A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Entrevistas com porteiros sobre o Jornal Meia Hora (Sensacional)

Pré-visualização | Página 1 de 1

Entrevistas sobre o “Meia Hora”
Nome: Paulo Sérgio Martins
Idade: 29 anos
Profissão: Porteiro
Você lê algum jornal impresso?
“Meia hora.”
O “Meia Hora” melhora sua visão sobre a política e outros problemas da sociedade?
Ajudou.
Por que? Dê alguns motivos.
“Ele dá fatos que a gente acredita.”
Porque você prefere “Meia Hora” em vez de outros jornais impressos?
“Dá mais informação do estado, a gente fica mais informado. E fala muito sobre futebol, coisas interessantes... e tem mulheres bonitas na capa.”
Nome: Arildo Martins Bezerra
Idade: 36 anos
Profissão: Porteiro
 Você lê algum jornal impresso?
“Jornal do Commercio, O Globo, Meia Hora (às vezes). Também leio muitos livros. Leio em média dois livros por mês.”
O que você acha do “Meia Hora”?
“Nenhuma opinião formada.”
Por que você lê menos o “Meia Hora” que os outros jornais impressos?
“ As reportagens são resumidas, então não se tem uma noção geral dos assuntos tratados. O cara compra o meia hora compra mais pela mulher bonita da capa. É ela que chama atenção.”
Nome: Raimundo Martins
Idade: 46 anos
Profissão: Porteiro
Você lê o “Meia Hora”?
“Todo santo dia eu leio ele.”
Por que você lê o “Meia Hora”?
“É menos páginas para eu ler.”
Só por isso?
“Só por isso.”
Não é por causa da mulher não?
“Só quando é a do Vasco. Quando é do Flamengo, Fluminense, Botafogo eu acho feia.”
O “Meia Hora” tem boas reportagens sobre economia e política?
“Tem. Só que eu não gosto de ler muito não. Gosto de ler a parte de esportes, o dia-a-dia, os acidentes e os acontecimentos... e só.”
E a linguagem do “Meia Hora” é diferente?
“É diferente do “O Dia”, do “Extra”. A gente entende melhor.”
É o melhor jornal do Rio?
“Eu? Para mim? É!”