A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
prova 2 ovinocultura

Pré-visualização | Página 1 de 2

Disciplina:
	Cadeia Produtiva da Ovinocultura e da Caprinocultura (AGR09)
	Avaliação:
	Avaliação II - Individual FLEX ( Cod.:514419) ( peso.:1,50)
	Prova:
	17648598
	Nota da Prova:
	8,00
	
	
Legenda:  Resposta Certa   Sua Resposta Errada  
Parte superior do formulário
	1.
	O manejo reprodutivo é um conjunto de práticas e técnicas cujo objetivo é melhorar a eficiência produtiva. Esse manejo favorece aspectos como fertilidade ao parto, prolificidade e sobrevivência das crias. Um ponto importante a ser observado no manejo reprodutivo é a idade dos animais. Sobre a idade dos animais, considerando o manejo reprodutivo, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas:
I- Para os machos, a idade de 6 a 8 meses é considerada compatível para início da monta natural ou como doadores de sêmen, sendo que o animal já atingiu o completo desenvolvimento sexual com essa idade e não necessita de nenhum tipo de cuidado especial com relação ao número de fêmeas que ele irá cobrir.
PORQUE
II- A primeira cobertura nas fêmeas deve ser realizada quando as borregas/marrãs selecionadas atingirem de 60 a 70% do peso das matrizes adultas, no intervalo de 8 a 12 meses, dependendo do nível técnico da propriedade.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	As asserções I e II são proposições falsas.
	 b)
	A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
	 c)
	As asserções I e II são proposições verdadeiras.
	 d)
	A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.
	2.
	O aprisco (abrigo) é uma instalação para recolher os ovinos durante a noite ou para confiná-los. Tem grande importância na proteção do rebanho contra predadores e contribui para diminuir a taxa de mortalidade de cordeiros devido a condições ambientais desfavoráveis. Sobre os procedimentos para implantar as instalações do aprisco, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	É interessante trabalhar com o aprisco de tamanhos fixos, que não sejam flexíveis ao aumento ou diminuição do tamanho das baias.
	 b)
	A área do aprisco está relacionada ao número e tamanho dos animais, tipo de piso, tempo de permanência e necessidade de suplementação alimentar na instalação.
	 c)
	O aprisco deve ser construído em local baixo, úmido, próximo de lagos ou rios e com acesso impedido para caminhões.
	 d)
	Em função das condições climáticas no Brasil, deve-se construir apriscos totalmente fechados, dessa maneira, em regiões de clima frio, pode-se trabalhar no inverno.
	3.
	Na ovinocaprinocultura, são adotados três sistemas de acasalamento: o acasalamento natural com monta não controlada; a monta controlada e a inseminação artificial (IA). Sobre os sistemas de acasalamento adotados na ovinocaprinocultura, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) A inseminação artificial é aquela em que o reprodutor ou reprodutores ficam separados das fêmeas e são colocados juntos em momentos específicos.
(    ) A monta controlada é o tipo de acasalamento em que o reprodutor fica com as fêmeas durante todo o tempo, sendo o mais utilizado pelos criadores devido a sua praticidade.
(    ) Na monta natural, a relação macho e fêmea é elevada, podendo um único macho fertilizar centenas ou mesmo milhares de fêmeas ao longo do ano.
(    ) Em caso de monta controlada ou de inseminação artificial, embora os sinais possam ser de grande auxílio na identificação do estro, a maneira mais eficiente para sua identificação é através do uso de rufião.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	V - F - V - F.
	 b)
	F - F - F - V.
	 c)
	F - F - V - V.
	 d)
	V - V - F - V.
	4.
	O setor de manejo deve ser planejado cuidadosamente, otimizando o uso da terra. O tamanho das instalações e o projeto dependerão do número de animais do rebanho e quantos vão ser manejados por dia. Isso frequentemente significa dimensionar pastagem e currais o suficiente para ali caber todo o rebanho, com instalações de manejo suficientemente grandes para se trabalhar o número de animais estipulado. Sobre o exposto, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas:
I- A topografia deve ser plana ou levemente ondulada, dando preferência por terrenos secos e com fácil drenagem.
PORQUE
II- A posição com relação aos pastos deve ser o mais central possível, devendo ficar o mais próximo possível das residências e tendo boas estradas de acesso durante o ano inteiro. O suprimento de água é fundamental e o de energia elétrica é de grande importância.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	As asserções I e II são proposições verdadeiras.
	 b)
	A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
	 c)
	As asserções I e II são proposições falsas.
	 d)
	A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.
	5.
	Para que seja possível a criação de ovinos e caprinos nas diferentes regiões do Brasil, se faz necessário muitas vezes a inserção de pastagens cultivadas. Considerando as pastagens, elas podem ser agrupadas em gramíneas ou leguminosas. Com relação às particularidades desses dois grupos, associe os itens, utilizando o código a seguir: 
I- Leguminosas
II- Gramíneas.
(    ) Possuem dois cotilédones.
(    ) Folhas compostas e raízes pivotantes.
(    ) Maior eficiência na absorção de água e menor sensibilidade a altas temperaturas e à radiação solar.
(    ) Principal fonte de energia na alimentação via carboidratos.
(    ) Alto teor de proteínas em decorrência da fixação de nitrogênio.
(    ) Apresentam folhas lineares e raízes fasciculadas.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	I - I - II - II - I - II.
	 b)
	II - I - I - I - II - II.
	 c)
	I - II - II - I - I - II.
	 d)
	II - II - I - I- II - I.
	6.
	Na região Sul do Brasil, ovinos e caprinos têm sido criados em várias propriedades em pastagens perenes formadas por espécies estoloníferas tropicais de verão, de porte médio, tais como Tifton 85 e Hemarthria, e também espécies cespitosas, como o Tanzânia e Aruana (MONTEIRO; ADAMI; PITTA, 2009). Assim, a necessidade de evitar a estacionalidade de produção forrageira implica na manutenção da disponibilidade de forragem ao longo do ano, que por sua vez é difícil de ser obtida com a utilização de uma única espécie. Com relação às estratégias para manter a disponibilidade de forragens ao longo do ano, assinale a alternativa CORRETA: 
FONTE: MONTEIRO, A. L.; ADAMI, P. F.; PITTA, C. S. R. Métodos de sobressemeadura para produção das pastagens para ovinos e caprinos. 2009. Disponível em: https://www.milkpoint.com.br/artigos/producao/metodos-de-sobressemeadura-para-producao-das-pastagens-paraovinos-e-caprinos-54011n.aspx. Acesso em: 5 maio 2018.
	 a)
	Época de pastejo (chuvosa e seca), sistema (contínuo ou rotacionado), intensidade (altura do resíduo) e frequência de pastejo (dias de ocupação e de descanso).
	 b)
	Número de dias de ocupação e de descanso, conforme o ciclo vegetativo da forrageira, de forma que os animais utilizem os piquetes por período curto, promovendo um período de descanso para a rebrota das plantas.
	 c)
	Sobressemeadura com pastagens de inverno, utilização de subprodutos, irrigação de pastagens, conservação de forragem, uso de cana-de-açúcar.
	 d)
	Escolha da forragem, época de plantio, correção e adubação do solo, controle de entrada e saída da pastagem, uso na forma de rotacionado na forma de piquetes.
	7.
	Dentre as mais diversas formas de sobressemeadura, apresentam-se a semeadura a lanço com parcagem, a semeadura a lanço com herbicida, a semeadura a lanço com roçada, a semeadura a lanço com dragagem, a semeadura direta ou o uso em conjunto dessas diferentes formas. Com relação ao método com parcagem, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	Utilizado no máximo em 10% para não comprometer o desempenho, o tratamento com álcalis pode melhorar o valor nutritivo e aumentar sua proporção na dieta até 40%.
	 b)
	Método simples e fácil, que utiliza o rebaixamento da pastagem por meio da utilização de alta

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.