporcionalidade que devem informar a 
administração pública e seus agentes ao praticar atos que constituam poder de policia. 
 
 
3 
 Questão 
Acerto: 0,1 / 0,1 
 
 
Com referência aos poderes da administração, assinale a opção correta. 
 
 
 Os poderes administrativos são instrumentais, sendo utilizados pela 
administração pública para cumprir suas finalidades. 
 
A discricionariedade da administração pública aplica-se apenas aos aspectos de 
conteúdo e de oportunidade do ato administrativo. 
 
Com o uso do poder hierárquico, é sempre possível a invalidação, pela 
autoridade superior, dos atos praticados por seus subordinados. 
 
A inexistência de vinculação absoluta permite à administração pública apreciar 
aspectos de conveniência, interesse público e de forma, quando no uso do seu 
poder vinculado. 
 
Caso o Poder Executivo exorbite na utilização de seu poder regulamentar, o 
Poder Legislativo poderá anular o ato normativo editado. 
Respondido em 02/06/2020 00:58:02 
 
 
Compare com a sua resposta: Sim. Trata-se de dação em pagamento prevista na alínea ¿a¿ 
do art. 17 da Lei 8666/93. As exigências legais são: Manifestação do interesse Público 
justificado; Avaliação do imóvel; Autorização Legislativa (específica para dação em 
Pagamento); o bem público tem que ser dominical. 
 
 
4 
 Questão 
Acerto: 0,0 / 0,1 
 
 
Marque a alternativa correta: 
 
 
 
O princípio da adjudicação compulsória ao vencedor permite que a 
administração, concluído o procedimento licitatório, atribua seu objeto a 
outrem que não o legítimo vencedor. 
 
Na descentralização, há uma distribuição interna de competência na 
administração direta. 
 Na descentralização, o Estado delega a atividade a outra entidade. 
 
Na desconcentração, o Estado delega atividade a outra entidade, quer da 
administração direta, quer da administração indireta. 
 Na descentralização, o Estado delega a atividade tão somente a outra entidade 
da administração direta. 
Respondido em 02/06/2020 01:04:20 
 
 
Compare com a sua resposta: Gabarito comentado: Evidente, na hipótese, a violação ao 
princípio da impessoalidade. Por esse princípio traduz-se a ideia de que a Administração 
Pública tem que tratar a todos os administrados sem discriminações, benéficas ou negativas. 
Dessa forma, não se admite, por força de regra constitucional, nem favoritismos, nem 
perseguições, sejam políticas, ideológicas ou eleitorais. A resposta deve considerar que, no 
caso concreto, a violação ao princípio da impessoalidade decorre do fato de que a 
publicidade dos atos, programas, obras ou serviços devem ter caráter educativo, informativo 
ou de orientação social, dela não podendo constar nomes ou quaisquer elementos que 
caracterizem promoção pessoal de autoridade ou servidor público. 
 
 
5 
 Questão 
Acerto: 0,1 / 0,1 
 
 
Assinale a opção correta acerca dos princípios expressos e implícitos da administração 
pública. 
 
 
 
O princípio da razoabilidade diz respeito à atividade legislativa, não se 
aplicando à atividade administrativa. 
 
O princípio da impessoalidade é conceituado como o dever de 
motivação dos atos administrativos. 
 
Para a aplicação do princípio da eficiência, exige-se expressa 
disposição na legislação infraconstitucional. 
 Os princípios da lealdade e da boa-fé estão compreendidos no 
princípio da moralidade administrativa. 
 
O princípio da finalidade decorre do expresso princípio constitucional 
da publicidade. 
Respondido em 02/06/2020 01:06:06 
 
 
Compare com a sua resposta: Evidente, na hipótese, a violação ao princípio da 
impessoalidade. Por esse princípio traduz-se a ideia de que a Administração Pública tem que 
tratar a todos os administrados sem discriminações, benéficas ou negativas. Dessa forma, 
não se admite, por força de regra constitucional, nem favoritismos, nem perseguições, 
sejam políticas, ideológicas ou eleitorais. A resposta deve considerar que, no caso concreto, 
a violação ao princípio da impessoalidade decorre do fato de que a publicidade dos atos, 
programas, obras ou serviços devem ter caráter educativo, informativo ou de orientação 
social, dela não podendo constar nomes ou quaisquer elementos que caracterizem promoção 
pessoal de autoridade ou servidor público. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
javascript:abre_colabore('34544','196797747','3939656385');