A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
47 pág.
ANATOMIA DAS AVES - OSTEOLOGIA COMPLETA E ILUSTRADA 47pág.

Pré-visualização | Página 1 de 5

Anatomia das 
Aves
--- Apostila ---
@biavetlove
SUMÁRIO
 
1. Anatomia das Aves .......................................................
 1.1. Voo .........................................................................
 1.2. Outras Adaptações .................................................
 1.3. Anatomia Básica ......................................................
 1.4. Esqueleto Geral .......................................................
 1.5. Sacos aéreos ...........................................................
 1.6. Siringe ....................................................................
 1.7. Sistema Circulatório .................................................
 1.8. Tegumentos .............................................................
2. Osteologia das Aves .....................................................
 2.1. Esqueleto Axial ........................................................
 2.1.2. Crânio ...............................................................
 2.1.3. Face ..................................................................
 2.1.2/2.1.3.Exemplos ................................................
 2.1.4. Vértebras Cervicais ............................................
 2.1.4.1. Exemplos .....................................................
 2.1.5. Vértebras Torácicas ...........................................
 2.1.5.1. Exemplos .....................................................
 2.1.6. Vértebras Lombares e Sacrais ............................
 2.1.6.1. Exemplos .....................................................
 2.1.7. Vértebras Coccígeas ...........................................
 2.1.7.1. Exemplos ......................................................
 2.2. Costela ...................................................................
 2.3. Esterno ...................................................................
 2.2/2.3. Exemplos ...................................................
4
4
4
5
8
8
9
10
11
2
14
14
14
14
23
16
28
16
30
16
31
17
32
18
18
33
SUMÁRIO
 2.4. Esqueleto Apendicular ............................................
 2.4.1. Cintura Escapular ..............................................
 2.4.1.1. Osso coracóide .............................................
 2.4.1.1.1. Exemplos .................................................
 2.4.1.2. Clavícula ....................................................
 2.4.1.2.1. Exemplos ................................................
 2.4.1.3. Escápula .....................................................
 2.4.1.3.1. Exemplos ................................................
 2.4.1.4. Úmero .........................................................
 2.4.1.4.1. Exemplos ................................................
 2.4.1.5. Rádio e Ulna ................................................
 2.4.1.5.1. Exemplos ................................................
 2.4.1.6. Carpo .........................................................
 2.4.1.6.1. Exemplos .................................................
 2.4.1.7. Metacarpo ...................................................
 2.4.1.7.1. Exemplos .................................................
 2.4.1.8. Dedos (falanges - asas) ................................
 2.4.1.8.1. Exemplos ................................................
 2.4.2. Cintura Pélvica ..............................................
 2.4.2.1. Exemplos ..................................................
 2.4.3. Fêmur ...........................................................
 2.4.3.1. Exemplos ...................................................
 2.4.4. Tíbia e Fíbula .................................................
 2.4.4.1. Exemplos ..................................................
 2.4.5. Tarso ............................................................
 2.4.6. Metatarso .....................................................
 2.4.7. Dedos (falanges - pés) ....................................
 2.4.7.1. Exemplos ...................................................
3
19
19
19
36
19
35
19
37
19
38
20
40
20
40
20
40
20
40
21
41
21
44
22
45
22
22
22
47
4
 Determinadas características
das aves as diferenciam dos
restantes vertebrados.
 As principais são a presença de
penas a cobrir o corpo e a
adaptação destes animais ao
voo, com a modificação dos
membros anteriores em asas
para esta função. 
 Em relação aos membros
pélvicos, estes encontram-se
vocacionados para andar,
saltar ou nadar, de acordo com
a adaptação ao meio.
Vôo
- A Pneumatização dos ossos; 
- A Fusão de ossos, como é o
caso dos do crânio, do notarium
ou do sinsacro; 
- A Cintura escapular completa,
adaptada.
Anatomia das Aves
 Mas enquanto muitas aves
reduziram reduzido seu
tamanho e peso, outras
evoluíram em outra direção –
aves mergulhadoras, como os
pingüins e ganso-patola,
precisam de esqueletos fortes
para suportar a pressão
debaixo d água, por exemplo. Além das asas, outros órgãosou sistemas concorrem em
auxiliar o voo, principalmente
pela redução do peso corporal.
Entre eles: 
- A Plumagem que aumenta o
volume corporal sem aumentar
o peso; 
- Os Órgãos pesados localizados
no centro do corpo; 
- A Ausência de dentes, estando
esta função assegurada por um
órgão especial, a moela; 
- A Simplificação do aparelho
urinário, com ausência de
bexiga e excreção conjunta dos
aparelhos urinário e digestivo; 
ao voo.
 Aves que voam precisam de
músculos grandes para bater
suas asas, e por isso elas têm um
esterno bem grande, ao qual
seus músculos estão ligados,
absorvendo o o estresse gerado
pelo vôo. 
 Esta carena, como às vezes é
conhecida, não aparece em
alguns pássaros que não voam,
comoa ema e o avestruz, nem
nos esqueletos do fóssil
Arcaheopteryx – provavelmente
porque este ancestral das aves
ainda não havia desenvolvido a
capacidade de voar de verdade.
Outras Adaptações
5
 Os esqueletos das aves têm
outras adaptações que fazem
com que sejam mais firmes e
estáveis durante o vôo, como a
fusão de vértebras, clavícula e
ossos das asas.
 Outras diferenças facilmente
visíveis nos esqueletos das aves
incluem o número de vértebras
do pescoço, que varia de acordo
com o estilo de vida.
 Aves como os flamingos e os
cisnes têm pescoços bastante
alongados para que possam
alcançar comida no fundo de
lagos e lagoas, por exemplo,
enquanto as aves que se
alimentam nas árvores ou no
chão têm pescoços curtos.
 Como resultado, os cisnes têm
cerca de 25 vértebras em seus
pescoços, enquanto as galinhas
têm 14 e papagaios podem ter
até 9.
 
Anatomia Básica
 As aves que voam têm o corpo
muito leve, inclusive porque
seus ossos são ocos. Em algumas
partes internas os ossos
possuem nervuras, como as de
uma asa de avião, para torná-
los mais fortes. 
 O esqueleto de uma Águia
calva, por exemplo, não pesa
mais do que 300 gramas. 
 Alguns ossos são soldados, isto
é, ligados uns aos outros, de
maneira a dar uma estrutura
mais compacta a ave. 
 O osso do peito é adaptado em
forma de quilha, como a de um
barco, e é chamado de carena,
servindo com suporte para a
musculatura peitoral.
 Outras aves, como o avestruz e
a ema, têm os ossos das pernas 
 longos, que sustentam seu peso
e permitem que corram em alta
velocidade.
Principais espécies domésticas
 Na boca das aves não há dentes, mas um bico que é
adaptado ao tipo de alimentação mais comum de cada
espécie. 
6
Características: 
O tamanho, a forma e a força que possuem
estão relacionados com a alimentação da
ave. 
As dimensões podem varias, influenciando na
taxa de ingestão de alimentos. 
Lhes permite explorar diferentes
ambientes e recursos. 
O bico do macho também pode

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.