A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Período Regencial

Pré-visualização | Página 1 de 1

Períod� Regencia�
● Brasil liderado por regentes.
● Revoltas populares em regiões do Brasil.
● 1831 a 1840.
Evolução dos partidos:
A Regência trina Provisória:
● Duração: 3 meses.
● Sen, Francisco Carneiro de Campos,
Nicolau Pereira de Campos Vergueiro e
Brig. Francisco de Lima e Silva.
● Realizações:
1. Suspende o poder moderador.
2. Tenta Pacificar o País.
3. Anistia dos presos políticos.
4. Retorno do Ministério dos Brasileiros
5. Convoca eleições para Regência
Trina Permanente.
A Regência Trina Permanente:
● João Braulio Muniz, José da Costa
Carvalho e Brig. Francisco de Lima e Silva.
● Realizações:
1. Cria a guarda nacional-Pe. Feijó
2. Ratifica a suspensão do poder
moderador.
3. Ato adicional de 1834.
Ato adicional de 1834:
● Reforma na Constituição
● Transformação da sede da corte em
município neutro.
● O fim do conselho de estado.
● Autonomia das províncias
● Criação das assembleias legislativas
provinciais
● Instituição da regência Una- 1 regente,
cargo por 4 anos.
Regência Una:
● Regente uno: Padre Feijó.
1. Ligado à ala progressista.
2. Enfrentou oposição dos regressistas
que diziam que ele colocava ordem
no país.
3. Revoltas regenciais.
4. Em 1836, Feijó renunciou ao cargo.
5. Araújo Lima, regressista, foi eleito.
● Regente uno: Araujo Lima
1. Significou o triunfo dos
conservadores
2. Centralizou para manter a ordem.
3. 10/05/1840: lei interpretativa do ato
adicional, que reduziu o poder das
províncias.
Revoltas regenciais:
● Cabanagem:
1. Província: Para
2. Data: 1835-1840
3. Grupo: negros, indios e mestiços.
4. Causa: a miséria e a ignorância das
oligarquias locais.
5. Objetivo: acabar com a escravidao e
distribuir terras.
6. Desfecho: repressão violenta e
prisão dos sobreviventes.
● Farroupilha:
1. Província: Rio Grande do Sul
2. Data: 1835-1845
3. Grupo: produtores rurais
4. Causa: concorrência do charque do
prata, pelos baixos preços da
importação.
5. Objetivo: autonomia provincial e
acabar com os impostos.
6. Desfecho: acordo de paz, anistia dos
revoltosos e imposto para charque
do prata.
● Revolta dos malês:
1. Província: Bahia
2. Data: 1835-1840
3. Grupo: escravos africanos.
4. Causa: escravidao dos africanos.
5. Objetivo: matar os brancos e
conseguir liberdade
6. Desfecho: morte e prisão dos
revoltosos
● Sabinada:
1. Província: Bahia
2. Data: 1837-1838
3. Grupo: parte da camada média e do
exército, fazendeiros e escravos.
4. Causa: centralização do governo,
manutenção da autonomia.
5. Objetivo: República da Bahia até a
maioridade.
6. Desfecho: repressão violenta, prisão.
● Balaiada:
1. Província: Maranhão
2. Data: 1838-1841
3. Grupo: pobres, vaqueiros, sertanejos
e escravos negros.
4. Causa: crise pelo declínio da
exportação de algodão
5. Objetivo: lutar contra a miséria, a
escravidao e os maus tratos
6. Desfecho: repressão violenta, morte
de cerca de 12 mil revoltosos.