Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
SUB A6

Pré-visualização | Página 1 de 2

Revisar envio do teste: 20201B2 - CLIQUE AQUI PARA 
ACESSAR A PROVA SUBSTITUTIVA (A6) 
 
Usuário 
 
Curso GRA1034 TÉCNICAS DE ROTEAMENTO PTA - 202010.ead-
5324.01 
Teste 20201B2 - CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A PROVA 
SUBSTITUTIVA (A6) 
Iniciado 26/06/20 19:12 
Enviado 26/06/20 20:31 
Status Completada 
Resultado da 
tentativa 
6 em 10 pontos 
 
 
 
• Pergunta 1 
0 em 1 pontos 
 
O MPLS ( Multi-Protocol Label Switching ) é um protocolo baseado 
em rótulos, que opera entre as camadas 2 e 3 do modelo OSI. O 
MPLS fornece maneiras de executar engenharia de tráfego, garantir 
largura de banda ou definir caminhos e habilitar redes privadas 
virtuais (VPNs). 
 
A respeito do MPLS, analise as afirmativas a seguir: 
 
I. OSPF, EIGRP, IS-IS, RIP e BGP podem ser usados no plano de 
controle. 
II. Os dois principais componentes do MPLS incluem o plano de 
controle e o plano de dados. 
III. O MPLS foi projetado para uso com protocolos de 
encapsulamento da camada 2 baseados em quadros, como o 
Frame Relay, mas não é suportado pelo ATM devido às células de 
comprimento fixo do ATM. 
IV. O MPLS no modo de quadro insere um rótulo de 32 bits entre os 
cabeçalhos das camadas 3 e 4. 
 
Está correto o que se afirma em: 
 
Resposta Selecionada: 
II e III, apenas. 
Resposta Correta: 
I e II, apenas. 
 
Feedback 
da 
resposta: 
Sua resposta está incorreta. A alternativa está incorreta, pois 
a sequência está incorreta a respeito do MPLS. Em um 
ambiente MPLS, o encaminhamento é baseado na pesquisa 
do rótulo MPLS e não no endereço IP da camada 3. Em um 
ambiente de pacotes, o rótulo MPLS é inserido entre o 
cabeçalho da camada 2 e o cabeçalho da camada 3 em um 
quadro da camada 2. 
 
• Pergunta 2 
1 em 1 pontos 
 
A empresa XYZ é uma grande corporação que frequentemente 
integra redes de empresas recém-adquiridas e acaba de decidir 
usar o OSPF ( Open System Interconnection ) como o protocolo de 
roteamento corporativo em vez do EIGRP ( Enhanced Interior 
Gateway Routing Protocol ). 
Os dois benefícios que a mudança de EIGRP para OSPF fornecerá 
à empresa são: 
 
1. A capacidade de resumir automaticamente redes. 
2. A capacidade de redistribuir rotas padrão e estáticas. 
3. A capacidade de usar VLSM. 
4. A capacidade de suportar roteadores de vários fornecedores. 
5. A capacidade de criar um design hierárquico usando áreas. 
 
 
É correto o que se afirma em: 
 
Resposta Selecionada: 
IV e V, apenas. 
Resposta Correta: 
IV e V, apenas. 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta. A alternativa está correta, pois o OSPF é 
um protocolo de roteamento desenvolvido para redes IP 
(Internet Protocol) pelo grupo de trabalho Interior Gateway 
Protocol (IGP) da Internet Engineering Task Force (IETF). Ao 
contrário do EIGRP, o OSPF é baseado em padrões, 
suportado por vários fornecedores de roteadores. 
Diferentemente do RIP e do EIGRP, o OSPF pode operar 
dentro de uma hierarquia. 
 
 
• Pergunta 3 
1 em 1 pontos 
 
Os protocolos de roteamento utilizam algoritmos para calcular o 
melhor caminho entre origem e destino numa rede de 
computadores. O DUAL seleciona o melhor caminho e o segundo 
melhor caminho para um destino – e também garante liberdade 
 
de loops de roteamento. O melhor caminho selecionado pelo DUAL 
é chamado de sucessor , e o segundo melhor caminho (se 
disponível) é o sucessor possível . 
 
Nesse sentido, assinale a alternativa que indique qual protocolo de 
roteamento implementa o algoritmo DUAL. 
Resposta Selecionada: 
EIGRP. 
Resposta Correta: 
EIGRP. 
Feedback 
da resposta: 
Resposta correta. A alternativa está correta, pois o EIGRP 
implementa um algoritmo de atualização difusa (DUAL). 
DUAL seleciona o melhor caminho e o segundo melhor 
caminho para um destino – e também garante liberdade de 
loops de roteamento. 
 
 
• Pergunta 4 
1 em 1 pontos 
 
O FTP ( File Transfer Protocol ) é um protocolo de transferência de 
arquivos que permite a troca de arquivos entre dois computadores 
na internet. Quando você baixa um arquivo de um site FTP na 
Internet, qual é a camada mais alta do modelo OSI usada nessa 
operação de FTP? 
Assinale a alternativa correta. 
 
Resposta Selecionada: 
Aplicação. 
Resposta Correta: 
Aplicação. 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta. A alternativa está correta, pois a camada 7 
é a camada de aplicativo, que é a camada mais alta no 
modelo OSI. Essa camada descreve o uso de aplicativos de 
usuário final, como abrir arquivos de filme (avi, mpeg etc.) 
usados em aplicativos do Microsoft Office, utilizando 
navegadores WWW, Telnet e FTP. 
 
 
• Pergunta 5 
1 em 1 pontos 
 
O protocolo OSPF ( Open Shortest Path First ) utilizado na 
configuração de roteadores foi desenvolvido para redes IP em 
substituição ao protocolo RIP ( Routing Information Protocol ). O 
OSPF utiliza o algoritmo de menor custo de Dijkstra e o roteador 
constrói um mapa da topologia completa da rede. 
 
 
Nesse sentido, assinale a alternativa que apresenta uma 
característica do protocolo OSPF. 
Resposta Selecionada: 
Ele suporta reconhecimento do campo TOS (QoS). 
Resposta Correta: 
Ele suporta reconhecimento do campo TOS (QoS). 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta. A alternativa está correta, pois o OSPF 
permite QoS. Ele calcula separadamente rotas para cada 
TOS. Quando existem várias rotas com custos iguais para um 
mesmo destino, o tráfego é distribuído igualmente entre essas 
rotas. 
 
 
• Pergunta 6 
1 em 1 pontos 
 
Os roteadores usam rotas estática default que podem ser 
configuradas localmente ou aprendidas de outro roteador por meio 
de um protocolo de roteamento. Você é o responsável pela área de 
redes da empresa e foi solicitado para realizar a configuração de 
uma rota estática default em um roteador. 
Assinale a alternativa correta que apresenta o objetivo de uma 
rota default . 
 
 
 
Resposta 
Selecionada: 
 
É uma rota usada quando um pacote é destinado a uma 
rede remota que não está listada na tabela de 
roteamento. 
Resposta 
Correta: 
 
É uma rota usada quando um pacote é destinado a uma 
rede remota que não está listada na tabela de 
roteamento. 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta. A alternativa está correta, pois as 
rotas default fornecem aos hosts finais uma saída de sua sub-
rede e roteador local com um roteador de último recurso, caso 
nenhuma outra rota (especificamente relacionada ao destino) 
existir na tabela de rotas dos roteadores. 
 
 
• Pergunta 7 
1 em 1 pontos 
 
Você é o gestor de TI da empresa XYZ e foi encarregado de 
escolher um protocolo de roteamento que melhor atendesse às 
necessidades da rede da empresa XYZ. Entre os protocolos de 
roteamento existentes, foi solicitado que o protocolo de roteamento 
escolhido utilizasse como métricas padrão a largura de banda e o 
 
atraso. Esse protocolo é o: 
 
 
Resposta Selecionada: 
EIGRP. 
Resposta Correta: 
EIGRP. 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta. A alternativa está correta, pois o EIGRP 
( Enhanced Interior Gateway Routing Protocol) que foi 
desenvolvido pela Cisco é um protocolo de roteamento 
avançado que utiliza a largura de banda e atraso como 
métricas por padrão. Esse protocolo foi convertido de 
proprietário da Cisco para um padrão aberto em 2013. 
 
 
• Pergunta 8 
0 em 1 pontos 
 
O BGP, por padrão, é ativado nos roteadores Cisco. Se ativado, 
deve haver uma correspondência para o prefixo de rede na tabela 
de roteamento (de um IGP) para que um caminho do iBGP seja 
considerado um caminho válido. O objetivo é que, se um sistema 
autônomo (AS) fornecer serviço de trânsito para outro, o BGP não 
deve anunciar uma rota para a rede até que todos os roteadores no 
AS aprendam a rota através de um IGP. 
 
Nesse sentido, assinale a alternativa que indique qual é o processo 
pelo qual os anunciadores do BGP em um sistema autônomo (AS) 
de trânsito não anunciam uma rota até que todos os roteadores 
tenham aprendido sobre a rota por
Página12