A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Racismo e suas diferenças

Pré-visualização | Página 1 de 1

Racismo e suas diferenças......
O racismo institucional é uma forma de discriminação – silenciosa ou não – que privilegia determinadas pessoas apenas em função da sua raça. O maior problema do racismo institucional é que ele ocorre tão frequentemente no nosso dia a dia que muitas vezes nem percebemos é a desigualdade de tratamento entre negros e brancos que ocorre dentro das instituições. Ou seja, quando alguém recebe um tratamento diferente por ser negro em uma empresa, esse é um caso de racismo institucional. Quando alguém tem privilégios – mesmo que indiretamente – por se branco, também. O mesmo vale para esse tipo de discriminação em órgãos públicos, associações, clubes, entre outros. 
Racismo estrutural
De maneira ainda mais branda e por muito tempo imperceptível, essa forma de racismo tende a ser ainda mais perigosa por ser de difícil percepção. Trata-se de um conjunto de práticas, hábitos, situações e falas embutido em nossos costumes e que promove, direta ou indiretamente, a segregação ou o preconceito racial. 
Ex: O acesso de negros e indígenas a locais que foram, por muito tempo, espaços exclusivos da elite, como universidades.
Falas e hábitos pejorativos incorporados ao nosso cotidiano tendem a reforçar essa forma de racismo, visto que promovem a exclusão e o preconceito mesmo que indiretamente. Essa forma de racismo manifesta-se quando usamos expressões racistas, mesmo que por desconhecimento de sua origem, como a palavra “denegrir”. Também acontece quando fazemos piadas que associam negros e indígenas a situações vexatórias, degradantes ou criminosas ou quando desconfiamos da índole de alguém por sua cor de pele. Outra forma de racismo estrutural muito praticado, mesmo sem intenção ofensiva, é a adoção de eufemismos para se referir a negros ou pretos, como as palavras “moreno” e “pessoa de cor
No Brasil, as causas do racismo podem ser associadas, principalmente, à longa escravização de povos de origem africana e a tardia abolição da escravidão, que foi feita de maneira irresponsável, pois não se preocupou em inserir os escravos libertos na educação e no mercado de trabalho, resultando em um sistema de marginalização que perdura até hoje.
Enfim, infelizmente os vídeos são o retrato dos dias de hoje ainda....negros sofrendo todos os tipos de racismos numa sociedade esclarecida e sem nenhum “fundamento” algum a meu ver para diferenciar tonalidade de pele....
Que a luta por direitos continue e não se perca....que os negros tenham força para não desistirem em tempo algum, por mais difícil que pareça...
Que estes que promovem este tipo de racismo e atitude, possam ser punidos de alguma forma, e que possamos ter nossos valores e princípios corretos e íntegros afim de conseguirmos uma sociedade justa e digna para todos....

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.