A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
28 pág.
150 questões comentadas do SUS

Pré-visualização | Página 4 de 20

E) Destinados à detecção de determinadas doenças que 
afetam as comunidades da periferia urbana. 
46.(UFMA 2011) Pela Lei 8.080/90, os recursos 
financeiros do SUS terão movimentação fiscalizadora 
pelo (a): 
A) Fundo Nacional de Saúde. 
B) Secretarias Estaduais de Saúde. 
C) Ministério da Saúde. 
D) Secretarias Municipais de Saúde. 
E) Conselhos de Saúde. 
47.(UFMA 2011) O Plano Diretor de Regionalização 
(PDR), deverá ser elaborado na perspectiva de 
garantir: 
A) Programas de erradicação da pobreza. 
B) Eliminação do trabalho infantil. 
C) O acesso aos cidadãos, o mais próximo possível de sua 
referência, a um conjunto de ações e serviços. 
D) Diminuição das desigualdades sociais. 
E) Programas de erradicação da fome. 
48.(SESACRE 2013) A Lei nº 8.142/1990 estabelece 
que a participação da comunidade na gestão do SUS 
dar-se-á através das Conferências e Conselhos de 
Saúde. A respeito da atuação desses órgãos, marque a 
opção correta. 
A) Os Conselhos de Saúde são responsáveis por avaliar a 
situação de saúde e propor as diretrizes para a formulação 
da política de saúde local. 
B) A representação dos usuários nas Conferências de 
Saúde deve ser paritária em relação ao conjunto dos 
demais segmentos. 
C)As Conferências de Saúde reunir-se-ão a cada dois anos 
com a representação dos vários segmentos sociais. 
D) Os Conselhos de Saúde terão sua organização e normas 
de funcionamento definidas pelo Ministério da Saúde e 
aprovadas na CIT. 
E) As Conferências de Saúde atuam no controle da 
execução da política de saúde na instancia correspondente, 
inclusive nos aspectos econômicos e financeiros. 
49. (SESACRE 2014) Os conselhos e conferências de 
saúde garantem o cumprimento do seguinte princípio: 
A) integralidade da assistência. 
B) equidade. 
C) participação social. 
APERFEIÇOAR SAÚDE – PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS 
 
7 
MATERIAL ELABORADO PELA PROFESSORA ÉRICA OLIVEIRA 
Este curso é protegido por direitos autorais, nos termos da Lei n.º 9.610/1998. 
D) hierarquização. 
E) resolubilidade. 
50.(SESACRE 2014) Analise as afirmativas a seguir, no 
que se refere à organização dos conselhos de saúde. 
I. É permitido que membros eleitos do poder legislativo 
participem como conselheiros. II. Recomenda-se que os 
trabalhadores da área de saúde tenham 25% de vagas nos 
conselhos. 
III. As organizações religiosas e ambientalistas podem 
participar dos conselhos de saúde. 
Está(ão) correta(s) somente a(s) afirmativa(s): 
A) I 
B) II 
C) III 
D) I e II 
E) II e III 
51.(Anapolis 2010) Ao longo da década de 1990, 
identificou-se a evolução de vários modelos de gestão. 
O avanço na consolidação do Sistema Único de Saúde 
se verifica no modelo segundo o qual: 
A) a gestão do sistema permanece com o Estado. 
B) a gerência das unidades é definida em parceria pelo 
gestor estadual e municipal. 
C) o sistema é organizado com base na hierarquia de ações 
e serviços de saúde. 
D) os municípios têm sua gestão fragmentada. 
E) as unidades de saúde do município não têm papel 
definido. 
52.(SESACRE 2013) A Programação Pactuada 
Integrada é um dos instrumentos de planejamento do 
SUS e tem o objetivo de: 
A) definir as diretrizes para a organização regionalizada da 
assistência. 
B) operacionalizar as intenções expressas no Plano de 
Saúde. 
C) nortear todas as medidas e iniciativas de saúde em cada 
esfera de gestão. 
D) organizar a rede de serviços, dando transparência aos 
fluxos estabelecidos. 
E) apresentar os resultados alcançados com a 
Programação Anual de Saúde. 
53.(AOCP-2017) De acordo com a quarta diretriz da 
resolução n° 453/2012, assinale a alternativa correta 
sobre a estrutura e o funcionamento dos conselhos de 
saúde. 
(A) O Conselho de Saúde contará com uma secretaria-
executiva coordenada por pessoa preparada para a função, 
para o suporte técnico, administrativo e jurídico, 
subordinada ao Presidente da República, que definirá sua 
estrutura e dimensão. 
(B) Qualquer alteração na organização dos Conselhos de 
Saúde preservará o que está garantido em lei e deve ser 
proposta pelo próprio Conselho e votada em reunião 
plenária, com quórum qualificado, para depois ser alterada 
em seu Regimento Interno e homologada pelo gestor da 
esfera correspondente. 
(C) A cada bimestre, deverá constar dos itens da pauta o 
pronunciamento do gestor, das respectivas esferas de 
governo, para que faça a prestação de contas, em relatório 
genérico, sobre andamento do plano de saúde, agenda da 
saúde pactuada, relatório de gestão, dados sobre o 
montante e a forma de aplicação dos recursos, as 
auditorias iniciadas e concluídas no período, bem como a 
produção e a oferta de serviços na rede assistencial 
própria, contratada ou conveniada, de acordo com o art. 12 
da Lei n° 8.689/93 e com a Lei Complementar n° 
141/2012. 
(D) Acompanha e controla a atuação do setor privado 
credenciado mediante licitação na área de saúde, no 
entanto é vedado ao conselho da saúde aprovar a proposta 
orçamentária anual da saúde, competência do Ministro da 
Saúde. 
(E) O conselho de Saúde não decidirá sobre o seu 
orçamento, pois não é dotado de autonomia. 
54.(TRF-2017) A Lei nº 8.080/90 determina que a 
assistência terapêutica integral consiste também na 
dispensação de medicamentos e produtos de interesse 
para a saúde, cuja prescrição esteja em conformidade 
com as diretrizes terapêuticas definidas em protocolo 
clínico para a doença ou o agravo à saúde a ser 
tratado. Na falta de protocolo clínico ou diretriz 
terapêutica, a dispensação de medicamentos e de 
produtos de interesse para a saúde será realizada com 
base nas relações de medicamentos instituídas pelos 
gestores do SUS e a responsabilidade pelo 
fornecimento a nível municipal será pactuada no(a): 
A) Fundo Municipal de Saúde. 
B) Conselho Municipal de Saúde. 
C) Secretaria Municipal de Saúde. 
D) Comissão Intergestores Bipartite. 
55.(AOCP-2017) De acordo com decreto presidencial 
n° 7508/2011, assinale a alternativa correta sobre as 
Comissões Intergestores em relação a sua organização 
e ao funcionamento das ações e serviços de saúde 
integrados em redes de atenção à saúde. 
(A) A CIT, no âmbito do Estado, está vinculada à Secretaria 
Estadual de Saúde para efeitos administrativos e 
operacionais. 
(B) A CIB, no âmbito da União, está vinculada ao Ministério 
da Saúde para efeitos administrativos e operacionais. 
(C) A Comissão Intergestores Regional - CIR, no âmbito 
regional, está vinculada à Secretaria Municipal de Saúde 
para efeitos administrativos e operacionais, devendo 
observar as diretrizes do CIT. 
(D) No CIT e no CIB, os gestores públicos de saúde não 
poderão ser representados pelo Conselho Nacional de 
Secretários de Saúde - CONASS, pelo Conselho Nacional de 
Secretarias Municipais de Saúde - CONASEMS e pelo 
Conselho Estadual de Secretarias Municipais de Saúde – 
COSEMS, com exceção do CIR que poderá ser representado 
pelos conselhos citados. 
(E) As Comissões Intergestores pactuarão aspectos 
operacionais, financeiros e administrativos da gestão 
compartilhada do SUS, de acordo com a definição da 
política de saúde dos entes federativos, consubstanciada 
nos seus planos de saúde, aprovados pelos respectivos 
conselhos de saúde. 
APERFEIÇOAR SAÚDE – PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS 
 
8 
MATERIAL ELABORADO PELA PROFESSORA ÉRICA OLIVEIRA 
Este curso é protegido por direitos autorais, nos termos da Lei n.º 9.610/1998. 
56.(SESACRE 2014) A pactuação das regras de 
continuidade do acesso às ações e aos serviços de 
saúde na respectiva área de atuação é uma atribuição 
das: 
A) comissões intergestores. 
B) secretarias municipais de saúde. 
C) comissões intersetoriais. 
D) secretarias estaduais de saúde. 
E) coordenação de planejamento. 
57.(AOCP-2017) De acordo com a Lei 8080/90, no que 
se refere à organização