Tudo sobre HTML 35
26 pág.

Tudo sobre HTML 35


DisciplinaAnálise Textual9.462 materiais293.872 seguidores
Pré-visualização6 páginas
frame funcionará conforme programado. 
 Exemplo: 
<HTML> 
<HEAD> 
<TITLE> Título da Página </TITLE> 
</HEAD> 
<FRAMESET COLS=&quot;200, *&quot;> 
<FRAME SCR=&quot;página que ficará no 1ª frame&quot; NAME=&quot;nome do 1ª frame&quot;> 
<FRAME SCR=&quot;página que ficará no 2ª frame&quot; NAME=&quot;nome do 2ª frame&quot;> 
<NOFRAMES> 
<BODY> 
Aqui fica sua página sem frames para quem não consegue ver sua frames. 
</BODY> 
</NOFRAMES> 
</FRAMESET> 
</HTML> 
 Além dos atributos já citados, temos também o TARGET. Quando iniciamos um 
frame, geralmente colocamos um nome para que possa ser identificado. Para acessar 
esse frame que colocamos nome, usamos TARGET, que define onde a página deverá ser 
carregada. O atributo tem quatro valores que são: 
\uf0b7 TARGET=&quot;nome do frame&quot; - carrega no frame especificado; 
\uf0b7 TARGET=&quot;_top&quot; - limpa a tela e abre o arquivo que esta sendo chamado; 
\uf0b7 TARGET=&quot;_blank&quot; - abre uma nova janela para exibir o documento; 
\uf0b7 TARGET=&quot;_self&quot; - carrega o documento no mesmo frame que o chamou. 
 Exemplos: 
<A HREF=&quot;http://www.terravista.pt/ancora/3300&quot; TARGET=&quot;menuhtml&quot;> 
<A HREF=&quot;apresentacaodalicao.html&quot; TARGET=&quot;_top&quot;> 
 
 
Formulários 
 Os formulários em uma página WEB permitem coletar informações das pessoas que 
visitam a página. através de algumas diretivas especiais podemos definir as literais e o 
formato dos objetos de resposta. Também definimos que será tomada assim que o 
formulário for preenchido. 
 Para criar um formulário faz-se necessário o uso da tag <FORM> onde serão 
incluídos os elementos desse formulário. Essa tag contém dois atributos: METHOD e 
ACTION. 
 1) O atributo METHOD pode ter o valor GET ou POST, que determina a maneira como 
os dados do formulário serão enviados para processamento. A diferença entre os dois é 
a forma que cada um &quot;empacota&quot; esses dados. 
 2) O atributo ACTION é um ponteiro que indica o script que processa as informações 
que se obtém apartir do formulário. Deve conter a URL completa do programa que irá 
receber dados do formulário. Por exemplo http://www.uky.edu/cgi-
bin/cgiwrap/~johnr/AnyForm.cgi. 
 Também tem o atributo TARGET que é opcional e só é necessário quando se utiliza 
frames, ele indica onde aparecerá a página de confirmação do formulário. 
 A tag <INPUT> indica um elemento de formulário simples e possui dois atributos que 
são TYPE e NAME. 
 1) As opções que o atributo TYPE oferece são: 
\uf0b7 TEXT - para campos de entrada de texto; Exemplo: 
\uf0b7 RADIO - para botões de rádio; Exemplo: 
\uf0b7 CHECKBOX - para caixas de verificação; Exemplo: 
\uf0b7 PASSWORD - funciona da mesma forma que o atributo TEXT, exceto que todas 
as letras digitadas aparecem como um asterístico (*). Exemplo: 
 2) O atributo NAME, na maioria dos casos, define o nome do campo. 
 3) O atributo VALUE (valor), neste caso, pode ser usado se você quiser, ele define um 
valor prévio para cada campo, de tal forma que quando a página seja carregada este 
valor já esteja preenchido podendo ser alterado pelo visitante. 
 4) O atributo SIZE define o tamanho do campo e é definido no número de caracteres. 
Se você quiser um campo de 40 caracteres, você deverá definir como SIZE=40. Mas note 
que esse valor não limita o campo em 40 caracteres, ele define o tamanho que ele será 
mostrado na página. 
 5) O atributo MAXLENGHT (comprimento máximo) define o número máximo de 
caracteres que podem ser digitados nos campos. 
 6) O atributo CHECKED é usado para marcar as opções RADIO e CHECKBOX. 
Lembrando que a opção RADIO só pode ter um selecionado. 
 Agora vamos ver alguns exemplos: 
Botões de escolha 
<INPUT TYPE=Radio NAME=sexo VALUE=Mas CHECKED>Masculino 
<INPUT TYPE=Radio NAME=sexo VALUE=Fem>Feminino 
Masculino Feminino 
O atributo NAME, neste caso, deve ser igual para todos os campos. 
O atributo VALUE deve conter o valor deste campo, este será o valor processado e 
repassado ao programa.<\TD> 
Botões de checagem 
Na sua casa tem:<BR> 
<INPUT TYPE=Checkbox NAME=eletro1 VALUE=TV>Televisão<BR> 
<INPUT TYPE=Checkbox NAME=eletro2 VALUE=Radio>Rádio<BR> 
<INPUT TYPE=Checkbox NAME=eletro3 VALUE=Vidio>Vídeo Cassete<BR> 
Na sua casa tem: 
Televisão 
Rádio 
Vídeo Cassete 
O atributo NAME, neste caso, deve ser diferente para cada campo. 
O atributo VALUE deve conter o valor deste campo, este será o valor processado e 
repassado ao programa.<\TD> 
 A tag <SELECT> ... <SELECT> permite que você defina uma lista de opções para a 
seleção do visitante. O atributo NAME define o nome desta lista e SIZE define quantos 
elementos irão aparecer na tela. Caso ele seja omitido, somente uma opção aparece de 
cada vez. Cada opção da lista recebe uma tag <OPTION>, e o atributo VALUE deste 
elemento irá definir o valor de cada opção, que será a informação fornecida ao programa 
de acordo com a seleção feita. 
 Agora vamos ver um exemplo: 
Seleção 
Qual o estado que você mora ???<BR> 
<SELECT NAME=estado> 
<OPTION VALUE=SP>SP 
<OPTION VALUE=RJ>RJ 
<OPTION VALUE=MG>MG 
<OPTION VALUE=Outro>Outro 
</SELECT> 
Qual o estado que você mora ??? 
SP 
Se você colocar SIZE=2 então fica assim: 
Qual o estado que você mora ??? 
SP
RJ 
 As tags <TEXTAREA> ... <TEXTAREA> (área de texto) permite definir um campo de 
texto com várias linhas. O atributo ROWS e COLUMNS definem o tamanho da área em 
que o visitante vai escrever, ROWS define o número de linhas da caixa de texto e 
COLUMNS o número de colunas, e o atributo COLS define quantos caracteres cada linha 
possui. O atributo NAME define o nome da caixa de texto. Se você incluir o atributo 
WRAP=hard a sua caixa de texto não ira possuir uma barra de scroll horizontal. 
 Agora vamos ver um exemplo: 
Caixa de Texto 
<TEXTAREA NAME=comentarios ROWS=3 COLUMNS=37> 
Aqui você coloca o seu comentário 
</TEXTAREA> 
 Aqui
você coloca o seu comentário 
 
Envio e limpeza de dados: 
 <INPUT TYPE=Reset Value=...> 
 O valor RESET no atributo TYPE define um botão que limpa todos os campos, 
colocando os mesmos valores de quando a página foi carregada. No atributo VALUE 
pode-se definir o que estará escrito no botão, por exemplo, &quot;Limpar&quot;. Caso nenhum 
valor seja definido aparecerá &quot;Reset&quot;. 
 <INPUT TYPE=Submit NAME=... Value=...> 
 O valor SUBMIT (submeter) no atributo TYPE define um botão de envio de 
informações, ou seja, um botão que ao ser acionado executa o programa associado ao 
formulário (aquele que foi definido em ACTION no tag FORM), passando para ele os 
dados preenchidos. Assim como no tipo RESET, o atributo VALUE define o que estará 
escrito no botão. O NAME é opcional. 
 <INPUT TYPE=Image NAME=... SRC=... ALT=...> 
 Uma outra alternativa para o tipo SUBMIT seria o uso de uma imagem em seu lugar. 
Para isso, existe o tipo IMAGE. Neste caso, passam a existir os atributos SRC e ALT 
normalmente usados em elementos que definem uma imagem. 
 <INPUT TYPE=Hidden NAME=... Value=...> 
 O valor HIDDEN (escondido) define dados que devem ser passados ao programa, 
mas não devem aparecer para quem está vendo a sua página. Neste caso, NAME 
identifica o dado e VALUE define o seu valor. 
 
 
 Para fazer um formulário tem que ser usado o CGI gratuito 
(ex.:http://www.uky.edu/cgi-bin/cgiwrap/~johnr/AnyForm.cgi) e este CGI precisa de 
alguns comandos: 
\uf0b7 AnyFormMode - deve ser preenchido com o valor &quot;MAIL&quot;; 
\uf0b7 AnyFormDisplay - pode ser preenchido com &quot;SHORT&quot;, &quot;STANDARD&quot;, com uma 
URL (endereço) da página que será mostrada após os dados serem enviados ou 
com &quot;NONE&quot;; 
\uf0b7 AnyFormTo - deve conter o e-mail no qual sera enviado as informações do 
formulário; 
\uf0b7 AnyFormFrom - deve conter o e-mail de quem está preenchendo o formulário; 
\uf0b7 AnyFormSubject - deve conter o assunto do formulário para quando você 
receber o e-mail contendo as informações preenchidas do formulario você 
identifica-la. 
 Alguns destes elementos são normalmente definidos no elemento INPUT com o 
atributo