A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Trabalho - BCMed

Pré-visualização | Página 1 de 1

BASES CIENTÍFICAS DA MEDICINA 1
Prof: Laercio Pol Fachin 
Período: 1
Grupo: Carla Beatriz Clarindo Feitosa; Celso Cesário Torreão Campos.
Data: 08/09/2020
1. Quais são os tipos de textos acadêmicos? Como se diferenciam?
Livros, são a forma clássica de registro e divulgação da produção acadêmica.
Artigos e resenhas, que são textos menores, cujo objetivo é explorar algum ponto mais específico em debate pelos pesquisadores da área.
Outros, aqueles cujo objetivo é mais restrito: teses, dissertações, monografias, ensaios, relatórios de pesquisa, trabalhos de cursos de formação, etc.,
2. Quais os principais usos para as aspas em textos acadêmicos?
As aspas podem ser simples (‘ ’), duplas (“ ”) ou francesas (« »). As duas primeiras, em estilo curvo, são também ditas “aspas inglesas”, diferenciando-se das retas ( ' " ).
Servem para marcar citações, demarcar a ausência de sentido literal (por exemplo: metáfora ou ironia), referência à própria palavra (por exemplo: a palavra “eu” possui duas letras) e referência a artigos, (colocando seus nomes entre as aspas), 
3. Em que situações são usados os tipos especiais de texto (itálico, negrito, maiúsculo e versalete)? 
 	Itálico: para dar ênfase, em títulos de livros e periódicos, para menção, para palavras estrangeiras e para dar destaques em tópicos.
Negrito: Em sistemas de referências é usado para marcar os volumes de periódicos. Além disso, é usado exclusivamente para dar destaque.
Versalete ou Maiúsculo: Em sistemas de referências, são usados para os sobrenomes dos autores e em artigos e livros, podem ser usados para destacar o título.
4. Como devem ser feitas as referências ao final do documento? E as citações ao longo do texto?
Referências: embora não exista um padrão, existem uniformizações aceitas, a ABNT, por exemplo, se aproxima consideravelmente da uniformização internacional. As principais orientações são: as referências devem ser posicionadas na lista de referências, ao final do texto. A forma como isso se dá depende da quantidade de autores, segundo a ABNT, no caso de apenas um autor, deve-se usar o sobrenome, seguido de vírgula, do ano do trabalho e da página, capítulo ou secção. No caso de haver dois ou três autores, cita-se o sobrenome de todos eles, seguido das mesmas informações citadas no caso de apenas um autor. Já para três ou mais autores, cita-se o primeiro seguido da expressão “Et Al”, seguido novamente das informações supracitadas. Apesar disso, em muito artigos em inglês a vírgula entre o sobrenome e o ano não é usada.
 	Citações: citações devem ser evidentemente indicadas em texto acadêmico para que se evite o plágio, sendo assim esse destaque dá-se ou a partir da colocação de aspas na citação durante o próprio parágrafo no caso de o citado ser pequeno ou em um parágrafo deslocado pra direita, geralmente com um tipo de fonte e espaçamento menor que o restante do texto.