A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Atividade contextualizada

Pré-visualização | Página 1 de 1

No código de é ti ca é evi de nte que o f armacê uti co é um profi ssi onal da saúde, 
cump rindo- l he e xecutar todas as ati vi d ade s i ne re nte s ao âmb i to profi ssi on al f armacê uti co, de 
modo a contribui r para a sal vaguarda da saúde e , ainda, todas as açõe s de e du cação di ri gi das à 
col e ti vi d ade na promoção da saúde . 
Pri mei ramente, a f armacêuti ca inf ri ngi u uma p roi bi ção pres ente no códi go de é ti ca 
i ncis o 5 onde e l a dei xou de pre star assi s tê n ci a té cni ca efe ti v a ao e stabel e ci me nto com o qual 
mantém víncu lo profi ssi on al e ai nda no Art. 12 dos de ve re s di z que du rante o te mpo e m que o 
f armacê uti co pe rmane ce r i nscri to em um Co nsel ho Re gional de Farmáci a, inde pe nde nte me n te 
de estar ou não no e xe rcíci o efe tivo da prof i ssão, de ve : exe rce r a p rofi s são farmacê uti ca 
res pe itando os atos, as di re tri ze s , as normas té cni cas e a l e gi sl ação, o que não ocorre u is so.
No código de é ti ca é evi de nte que o f armacê uti co é um profi ssi onal da saúde, 
cump rindo- l he e xecutar todas as ati vi d ade s i ne re nte s ao âmb i to profi ssi on al f armacê uti co, de 
modo a contribui r para a sal vaguarda da saúde e , ainda, todas as açõe s de e du cação di ri gi das à 
col e ti vi d ade na promoção da saúde . 
Pri mei ramente, a f armacêuti ca inf ri ngi u uma p roi bi ção pres ente no códi go de é ti ca 
i ncis o 5 onde e l a dei xou de pre star assi s tê n ci a té cni ca efe ti v a ao e stabel e ci me nto com o qual 
mantém víncu lo profi ssi on al e ai nda no Art. 12 dos de ve re s di z que du rante o te mpo e m que o 
f armacê uti co pe rmane ce r i nscri to em um Co nsel ho Re gional de Farmáci a, inde pe nde nte me n te 
de estar ou não no e xe rcíci o efe tivo da prof i ssão, de ve : exe rce r a p rofi s são farmacê uti ca 
res pe itando os atos, as di re tri ze s , as normas té cni cas e a l e gi sl ação, o que não ocorre u is so.
No código de é ti ca é evi de nte que o f armacê uti co é um profi ssi onal da saúde, 
cump rindo- l he e xecutar todas as ati vi d ade s i ne re nte s ao âmb i to profi ssi on al f armacê uti co, de 
modo a contribui r para a sal vaguarda da saúde e , ainda, todas as açõe s de e du cação di ri gi das à 
col e ti vi d ade na promoção da saúde . 
Pri mei ramente, a f armacêuti ca inf ri ngi u uma p roi bi ção pres ente no códi go de é ti ca 
i ncis o 5 onde e l a dei xou de pre star assi s tê n ci a té cni ca efe ti v a ao e stabel e ci me nto com o qual 
mantém víncu lo profi ssi on al e ai nda no Art. 12 dos de ve re s di z que du rante o te mpo e m que o 
f armacê uti co pe rmane ce r i nscri to em um Co nsel ho Re gional de Farmáci a, inde pe nde nte me n te 
de estar ou não no e xe rcíci o efe tivo da prof i ssão, de ve : exe rce r a p rofi s são farmacê uti ca 
res pe itando os atos, as di re tri ze s , as normas té cni cas e a l e gi sl ação, o que não ocorre u is so.
ATIVIDADE CONTEXTUALIZADA
DISCENTE: Maria Aparecida de Sousa Delmondes 
MATRICULA: 01445401
CURSO: Farmácia 
DISCIPLINA: Introdução a Profissão Farmácia 
2020.1.C
Paulistana - Piauí
O farmacêutico é um profissional de saúde para executar as atividades referentes a estabelecimento farmacêutico de maneira essencial para a seguridade da saúde em que lá o farmacêutico passa o medicamento com a mesma responsabilidades do médico, isso ocorre por que está escrito no código de ética e é evidente que o farmacêutico é um profissional da saúde, cumprindo – lhe, executando todas as atividades ligado ao âmbito profissional de farmacêutico, de modo a que ajuda para a proteção da saúde e, ainda, todas as ações de educação dirigidas à qualidade na promoção da saúde, bem quaisquer atividades em que se utilize o conhecimento advindo do estudo da Farmácia.
No que pode entender, primeiramente, a farmacêutica desobedeceu uma proibição presente no código de ética inciso 5º onde a mesma deixou de prestar assistência técnica efetiva ao estabelecimento com o qual a mesma tinha um vínculo profissional e ainda no Art. 12 dos deveres diz que durante o tempo em que o farmacêutico permanecer inscrito em um Conselho Regional de Farmácia, dependentemente de estar ou não no exercício efetivo da profissão, a de zelar por o nome de farmacêutico arcando com suas responsabilidades, e com isso é possível notar que a Cyntia cometeu um erro que está no art. 13, parágrafo 2, que o farmacêutico só pode se afastar por motivo de férias, curso de aperfeiçoamento, congresso, atividades administrativas ou algo do tipo ligado a farmácia isto sendo que tem que avisar, o farmacêutico sempre deve comunicar previamente a o conselho Regional de Farmácia , o afastamento temporário das atividades profissionais pelas as quais ele tem a responsabilidade, quando não houver outro farmacêutico que legalmente lhe substitua. 
· https://www.trabalhosgratuitos.com/Biol%C3%B3gicas/Farm%C3%A1cia/A-Contextualizada-Introdu%C3%A7%C3%A3o-%C3%A0-Profiss%C3%A3o-1438048.html
· https://farmacia.saomateus.ufes.br/atividades-complementares
· https://www.google.com/search?q=trabalho+de+de+atividade+contetualizada+de+farmacia&sxsrf=ALeKk01FFz