A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
APOSTILA CONCURSO BANCO DO BRASIL 2021 ATUALIZADA

Pré-visualização | Página 20 de 50

é completamente voluntário. Ironicamente, para poder par-
ticipar, o usuário deve trocar a foto do perfil no Facebook e postar 
um contador na rede social.
Os pesquisadores irão avaliar o grau de satisfação e felicidade 
dos participantes no 33º dia, no 66º e no último dia da abstinência.
Os responsáveis apontam que os usuários do Facebook gastam 
em média 17 minutos por dia na rede social. Em 99 dias sem acesso, 
a soma média seria equivalente a mais de 28 horas, 2que poderiam 
ser utilizadas em “atividades emocionalmente mais realizadoras”.
(http://codigofonte.uol.com.br. Adaptado.)
Após ler o texto acima, examine as passagens do primeiro pa-
rágrafo: “Uma organização não governamental holandesa está pro-
pondo um desafio” “O objetivo é medir o grau de felicidade dos 
usuários longe da rede social.”
A utilização dos artigos destacados justifica-se em razão:
(A) da retomada de informações que podem ser facilmente de-
preendidas pelo contexto, sendo ambas equivalentes seman-
ticamente.
(B) de informações conhecidas, nas duas ocorrências, sendo 
possível a troca dos artigos nos enunciados, pois isso não alte-
raria o sentido do texto.
(C) da generalização, no primeiro caso, com a introdução de 
informação conhecida, e da especificação, no segundo, com 
informação nova.
(D) da introdução de uma informação nova, no primeiro caso, 
e da retomada de uma informação já conhecida, no segundo.
(E) de informações novas, nas duas ocorrências, motivo pelo 
qual são introduzidas de forma mais generalizada
47. (UFMG-ADAPTADA) As expressões em negrito correspon-
dem a um adjetivo, exceto em:
(A) João Fanhoso anda amanhecendo sem entusiasmo.
(B) Demorava-se de propósito naquele complicado banho.
(C) Os bichos da terra fugiam em desabalada carreira.
(D) Noite fechada sobre aqueles ermos perdidos da caatinga 
sem fim.
(E) E ainda me vem com essa conversa de homem da roça.
48. (UMESP) Na frase “As negociações estariam meio abertas 
só depois de meio período de trabalho”, as palavras destacadas são, 
respectivamente:
(A) adjetivo, adjetivo
(B) advérbio, advérbio
(C) advérbio, adjetivo
(D) numeral, adjetivo
(E) numeral, advérbio
49. (ITA-SP) 
Beber é mal, mas é muito bom.
(FERNANDES, Millôr. Mais! Folha de S. Paulo, 5 ago. 2001, p. 
28.)
A palavra “mal”, no caso específico da frase de Millôr, é:
(A) adjetivo
(B) substantivo
(C) pronome
(D) advérbio
(E) preposição
GABARITO
1 C
2 B
3 D
4 C
5 C
6 A
7 D
8 C
9 B
10 E
11 C
12 B
13 E
14 B
15 A
16 C
17 A
18 C
19 D
20 C
21 E
LÍNGUA PORTUGUESA
32
22 C
23 A
24 D
25 E
26 A
27 B
28 C
29 B
30 A
31 E
32 B
33 E
34 B
35 B
36 E
37 A
38 A
39 B
40 A
41 D
42 D
43 B
44 D
45 E
46 D
47 B
48 B
49 B
ANOTAÇÕES
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________
LÍNGUA INGLESA
1. Conhecimento de um vocabulário fundamental e dos aspectos gramaticais básicos para a compreensão de textos . . . . . . . . . . . . 01
LÍNGUA INGLESA
1
CONHECIMENTO DE UM VOCABULÁRIO FUNDAMEN-
TAL E DOS ASPECTOS GRAMATICAIS BÁSICOS PARA A 
COMPREENSÃO DE TEXTOS
Reading Comprehension
Interpretar textos pode ser algo trabalhoso, dependendo do 
assunto, ou da forma como é abordado. Tem as questões sobre o 
texto. Mas, quando o texto é em outra língua? Tudo pode ser mais 
assustador. 
Se o leitor manter a calma, e se embasar nas estratégias do 
Inglês Instrumental e ter certeza que ninguém é cem por cento leigo 
em nada, tudo pode ficar mais claro. 
Vejamos o que é e quais são suas estratégias de leitura:
Inglês Instrumental
Também conhecido como Inglês para Fins Específicos - ESP, o 
Inglês Instrumental fundamenta-se no treinamento instrumental 
dessa língua. Tem como objetivo essencial proporcionar ao aluno, 
em curto prazo, a capacidade de ler e compreender aquilo que for 
de extrema importância e fundamental para que este possa desem-
penhar a atividade de leitura em uma área específica.
Estratégias de leitura
• Skimming: trata-se de uma estratégia onde o leitor vai buscar 
a ideia geral do texto através de uma leitura rápida, sem apegar-se 
a ideias mínimas ou específicas, para dizer sobre o que o texto trata.
• Scanning: através do scanning, o leitor busca ideias especí-
ficas no texto. Isso ocorre pela leitura do texto à procura de um 
detalhe específico. Praticamos o scanning diariamente para encon-
trarmos um número na lista telefônica, selecionar um e-mail para 
ler, etc.
• Cognatos: são palavras idênticas ou parecidas entre duas 
línguas e que possuem o mesmo significado, como a palavra “ví-
rus” é escrita igualmente em português e inglês, a única diferença 
é que em português a palavra recebe acentuação. Porém, é preciso 
atentar para os chamados falsos cognatos, ou seja, palavras que são 
escritas igual ou parecidas, mas com o significado diferente, como 
“evaluation”, que pode ser confundida com “evolução” onde na ver-
dade, significa “avaliação”.
• Inferência contextual: o leitor lança mão da inferência, ou 
seja, ele tenta adivinhar ou sugerir o assunto tratado pelo texto, e 
durante a leitura ele pode confirmar ou descartar suas hipóteses.
• Reconhecimento de gêneros textuais: são tipo de textos que 
se caracterizam por organização, estrutura gramatical, vocabulário 
específico e contexto social em que ocorrem. Dependendo das mar-
cas textuais, podemos distinguir uma poesia de uma receita culiná-
ria, por exemplo.
• Informação não-verbal: é toda informação dada através de 
figuras, gráficos, tabelas, mapas, etc. A informação não-verbal deve 
ser

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.