Buscar

Atividade e estudo de caso Patologia

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 4 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

Patologia
UNIDADE IV
Atividade IV
1. São fatores que podem levar ao desenvolvimento de uma neoplasia ou à carcinogênese, exceto:
Ativação de oncogenes.
Alteração nos genes que regulam a apoptose.
Transformação dos oncogenes em proto-oncogenes.
Inibição do reparo do DNA.
Inativação de genes supressores de tumor.
2. Em relação à diferenciação e anaplasia dos tumores é possível afirmar que:
Tumores benignos, na maioria das vezes, são indiferenciados, uma vez que são muito parecidos com as células normais.
A anaplasia é uma marca registrada de tumores benignos.
Anaplasia pode ser definida como a ausência de diferenciação.
Tumores malignos sempre são indiferenciados.
Células de tumores bem diferenciados, normalmente, perdem sua funcionalidade completamente.
3. Sobre os agentes carcinogênicos é possível afirmar que: I.Os carcinógenos químicos podem ser divididos em agentes diretos e indiretos. II.Agentes químicos diretos, normalmente, são considerados carcinógenos fortes e agentes indiretos são considerados carcinógenos fracos. III.Os agentes indiretos necessitam de metabolização para serem transformados em agentes ativos. Portanto, a potência carcinogênica da substância depende tanto dela quanto da capacidade do organismo em ativar ou inativar sua transformação.
Apenas as afirmativas II e III estão corretas.
Apenas as afirmativas I e II estão corretas.
Apenas a afirmativa I está correta.
Todas as afirmativas estão corretas.
Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
4. O acidente nuclear de Chernobyl chocou todo o mundo e, até hoje, traz diversas consequências para a população afetada. Em relação à carcinogênese por radiação é incorreto afirmar que:
A exposição excessiva aos raios ultravioleta leva a menor chance de reparo das mutações causadas por essas radiações.
Diferentes tecidos apresentam sensibilidade variada às radiações.
Os raios ultravioleta induzem a formação de dímeros de pirimidina no DNA, o que normalmente é reparado.
O efeito mutagênico das radiações ionizantes não é influenciado pela resposta imunológica e estado hormonal do paciente.
Quanto mais jovem é o indivíduo mais suscetível ao poder mutagênico das radiações ele é.
5. Em relação à carcinogênese podemos afirmar que:
Os oncogenes agem de forma recessiva, ou seja, é necessário a presença de dois alelos do gene para que eles estimulem a proliferação e divisão celular.
Os oncogenes agem estimulando a proliferação celular.
Os proto-oncogenes são responsáveis pela transformação maligna das células.
A lesão genética é a base da carcinogênese e ela só pode ser adquirida de forma hereditária.
Normalmente os oncogenes favorecem a apoptose das células.
6. Em relação às metástases é possível afirmar que:
O novo tumor metastático se mantém fisicamente ligado ao tumor original.
As vias mais comuns de disseminação são a linfática e a sanguínea.
Caso uma célula maligna chegue a corrente sanguínea a formação de um tumor metastático é inevitável.
Nenhuma das afirmativas anteriores está correta.
É uma característica relacionada a tumores benignos e malignos.
7. Em relação às bases genéticas da carcinogênese é incorreto afirmar que:
Entre os principais genes supressores de tumor podemos citar a proteína RB e a proteína p53.
Genes supressores de tumor agem ativando a apoptose e estimulando a proliferação celular.
A proteína p53 é considerada a guardiã do genoma e alterações nessa proteína estão entre as principais causas de desenvolvimento de neoplasias.
A inativação de p53 impede o reparo de possíveis alterações no DNA,
A proteína RB funciona como um sítio de checagem do ciclo celular.
8. Em relação às neoplasias é possível afirmar que:
As células das neoplasias benignas, em geral, são bem diferenciadas e podem ser indistinguíveis das células normais correspondentes.
Invasão e metástase definem o caráter benigno de um tumor.
Os tumores benignos, em geral, são pouco delimitados e comumente invadem os tecidos e as estruturas vizinhas.
O crescimento de tumores benignos é do tipo infiltrativo.
Apesar do crescimento dos tumores benignos ser mais rápido que o dos tumores malignos, de modo geral, eles não oferecem muitos riscos ao paciente.
9. A respeito da carcinogênese biológica é incorreto afirmar:
Os vírus são capazes de provocar modificações no material genético das células.
Alguns vírus podem levar à carcinogênese pela ativação excessiva do processo inflamatório, o qual produz diversas substâncias genotóxicas.
Os microrganismos mais relacionados à carcinogênese são os vírus.
A simples infecção por vírus considerados carcinogênicos é suficiente para a formação de uma neoplasia.
Na infecção pelo Papiloma Vírus Humano ocorre a degradação de proteínas como a p53 e BAX.
10. Em relação aos agentes carcinogênicos é incorreto afirmar que:
Mesmo que a promoção aconteça muito tempo após a iniciação, ainda ocorre o desenvolvimento do tumor.
A promoção sozinha não é capaz de levar à formação de um tumor.
A iniciação isoladamente é capaz de levar a formação de um tumor.
A iniciação é uma etapa irreversível.
A promoção é um processo reversível.
UNIDADE IV
Estudo de Caso - Unidade IV
PRAZO
13/11/2020
Um homem de 30 anos usou, durante muito tempo, um anabolizante (substância Y). Muito tempo depois ele parou definitivamente com o uso dessa substância. Em seguida, ele conseguiu um novo trabalho em que entra em contato com hidrocarbonetos aromáticos (substância X). Considere a substância X um agente químico do tipo iniciador e a substância Y um agente químico do tipo promotor. Esse homem irá desenvolver um tumor após a exposição à substância X? Explique sua resposta detalhadamente.
Esse homem não irá desenvolver um tumor, uma vez que o agente promotor já não está mais presente no seu organismo, fator decisivo para a segunda etapa da oncogênese química. Na oncogênese o processo de desenvolvimento do tumor há duas fases: a iniciação e promoção. Na iniciação é iniciado por um agente iniciador que causa o dano ou mutação na célula, permanecendo latentes até que entrem em contato com outros agentes, ou seja, são agentes que estimulam as células a sofrerem mutação, assim sua ação é dependente de sua permanência, cancelada sua exposição não confere nenhum efeito.

Outros materiais