A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Sistema Endócrino

Pré-visualização | Página 1 de 1

Sistema EndócrinoSistema Endócrino
O sistema nervoso e o sistema endócrino são os
dois principais mecanismos de comunicação e
coordenação do corpo humano.
Embora trabalhem intimamente associados, eles
possuem várias diferenças.
Glândulas Endócrinas X Exócrinas
Endócrinas
Responsáveis por produzir hormônios, estando
amplamente distribuídas pelo corpo.
São glândulas sem ductos, elas secretam
hormônios diretamente no interior de capilares
sanguíneos.
Exócrinas
Produzem secreções no interior de ductos, que
transportam essas secreções para a superfície
corpórea, como a pele ou o interior do tubo
digestório.
Sistema Endócrino e Hormônios 
Ajudam a regular os processos metabólicos
envolvidos com carboidratos, proteínas e
gorduras.
Também exercem funções importantes no
crescimento e na reprodução e auxiliam a
regular o equilíbrio de água e de eletrólitos.
Quando você sente fome, sede, calor, frio. a resposta
de seu organismo inclui a liberação de hormônios. Os
hormônios ainda ajudam o corpo a encontrar
respostas à infecções, traumas e estresse.
Hormônios 
São mensageiros químicos que influenciam ou
controlam as atividades de outros tecidos ou
órgãos.
Poucos hormônios são secretados no espaço
extracelular que circunda uma células secretora
de hormônio e exercem seus efeitos localmente
ou próximo a essas células.
A maioria dos hormônios é transportada pelo
sangue a outras partes do corpo, exercendo
efeitos em tecidos mais distantes.
Hormônios do córtex da supra-renal e das
glândulas sexuais (testículos e ovários). 
Todos os outros hormônios são proteínas ou
substâncias relacionadas a proteínas.
Considerada um corpo ovoide, sendo uma
pequena glândula, com tamanho semelhante a
uma ervilha.
Principal porção está situada na fossa
hipofisária do osso esfenoide.
Faz parte do hipotálamo e está ligada ao
cérebro pelo infundíbulo.
Esteroides
Proteicos
Hipófise
Controla a atividade de outras glândulas
endócrinas. Dividida em Adenohipófise (parte
anterior) e Neurohipófise (parte posterior).
↪ Adenohipófise: PRODUZ E SECRETA - é
controlada por hormônios hipotalâmicos,
conhecidos como hormônios liberadores ou
hormônios inibidores de liberação.
→ Sistema porta hipotálamo-hipofisário:
capilares que conectam o hipotálamo e a
hipófise.
↪ Neurohipófise: SECRETA E NÃO PRODUZ -
extensão do hipotálamo, os dois hormônios
liberados por ela são produzidos no hipotálamo
e transportados pelo infundíbulo, ficando
armazenados na glândula até que o hipotálamo
receba impulsos nervosos que estimulem a
liberação dos hormônios.
↪ Hormônio do crescimento (GH): Promove
crescimento de ossos e tecidos, reparo tecidual,
manutenção dos níveis de glicose.
↪ Prolactina (PRL): Estimula produção de
leite.
↪ Hormônio Tireoestimulante (TSH,
tireotropina): Estimula a glândula tireoide a
produzir T3 e T4.
↪ Hormônio Adenocorticotrópico (ACTH): 
 Estimula o córtex da supra-renal a secretar
hormônios, principalmente cortisol.
↪ Gonadotrofinas - Hormônio Luteinizante
(LH): ovulação, secreção de progesterona na
mulher e testosterona no homem.
Também denominada epífise.
Glândula em forma de cone, próxima ao tálamo.
Secreta melatonina, um hormônio que altera o
ciclo reprodutor, influenciando a secreção de
hormônios de liberação do hipotálamo.
Está localizada na região anterior do pescoço,
antero-lateralmente à traqueia, e logo abaixo da
laringe.
Possui dois lobos que são conectados entre si
por uma parte central denominada istmo da
glândula tireoide.
Está envolvida por cápsula de tecido conjuntivo,
contendo dois tipos de células: células
foliculares e parafoliculares.
↪ Hormônio Folículo-estimulante (FSH):
desenvolvimento dos óvulos e espermatozoides,
estimula secreção de estrógeno.
↪ Hormônio antidiurético (ADH): Estimula a
reabsorção de água pelos rins, constrição de
vasos sanguíneos. 
↪ Ocitocina: Contração da musculatura uterina,
liberação ou ejeção de leite pelas glândulas
mamárias.
 
 
 
 
 
 
 
 
Glândulas Mestre
Pineal
Tireoide
Hormônios Triiodotironina (T3) e
Tetraiodotironina (T4 ou Tiroxina). 
Controlados pelos hormônios TRH e TSH.
Necessita de iodo para sua produção.
Calcitonina.
Não necessita de Iodo, e nem dos hormônios
TRH E TSH. 
As quatro pequenas glândulas paratireoides
estão incluídas na metade medial da face
posterior da glândula tireoide.
Secreta o paratohormônio (PTH), cujo o
estímulo para sua liberação é o baixo nível de
cálcio no plasma.
Atua em três órgãos alvo: osso, trato digestório
(intestino) e rins.
Situa-se na parte superior da cavidade torácica,
apresentando-se muito maior na criança, do que
no adulto.
REGULAM O METABOLISMO
 
 
 
REGULA OS NÍVEIS DE CÁLCIO PLASMÁTICO
 
 
 
O timo involui, tornando-se menor assim que a
criança entra na puberdade.
Secreta o hormônio timosina, que desempenha
papel importante no sistema imune.
Órgão alongado que se situa transversalmente
na parte superior do abdome, estendendo-se do
duodeno até o baço.
Único que é glândula exócrina (relacionada com
a digestão e alimentos – sulco pancreático) e
endócrina (insulina e glucagon).
Ilhotas pancreáticas (Ilhotas de Langerhans),
que contém células alfa (produtoras de
glucagon) e células beta (produtoras de
insulina).
Insulina e Glucagon controlam os níveis de
glicose.
São bilaterais, localizadas no polo superior dos
rins, podendo ser facilmente visualizadas.
Porção central: medula; e periférica: córtex.
Células Foliculares
Células Parafoliculares
Paratireoide
Timo
Pâncreas
Supra-Renais ou Adrenais
Medula produz hormônios do estresse –
epinefrina (adrenalina) e norepinefrina
(noradrenalina) – SNA.
Córtex produz hormônios essenciais à vida –
Glicocorticoides (cortisol), Mineralocorticoides
(aldosterona), Hormônios Sexuais (estrógeno e
testosterona).
Glândulas sexuais, consistindo nos ovários nas
mulheres, e testículos nos homens.
Produzem os gametas, respectivamente óvulos e
espermatozoides, e hormônios.
Ovários produzem estrógeno e progesterona.
Testículos produzem testosterona.
Regulação pelo hipotálamo e Adenohipófise.
Gônadas
O Sistema Endócrino